Segunda-feira, 3 de Outubro de 2005

Nova traição de Beckham

O futebolista do Real Madrid, David Beckham, está novamente envolvido num escândalo sexual. Desta feita a suposta amante é Nathalie Sterchele, uma modelo suíça de 22 anos que afirma ter vivido um caso com Beckham depois de o ter conhecido num clube nocturno na Áustria.


Depois de ter lançado a ‘bomba’, Nathalie remete-se agora ao silêncio, mas diz que não terá qualquer problema em revelar todos os pormenores, desde que lhe paguem algumas centenas de milhar de euros.

Até aqui tudo idêntico a casos anteriores, não houvesse uma particularidade.

Um possível acordo com algum órgão de Comunicação para a publicação de toda a história do suposto relacionamento amoroso entre a modelo e o futebolista será negociado com o actual noivo de Nathalie, que por acaso também é agente e advogado dela.

Para já, sabe-se que a modelo passou a noite a beber com o jogador de futebol e que depois ambos rumaram separadamente ao hotel Schloss Pichlarn, onde Beckham estava hospedado com toda a equipa em preparação da pré-temporada.

Os fãs do jogador temem que se tenha aberto uma nova vaga de escândalos de oportunistas. “Esta situação é insustentável. Nesta altura, a cabeça de Beckham deveria estar concentrada apenas na qualificação de Inglaterra para o próximo Mundial”, disse um fã.</aux></texto>

Isabel Angelino levou para casa cadelinha

Isabel Angelino: Não resisti



Isabel Angelino com a sua ‘Gala’
Isabel Angelino com a sua ‘Gala’

Isabel Angelino foi, por acaso, à campanha de adopção de animais domésticos realizada ontem no Jardim Municipal de Oeiras e que contou com o apoio de várias figuras públicas. A apresentadora de televisão chegou ao evento já no fim mas levou para casa uma cadelinha à qual já deu o nome de Gala.

“Foi ela quem me adoptou. Eu nem sequer fazia parte dos convidados da acção e nem sabia que havia figuras públicas envolvidas”, disse Isabel ao CM. “Como vivo em Caxias e vi um ‘out-door’ a anunciar a acção resolvi dar uma espreitadela porque tive uma cadela durante dez anos, a Maria Papoila, que morreu há cerca de três meses. Foi como se tivesse perdido um membro da família. Como há tantos animais a precisarem de alguém que os acolha e trate com carinho decidi ir. Cheguei mesmo no fim e a cadelinha, que foi a única a ficar de uma ninhada de cães abandonados dentro de um caixote na auto-estrada, olhou para mim de uma forma que não deu para resistir. Parecia que estava a pedir-me: ‘Leva-me contigo’. Houve logo uma empatia. Não pensei duas vezes. Quando me disseram que os irmãos já tinham sido todos adoptados agarrei logo nela e dei-lhe logo o nome de Gala em homenagem à mulher de Salvador Dali”, revelou.

Angelina confidenciou não perceber “como há pessoas que maltratam e abandonam seres tão sensíveis e amigos como os cães. Faz-me impressão porque nós e os animais criamos laços de grande amor e amizade”, disse.

Júlio Isidro revelou ser uma pessoa solidária ao ter dois cães na sua quinta do Cartaxo “também adoptados”. O apresentador afirma que “prefere usar a popularidade para causas que valham a pena”. E sublinha: “Quem não gosta de crianças e de animais não é boa gente”.

CORREDOR DA MORTE...

Os gatos conseguiram todos um dono. Infelizmente, os quatro ou cinco cães que ninguém adoptou, raças maiores onde se incluía um huski e um serra da estrela, voltaram para o canil municipal onde vão estar um tempo e, se ninguém lá os for buscar para adoptar, irão ser abatidos.

Júlio Isidro lança um apelo: “Quem puder e goste de animais vá buscá-los ao canil para lhes dar um lar. Eles ficarão eternamente agradecidos”.


Fonte:CM</aux></texto>

Domingo, 2 de Outubro de 2005

Patricia Candoso

 

Mónica

Guilherme Berenguer: "Sofria preconceito no começo da carreira"

O ator Guilherme Berenguer - um dos astros da próxima novela das sete da Globo, Bang Bang - prepara-se para viver Neon, um ator moderno tentando sobreviver em meio a tantos durões do faroeste.

- Dentro do cenário duro do western, ele tenta criar um pouco de gosto com a arte. Ele tem tatuagens, sabe um pouco de canto e dança. Apesar da alegria do personagem, Neon não é bem visto por amigos e familiares. Em uma realidade em que vigora a lei do mais forte, a personalidade sensível do personagem não é considerada aceitável.

- Ele sofre preconceito dos que não aceitam seu modo de enxergar a vida. No começo da carreira, eu sofria preconceito igual. Tinham aquela idéia de que alguém só quer ser ator porque não conseguiu ser nenhuma outra coisa. Mas para mim e para o Neon, o artista é um grande comunicador.

Morangos com Açucar - Festa de apresentação de novos actores no Porto

Elenco de Morangos com Açúcar assediado por centenas de fãs


Estrelas de ‘Morangos’ não tiveram descanso e deram autógrafos toda a noite
Estrelas de ‘Morangos’ não tiveram descanso e deram autógrafos toda a noite

Os protagonistas da série juvenil da TVI ‘Morangos com Açúcar’ foram apresentados publicamente anteontem à noite, numa festa que decorreu no Club Mau Mau, no Porto.

A organização esteve a cargo da TVTel (operador regional de televisão por cabo e telecomunicações do Grande Porto) e do canal norte-americano MGM (canal por cabo dos estúdios cinematográficos Metro Goldwyn Mayer), que aproveitaram para anunciar a parceria estabelecida entre as duas entidades no que diz respeito a fornecimento de conteúdos.

Mas o fruto mais apetecido da noite eram mesmo os novos ‘Morangos’. A festa, cujo tema girava em torno do espião mais famoso do mundo, James Bond, serviu para dar a conhecer quatro elementos do novo elenco da série. As jovens estrelas foram ‘atacadas’ pelas centenas de fãs que aguardavam por um autógrafo ou uma fotografia dos ídolos presentes. Mesmo no ‘cocktail’, exclusivo para convidados, os ‘Morangos’ não tiveram descanso, pois foram muitos os pais que resolveram trazer os filhotes.

Para lá da ‘febre’ provocada pelos jovens actores, a grande atracção do evento foi o espectáculo de ‘shows’ acrobáticos, pirotecnia e danças alusivos à série de filmes de culto de James Bond.

Durante a festa, a agência de ‘castings’ Unique Style LX promoveu ainda uma selecção para as centenas de jovens entre os 14 e os 18 anos que compareceram na discoteca. O objectivo é encontrar novos talentos da região Norte do País que possam vir integrar o elenco dos ‘Morangos’. A agência não revelou se ficou já de olho em alguma nova estrela

Alinne Moraes filma nova telenovela

Actriz volta em comédia



A actriz veio a Portugal promover uma marca de roupa
A actriz veio a Portugal promover uma marca de roupa

De visita a Portugal, a Nina de ‘Como uma Onda’ fala da sua próxima novela ‘Bang-Bang’.


Na sua segunda visita a Portugal, Alinne Moraes revelou o seu novo papel, na próxima novela das sete no Brasil, intitulada ‘Bang-Bang’. “É uma novela western, de época. Faço a Peny Lane, que vive uma história estilo Romeu e Julieta. Ela tem 20 anos, estudou na capital e está de regresso a casa. E aí apaixona-se por Néon, da família rival”.



Em sua opinião, esta personagem “é mais leve e cómica” que a Nina de ‘Como uma Onda’ (exibida na SIC), mas a actriz gosta “dos dois registos”. Além de Alinne Moraes, ‘Bang-Bang’ conta ainda com Fernanda Lima, Bruno Garcia e Guilherme Berger nos principais papéis.

Sobre Ricardo Pereira, o seu par romântico em ‘Como uma Onda’, Alinne diz: “É engraçado, pois agora vou trabalhar com a namorada dele, Danielle Suzuki, que é grande amiga de Cauã, o meu namorado. Por isso é como se fossemos uma grande família.”

PERFIL DE UMA ACTRIZ

Aos 22 anos de idade, Alinne Moraes soma sucessos. Manequim desde os dez, deixou a moda para se dedicar à interpretação. Namora com o actor Cauã Reymond, com quem vive uma “relação óptima. Temos evoluído os dois juntos, a nível pessoal e profissional. Mas nunca levamos trabalho para casa.”</aux></texto>

Ana Leal

 “Conheço dois canais muito bem e acho que é um ‘mundo de cão’. Sou viciada em trabalho de uma maneira saudável, tenho uma dedicação extrema e o truque para ultrapassar as invejas e maldades é fazer o nosso trabalho o melhor que se sabe”.


Ana Leal


A jornalista recebeu ameaças de morte, esteve em cenários de guerra e fez grandes investigações, uma das quais levou-a a ‘adoptar’ duas meninas. Ana Leal, uma referência no jornalismo português, resume o seu percurso profissional à Vidas.

- É considerada uma das melhores repórteres do nosso País

- Fico contente quando me consideram assim, mas a noção que tenho é de que sou uma pessoa que trabalha muito. Sou cão que não larga o osso, quando estou a investigar uma coisa vou até ao fim e não me deixo intimidar. Não tenho medo de ameaças e se tiver de pôr em causa nomes sonantes ou quem quer que seja, faço-o. Tenho a consciência tranquila, baseada no rigor das investigação.

- Como vingou no jornalismo?

- Conheço dois canais de televisão muito bem e acho que é um ‘mundo de cão’. Sou viciada em trabalho de uma maneira saudável, tenho uma dedicação extrema e o truque para ultrapassar as invejas e maldades é fazer o nosso trabalho o melhor que se sabe. Como vivo absorvida com isso, fico alheada dos problemas da redacção. Isto não quer dizer que me isole, pois sempre trabalhei em equipa, mas deve-se separar trabalho e vida privada. Estava obcecada com o caso Casa Pia e quando chegava a casa o meu marido só me ouvia falar disso. Ele não conseguia ter uma conversa comigo que não fosse interrompida por um telefonema de trabalho. Esse foi um mal que afectou a minha família.

- As reportagens de guerra foram as melhores da sua carreira?

- Não. Dentro das reportagens de guerra, houve umas que me marcaram mais que outras, mas a investigação do processo Casa Pia tem sido a minha vida nos últimos dois anos. Até sonho com isso. Essa investigação invadiu-me completamente, desde acordar a chorar, até passar a noite toda a falar disso. Os nove meses em que estive grávida passei-os nesse stress. Depois a investigação do Rui Pedro marcou-me muito, pois aquela mãe não vive, só sobrevive. A guerra que me marcou mais foi a primeira. Tinha 22 anos e estava sozinha no Zagreb e tinha de ir até Sarajevo, debaixo de bombardeamentos, durante seis dias. Com os nervos e em plena guerra, com mortos por todo o lado, chorei, ri A minha família não soube nada de mim durante esse tempo. É muito marcante. Cada guerra é uma experiência diferente. No Afeganistão ainda foi pior, pois durante dez dias estive em Quetta, no berço dos talibãs, à espera que a guerra começasse. É desesperante. Por outro lado, a primeira vez que fui para a Bósnia vivi uma situação de 30 graus negativos e tive de sobreviver dez dias sem comida e água. Emagreci 15 quilos, cheguei cá debilitada e fui parar ao hospital.

- Como é estar nesse ‘cenário’?

- Acabamos por nos esquecer que estamos no meio da guerra e em risco de vida. Só pensava que tinha de fazer duas peças e um directo por dia e ser a melhor. Tinha a responsabilidade de ser melhor que os meus colegas, mas ao mesmo tempo somos mais solidários, ajudamo-nos uns aos outros e deixa de haver uma grande rivalidade. Com o tempo e a experiência só sei que hoje já não corria os riscos desnecessários que corri.

- Teve medo?

- Era irresponsável se dissesse que não. Mas nunca tive medo de morrer, tinha mais medo de vir incapacitada.

- Recebeu ameaças de morte?

- Recebi vários tipos de ameaças, perseguições e fui fotografada a mando de um arguido na minha vida privada e depois fizeram-me saber que tinham essas fotos. Sei quem as fez e o mais chocante é que não posso fazer nada.

- Nunca pediu protecção policial?

- Não, porque a minha vida ia-se tornar um inferno. Cometi muitos erros e hoje aprendi a fazer com que a minha vida fora da TVI seja o mais normal possível.

- E não vive com medo do mal que possam fazer a si e à sua família?

- Ainda me dão mais força para continuar as investigações.

- Quando é que termina esta pausa na sua carreira desde o início do mês?

- Eu andava a cem e estiquei a corda, então o médico exigiu-me esta paragem, mas está-me a saber muito bem pois tenho oportunidade de estar com o meu filho. Estou a viver a maternidade que não vivi na licença de parto, porque pus o trabalho mais uma vez à frente de tudo. Estou a viver um momento de paz que já precisava e fazer só o que me apetece.

- A vida pessoal ficou sempre em segundo plano

- Sempre. A vontade de ter um filho foi sempre adiada. Aceitava sempre novos desafios e como sou uma pessoa séria não ia engravidar, era sempre para o ano. E tive um filho aos 36 anos quando quero ter mais, ou seja, é uma corrida contra o tempo. Só depois de ter o meu filho é que as minhas prioridades mudaram.

RÁPIDAS

Qual o prémio mais gratificante que recebeu?

O Prémio AMI, em 1998. Não só pelo prestígio que é, mas por ser a primeira a receber esse prémio. Foi nessa altura que encontrei a Patrícia e a Letícia, as miúdas que hoje estão a meu cargo. Encontrei-as numa consulta de risco em Évora. Foi amor à primeira vista, tinham elas oito e três anos, respectivamente. Elas fazem parte da minha vida e eu sou a família delas.

Liderar a equipa da TVI no caso Casa Pia foi uma opção?

Foi mais um desafio que me fizeram. Foi complicado e um choque porque quinze dias depois descobri que estava grávida, mas como tive uma gravidez fantástica continuei a fazer a minha vida... Trabalhei até cinco horas antes do meu filho nascer. Quase tive o Afonso na redacção.

PERFIL

Ana Leal nasceu a 9 de Outubro de 1968, em Viseu. É casada desde 1999 com Ricardo Balreira e tem um filho, Afonso, de 15 meses. Licenciada em História, iniciou-se no jornalismo na Antena 1, passando ainda pela Comercial, RTP e TVI.


Fonte: Correio Vidas</aux></texto>

Isabel Figueira e César Peixoto

Tudo por Amor

 

Por paixão, César Peixoto cedeu aos desejos de Isabel Figueira após vários meses a resistir heroicamente em falar ou posar ao lado dela para a imprensa por não gostar de evidenciar a vida pessoal. Mas a amizade de Isabel e de César pelo produtor de moda José Manuel Duarte – padrinho de casamento dela – falou mais alto e, após alguns receios iniciais, o futebolista acabou por ‘quebrar’ e fazer a vontade à noiva portando-se como um modelo profissional.
Isabel Figueira e César Peixoto

Isabel Figueira e César Peixoto

Contrariando a tendência e revelando a sua humildade, em vez de posar com Isabel ao lado para uma publicação a nível nacional ou televisão, fê-lo para um editorial de moda da ‘Actual’, uma revista bimestral de Guimarães que traz na capa o casal do momento. E, por incrível que possa parecer, nem o director da publicação, Emiliano Matos, sonhou que ao encomendar um editorial de moda a um colaborador pudesse lançar a revista regional, cuja tiragem é de seis mil exemplares, nas bocas do mundo.

“Os quatro mil exemplares que foram para as bancas esgotaram. Vamos repor os restantes dois mil na segunda-feira. Por acaso, nunca imaginei que uma capa com o César e a Isabel pudesse ter tanto impacto.

Comecei a aperceber-me disso quando outras publicações e a televisão me abordaram no sentido de quererem aproveitar o trabalho para falarem nele. Como responsável por uma publicação sabia do interesse dos media pelo casal mas, na ocasião, nem pensei nisso. A minha ideia era fazer um editorial de moda. Ainda bem que resultou”, revela à Vidas o director da ‘Actual’ que passa o mérito todo ao colaborador José Manuel Duarte: “Ele é que tratou de tudo”.

José Manuel Duarte, produtor de moda há quatro anos, conta como “um gesto de pura amizade” se transformou numa produção de qualidade: “Quando a revista me propôs o editorial, falei com a Isabel e sugeri que seria engraçado tê-los aos dois. Ao início ela torceu o nariz, não por ela mas pelo César. Mas, após alguma insistência, a Isabel lá conseguiu convencê-lo a fazerem a produção em conjunto”.

“A amizade que tenho com a Isabel contou imenso para conseguir a produção. Sou um grande amigo dela e serei padrinho de casamento. A tarefa mais difícil coube a ela que foi o de convencer César, que não é muito virado para as luzes da ribalta. Ele foge de aparecer nas revistas cor-de-rosa mas gosta de sair nos jornais desportivos desde que seja por razões profissionais”, acrescenta o produtor.

A sessão foi realizada num estúdio em Guimarães quando Isabel e César regressaram das férias de Verão, altura em que ele a pediu em casamento. As fotografias são assinadas por Miguel Ângelo. “Durou cerca de três horas e foram tiradas à volta de 70 fotografias. Fiz a selecção e entreguei à revista.

Há fotos fabulosas mas tive de optar pelas oito mais comerciais porque é um editorial de moda. O conceito foi discutido entre todos e, como gosto de casais em fotos a preto e branco, apostámos nisso por ser actual e estar muito na moda. Além de ser bem mais intenso e forte para quem vê”, explica.

O produtor sublinha que “o facto de César e Isabel estarem muito apaixonados facilitou o trabalho” e revela pormenores curiosos: “Tive de mandar sair todos do estúdio para ele ficar mais à-vontade”. O que mais o impressionou foi sentir a sinergia que ambos emanavam. “O César aceitou fazer a produção por paixão e saiu-se muito bem. As dificuldades que ia tendo foram ultrapassadas com a ajuda da Isabel, que continua a ser uma das melhores manequins portuguesas.

Ao início parecia um pouco tenso mas ela ajudou-o a superar apoiando-o, dando sugestões e ensinando-o ternamente que postura ter em cada situação. Como estão muito apaixonados, não foi difícil obter um resultado final de excelente qualidade”, garante o produtor, adiantando que “o César sozinho também fotografava muito bem porque é bastante fotogénico”.

Sobre a hipótese do jogador do FC Porto seguir craques como Cristiano Ronaldo, que usam a imagem para publicidade, José Manuel Duarte é peremptório: “Não acredito que siga exemplos desses jogadores. Ele é muito caseiro e gosta de usufruir do seu espaço em casa com ela. Quando sai é para ambientes com pouca confusão... ele é muito recatado. Não gosta de estar sob os holofotes da fama noutras áreas que não seja o futebol. É um rapaz extremamente humilde e muito humano”, realça o profissional, que hoje diz ser “amigo dos dois”.

NO TOP

Isabel Figueira vive num verdadeiro corropio entre Braga e Lisboa. A modelo está tão apaixonada que a vida na estrada que leva não a desgasta, dando jus ao velho ditado ‘o amor move montanhas’.

Segundo Maria João, da Elite Model, “ela está a trabalhar cada vez mais. O mais recente trabalho é a campanha do Dia do Coração, pelo qual dá a cara”. Contrariando quem acredita que as ‘top-model’ quando se apaixonam descuram a carreira, Isabel continua na berra: “Sempre foi muito requisitada e não é por namorar o César que tem mais trabalho. A carreira dela continua em ascensão pois é uma excelente profissional”, rematou.

“TODOS COM QUEM NAMOREI OU NAMORO ESTÃO ASSUMIDOS”

O casal, em entrevista à ‘Actual’, revela pormenores peculiares. A manequim garante que ser modelo de sucesso, apresentadora de TV e estrela da publicidade “não define a Isabel Figueira. A verdadeira é na minha vida pessoal, com os amigos”.

Quanto ao casamento disse ter-se surpreendido com o pedido e contente, apesar da data “ainda não estar marcada”.

Em resposta à pergunta sobre o assédio que as revistas cor-de-rosa fazem à sua vida afectiva e aos inúmeros namorados que já lhe inventaram, Isabel responde: “Não faço ideia. Mas todos aqueles com quem namorei ou namoro estão assumidos”. Quanto à marcação cerrada incomodar-lhe, Isabel diz que “incomoda, mas a pessoa acaba por se habituar ao fim de algum tempo”.

À questão se a Isabel Figueira que vemos a dançar animada na pista de dança é a mais genuína, confidencia: “É a mais genuína que há. E só não é mais porque a Imprensa não me deixa. Nem a minha exposição pública o permite. Se eu fizer as coisas normais que uma rapariga normal faz, fico sempre conotada como a pior”.

Também César abre o coração pela primeira vez. E a maior fatia da entrevista é basicamente dedicada à carreira no futebol onde o jovem revela que a “maior ambição é chegar à Selecção Nacional” e, quem sabe, transferir-se para um grande clube da Europa. Apesar de não ter aberto muito a porta à sua intimidade, o futebolista ainda respondeu à questão da moda.

“Nunca pensei o que poderia ser se não fosse futebolista. Sempre quis jogar futebol e, felizmente, consegui seguir a carreira que sonhei. (...) mas da maneira como as coisas estão e como o futebol está a evoluir, com os jogadores a fazerem campanhas de publicidade e surgirem alguns jogadores modelos, é uma questão a ponderar. Mas nunca me imaginei a desfilar como modelo”.

Contudo, César coloca de lado a hipótese de subir a uma ‘passerelle’: “Isso de certeza que não”. Também revela que não trocava de clube ou deixava o futebol por um grande amor: “Um grande amor e o futebol podem ser compatíveis. Não tem de se deixar uma coisa pela outra. Se tiver um grande amor e se a pessoa sentir o mesmo por mim, teria de compreender que tenho a minha profissão e não tenho de a deixar”.

BODA PODE SER ESTE ANO

José Manuel Duarte, Joana Gonçalves, Pimpinha Jardim, Marta Aragão Pinto e João Belo vão ser os padrinhos de Isabel Figueira no casamento que, de acordo com a manequim, “poderá acontecer ainda este ano. Mas ainda não há nem data certa nem local definido”. O produtor de moda tem trabalhado com a manequim em vários eventos de moda, nomeadamente no Chiado Sound Fashion, onde todos os padrinhos posaram para a posteridade.

Quanto ao casamento, a apresentadora e modelo ainda não tem datas: “Não sei se vai ser no Porto ou em Lisboa. Nem se vai ser nas férias do Natal, da Páscoa ou no Verão do próximo ano. Tudo vai depender da nossa disponibilidade”, disse à Vidas na sua apresentação como rosto da campanha publicitária do Dia do Coração, organizada pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

A única certeza que ambos têm é o desejo de se casarem seguindo a tradição: “Queremos uma união no civil e no religioso”, explica. A união deverá acontecer quando o jogador do Futebol Clube do Porto fizer uma paragem para descansar e, tudo indica que isso aconteça na semana entre o Natal e o Ano Novo. Mas nada está decidido.

Certo é que Isabel não descura a carreira por causa do amor ou do noivado e continua a dar cartas na área da moda e publicidade. Além de co-apresentar o programna ‘Top+’, da RTP 1, continua a ser a imagem da Triumph e embaixadora da Toyota, fez um DVD sobre boa forma, inúmeros editoriais de moda, capas em revistas da especialidade e é muito solicitada para apresentações. E ainda arranja tempo para relaxar juntinho ao seu amor...

Sábado, 1 de Outubro de 2005

Raquel Henriques entra na novela Mundo Meu

 

Sempre simpática e bem disposta, Raquel é peremptória, ao afirmar:

-"Estou a viver uma fase muito boa da minha vida. Acho que tudo está a correr tão bem que... Acho que as pessoas aprenderam a viver de uma forma positiva, as coisas naturalmente correm melhor."

 

 

 

 

Ficou muito contente com este convite para Mundo Meu?

Fiquei muito contente, apesar de ser uma personagem que entra muito tarde, para mim é importante e está a ser optimo.

A personagem entra tarde, mas provavelmente , vai evidenciar-se...

Tenho ideia, por aquilo que já sei que vai ter alguma importancia. Ela vai morar na casa de Sofia e a Simone vai ter alguns problemas com ela.

Curiosamnete mudou de visual e ficou muito parecidoa com maria Joao Bastos.

Não...eu já tinha o cabelo assim...foi pura coincidencia, até porque vou andar sem maquilhagem, com o cabelo preso, exactamente para fugir à imagem de Maria João. Eu vou ser a ama do bébé. 

_________________________________________

ELA ADORA CONHECER GENTE

A jovem actriz veste a pele de Simone em Mundo Meu, mas so a vamos poder ver na TV daqui a aproximadamente um mês. No entanto participar em Mundo Meu ja conquitou Raquel henriques: " Não conhecia ninguem daquela produção, então esta experiencia significa também, conhecer mais gente, o que é optimo. Está a ser muito bom."

Arlinda mestre com mais uma tragédia familiar

O meio-irmão do filho de Arlinda ( Vitor Junior ) morreu no passado sábado, depois de ter caido do 1ºandar onde morava. A familia suspeita de SUICIDIO ou...ASSASSINATO.


Zoom


Segundo a TV7dias, quando informou Arlinda do sucedido, ela diz: "Que horror... O Domingos está no Brasil agora. Nem sei como lhe vou dizer. Eles, apesar de serem meio- irmãos, nao se falavam muito. Viram-se uma vez ou outra."


A mãe de Vitor  conta-nos como tudo se passou:


"Ele estvava em casa com uma irmã, que estava no quarto. De repente, ela começou a ouvir os cães a ladrar e foi à procura dele..." 


Vitor Junior tinha caído do segundo andar e a familia pondera duas hipoteses: "Ou foi suicidio, ou entao assassinado!"  


O corpo vai ser autopsiado. Em duvida diz a mãe, estão "muitos ferimentos e um buraco muito estranho do lado esquerdo do corpo"


A verdade é que Vitor já antes tentara o suicidio. 

Rita Pereira

 

Benedita Pereira é Teresa em Ninguém como Tu

Depois da menina mimada em Morangos Com Açucar, a forte e determinada Teresa da novela da noite da tvi.

SAIBA TUDO sobre uma das mais requisitadas actrizes do momento. Apesar de contar ainda com um curto percurso na área da representação, a verdade é que Benedita Pereira não pára de surpreender com o seu talento e é hoje uma das mais faladas actrizes da ficção nacional.

Segura da profissão que escolheu, Benedita assume que seria infeliz se não pudesse representar. Conheça mais sobre esta jovem actriz que assume estar preparada para novos desafios.

Como tem sido vestir o papel de Teresa?

Tem sido óptimo. Uma boa surpresa, por estar a aprender com os grandes actores que admirava e com quem agora me dou bem. Os MORANGOS foram muito importantes para me dar experiencia para este e outros trabalhos.

Que surpresas reserva a personagem?

Ela vai mostrar toda a força que tem ao lidar com as atitudes da mãe e, consequentemente, vai ter de mudar, mas a personalidade dela mantém-se. Ela sacrifica-se e vive para o bem-estar dela e dos que ama.

 

E sentimentalmente? Não lhe vai correr muito bem. Primeiro vai dedicar-se muito ao trabalho para esquecer a vida amorosa, o que, por outro lado, também a vai afastar da felicidade no amor. Porém acredito que o amor vá vencer e ela terminará feliz.

 

E a relação com os pais? A mãe é que tem o poder nas mão para mudar a história e ela vai tentando fazer com que as suas maldades sejam um mal menor. Vai enfrentar a mãe corajosamente em função do pai e da agencia.

A Teresa vai engravidar e ser abandonada? Não. Que eu saiba não.

Se pudesse escolher um final qual seria? Acho que ela merecia um final feliz. Penso que deveria ficar com o Miguel, devia aceita-lo como ele é. Contudo, ele também devia ter a noção de que tem de fazer algo pela vida, senão ela também não iria ser feliz. As pessoas que ela ama também deveriam ter um grande final.

É uma mulher de grandes paixões? Sim. Sou uma mulher que luta pelo que quer e acredita.

Como lida com as cenas íntimas? Agora, com naturalidade. Vamo-nos habituando.

Sente-se feliz com a sua imagem? Ás vezes....Sou mais insegura do que pareço...Há dias.

Entrevista a João Catarré

João Catarré, actor, está preocupado com o elevado número de analfabetos e imigrantes em Portugal. Mas o tempo é de calor e, tal como a sua personagem ‘Pedro Moura’, de ‘Mundo Meu’, ele até é um tipo descontraído.

Verão é sinónimo de quê?
De férias, calor, praia, sol.

Tem mais descanso do que trabalho, portanto.
Isso depende. Varia muito com a situação do País. Quando há crise, há menos trabalho.

Imagine que vai parar sem querer a uma praia de nudistas. Como resolve a situação?
As praias de nudistas não são nada por aí além. Não há razão para uma pessoa se sentir constrangida. Se calhar, tirava os calções e ficava ali ao sol. Por acaso, já estive numa praia de nudistas e.... tirei? Não tirei... ou tirei?... Nem sequer me lembro (risos).

O que acha das pessoas que fazem sexo na praia?
Há gente que faz sexo em tantos sítios esquisitos. Por que não na praia? Era certamente um lugar diferente. Só era preciso um pouco de cuidado com a areia.

Cuidado com a areia é um bom conselho.
Sim. Outra solução era irem para casa. Sempre estavam mais à-vontade (risos).

A vinda de imigrantes beneficia o País?
Não estamos numa ditadura e toda a gente deve ter o direito de procurar melhores condições. Mas ao mesmo tempo é mau, porque já cá estão tantos. Os outros países não deixam entrar tantos imigrantes como nós deixamos.

Mas o País não ganha nada?
Claro que sim. Trazem culturas diferentes e acabam por vir também aprender a nossa cultura, o que também nos enriquece.

As fãs incomodam-no muito na praia?
Não, quando estou na praia abstraio-me de tudo. Deito-me a apanhar sol e fico na minha. E escolho lugares mais sossegados, com menos gente.

Onde se sente melhor: na ‘passerelle’, em frente às câmaras ou na praia?
Na ‘passerelle’ não é de certeza. Acho que me sinto melhor em frente às câmaras... se bem que na praia anda lá perto.

O Estado deve investir mais na Educação?
Claro. Isso é que vai ditar o futuro do País. Os jovens devem ter condições para evoluir, se calhar em áreas do conhecimento mais diversificadas. O País, como está, não vai a lado algum. Temos a maior taxa de analfabetismo da Europa e, se calhar do Mundo. Bem, do Mundo não, isso seria impossível. Mas é de certeza a maior da Europa.

Se salvasse um homem de um afogamento, era capaz de aplicar-lhe respiração boca a boca?
Claro que sim. É a vida de um ser humano que está em causa e, nessas alturas, há coisas que não têm qualquer importância.

SOBRE BRASAS

O que é muita areia para a sua camioneta?
A ida à Lua. Era uma coisa que gostava muito de realizar.

O que o põe a ferver?
Injustiças. Exemplo? A auto-estrada de Cascais. Paga-se portagem e é cones de um lado e cones do outro. Somos obrigados a circular numa faixa só.

Se o seu amor lhe pedisse, o que usava mais depressa: cinto de castidade, chucha ou coleira?
Chucha. Das três opções é aquela que me faria parecer menos ridículo (risos).

Quem é que gostava de congelar?
O George W. Bush. E a seguir mandá-lo para o espaço num ‘vai-e-já-não-vem’.

O que faz mais estragos: um bom decote ou um mau vinho?
Nem um nem outro. O que faz estragos é a pessoa que olha para o decote ou bebe o vinho.

Merche Romero

MERCHE ROMERO

Nome: Merche Romero Gomes
Actividade: apresentadora de televisão e manequim
Estado civil:
Solteira
Data de nascimento:
27/11/76
Naturalidade:
Espanhola
Cidade onde vive:
Espinho
Desportos que pratica:
natação e cardiofitness
Tempos Livres:
viajar, ler, comer
GOSTOS
Um filme: La vitta é bella
Uma música:
Vambora
Um livro:
Quem mexeu no meu queijo
Um cantor:
Oscar Romero
Um escritor:
Hemingway
Um actor:
Nicolas Cage
Um estilista:
Roberto Cavalli
Um pintor:
Miró
Uma figura pública:
Os colegas d’O coração
Um site:
www.romero-vox.com
Uma viagem:
Miami
Uma cidade:
Barcelona
Uma cor:
Rojo
Um prato:
Cozido à portuguesa/paella
Uma bebida:
Caipirinha
Um clube:
Benfica
EMOÇÕES
Uma qualidade: Amiga dos amigos
Um defeito:
Refilona
Um amor:
A família
Um ódio:
Não conheço
Um prazer:
Contemplar a natureza
Uma irritação:
A mentira
Uma saudade:
Espanha
Um pensamento:
O que é que tenho mais para fazer...
Um desejo:
Ser feliz
Uma superstição:
Não ponho a mala no chão
Uma piada:
Sou loura

Conde fez birra e quis desertar

Cheiro do equipamento em causa


José Castelo Branco fez mais uma das suas birras. O recruta estava tão saturado de vestir sempre as mesmas roupas e tinha os pés tão doridos que até ameaçou desertar.




Como se tudo isto não bastasse, o ‘conde’ queixou-se ainda que o camuflado e as botas cheiravam mal.

Paula Bobone acompanha, sempre que pode, o desempenho dos recrutas e diverte-se com o desfiar do rosário das lamentações de Castelo Branco. “Imagino que ele seja capaz de representar até ao fim e não creio que desista. Já agora, era só o que faltava, exilar-se e ir viver para o estrangeiro”, refere, acrescentando: ”O Zé tem uma particularidade: representa-se a si próprio, ou seja, representa um personagem chamado Castelo Branco”.

A escritora, amiga de longa data do ‘marchand’, já está habituada às suas reclamações e adianta que “fazem parte da graça e são ingredientes da receita do seu sucesso”. “’Apoie-se nos princípios. Eles acabam por ceder’. Esta frase de Oscar Wilde aplica-se bem a Caselo Branco. Ele apoia-se nos princípios e os princípios da TVI vão cedendo. A exigência daquela tropa fandanga acaba por ceder. Ele é a estrela da companhia”, salienta.



Paula Bobone reconhece que o recruta tem mais privilégios que os seus companheiros “mas quem é que não tem”. “Portugal é um país de privilégios, ele é uma imagem do País. As pessoas mais extravagantes e extraordinárias, que não querem fazer ‘nenhum’ e só pensam em brilhar e viver no luxo, às vezes não cumprem as regras do civismo. Mas, no caso do Zé ele é engraçado”, adianta.

Quanto às queixas de Castelo Branco, Paula Bobone diz que a “higiene é um bom exemplo disso”, mas por outro lado “a televisão não tem cheiro”.

“O Zé tem de ser diferente, um ‘reclamante’. Vai estar até ao fim a reclamar, para criar o espírito crítico, porque isso constitui a sua imagem. Estes ingredientes é que dão origem à personagem, que preocupa a concorrência. Portanto, quanto mais irritante melhor”, conclui.</aux></texto>



Reality show’ da SIC acaba ao fim de apenas duas semanas no ar

Faltaram as audiências


 Dois meses antes do previsto, o ‘reality show’ da SIC, ‘Senhora Dona Lady’, terminou. A decisão foi anunciada ontem por Francisco Penim, director de programas da estação, numa conferência de Imprensa realizada no estúdio que as ‘ladies’ ocuparam nas últimas duas semanas.


O programa, que colocou onze homens a viver na pele de mulheres, não teve as audiências esperadas e estava a dar prejuízo. Por isso, Penim resolveu dizer ‘chega’ e mandar toda a gente para casa, naquela que foi a sua primeira grande medida enquanto responsável máximo pela programação do canal de Carnaxide, cargo que ocupa desde segunda-feira.

Francisco Penim assumiu a responsabilidade : “A decisão de colocar um fim no programa é minha e foi tomada já na quarta-feira à hora de almoço”.

Quanto às razões que levaram a direcção da SIC a cancelar a grande aposta de Manuel Fonseca, entretanto destituído, Penim esclareceu que “a direcção de programas achou que o ‘Senhora Dona Lady’ não estava a favorecer nem SIC, nem apresentadores, nem produtora ou concorrentes. Esta era a única decisão que poderia ter sido tomada”.

Penim afirma que a sua equipa tentou resolver a situação da forma mais correcta possível, acautelando os interesses de todos os envolvidos.

Para Frederico Ferreira de Almeida, responsável da produtora Fremantle, a solução encontrada pela direcção da SIC “é penosa, mas aceitável”. “O programa não deu resultado”, admitiu, adiantando que um dos factores para a falta de sucesso foi a “concorrência feroz”. Quanto a contratos, Ferreira de Almeida afirma estar tudo resolvido com a SIC.

A Herman José e Sílvia Alberto, apresentadores do programa, Penim agradeceu a compreensão e colaboração. O apresentador – abandonou a conferência a meio por ter de embarcar para a Madeira – disse que ele e Sílvia estavam “nostálgicos, mas felizes”, desdramatizando a situação pois “nunca há certezas no mundo do espectáculo”.

Francisco Penim não queria, no entanto, colocar apenas um ponto final no programa e concebeu um “desfecho pouco normal”. “Por respeito ao público que seguia o ‘Senhora Dona Lady’ criámos um final para a narrativa, uma brincadeira, gravada hoje (ontem)”, referiu.

Do lado dos concorrentes, que aos poucos foram chegando a casa durante o dia de ontem, a surpresa era geral. Vítor, até agora ‘Carol’, foi um dos primeiros a regressar ao lar. “Fomos apanhados de surpresa. Ontem não havia nada para fazer na casa. Não havia movimento da equipa de produção, o que não era normal. Nunca previmos este desfecho”, disse o concorrente que mal chegou a casa foi... trabalhar.

“Por um lado até foi bom. Voltei para o pé da minha mulher e do meu filho muito antes do que estava à espera”, confessou. Quanto ao dinheiro que não ganhou, Vítor afirma: “Nem era assim tanto. Não fui lá pelo dinheiro. Aliás, o que ganhava por semana era metade do que normalmente faço na minha empresa”.

Paulo Gonçalves, o primeiro e único concorrente expulso da ‘Casa das Bonecas’, aguardava ontem um contacto da produtora. “Estou surpreso com a situação, mas é normal. O programa não tinha sal. Não passava de uma espécie de ‘Big Brother’” afirmou a ex-Samantha.

PENIM SEM SOLUÇÃO MILGAROSA

Depois de um primeiro ajuste – a novela ‘Chocolate com Pimenta’ passou para depois do ‘Primeiro Jornal’ –, o cancelamento de ‘Senhora Dona Lady’ é, para Francisco Penim, “o primeiro programa a acabar na grelha da SIC”, deixando perceber que mais mudanças se irão registar. Não se sabe ainda quais.

“A grelha de programação da SIC vai sofrer mais alterações e alguns acertos, mas ainda é cedo para falar disso. Talvez para a semana já possa dizer alguma coisa sobre o assunto”, esclareceu o director de Programas da estação de Carnaxide.

Francisco Penim quer colocar a SIC onde estava, ou seja, na liderança das audiências, mas tem noção da herança deixada por Manuel Fonseca: “Não tenho nenhuma solução miraculosa no bolso, mas estou a pensar em imensas coisas”.

'INCÊNDIO' ARRASA COM CASA

Ao contrário do que estava previsto, a última transmissão do programa, emitida ontem à noite, não foi em directo, nem acabou com um vencedor (esse só será conhecido na terça-feira, dia 4). O último ‘episódio’ de ‘Senhora Dona Lady’ foi gravado na noite de quinta-feira e, aos concorrentes, apenas foi pedido que simulassem estarem a fugir de um ‘incêndio’ que deflagrara na ‘Casa das Bonecas’. O exercício teve apenas um percalço: Sérgio, ex-Gisele, caiu das escadas, à saída do estúdio, enquanto simulava fugir do fogo. Resultado, fractura da omoplata e uma viagem ao hospital.</aux></texto>

Troca de alianças à moda brasileira

Marta Cruz trocou votos de fidelidade com Alexandre – pai da sua filha, Yasmin –, na passada quinta-feira, pelas 18h00 locais, numa cerimónia familiar que contou com a presença de cerca de 80 amigos. O local escolhido para o evento foi o Buffet Tekas, no centro de Fortaleza, no Brasil.


A filha de Carlos Cruz e de Marluce foi pontual tendo, tal como manda a tradição, aguardado uns minutos à entrada para entrar de braço dado com o irmão Martin, já que o pai não pôde estar presente. A noiva estava feliz e embargada pela emoção. Marta foi vestida pelo amigo e estilista João Rôlo, num vestido rosa ‘malvê’, e penteada pelo padrinho, Eduardo Beauté, que lhe apanhou o cabelo com argolas na nuca e uma tira do mesmo tecido do vestido.

Do lado esquerdo da noiva, no altar, estava a família dela onde se destacavam a avó de 90 anos, mãe de Marluce, Eduardo Beauté e padrinhos. Do lado do noivo a mãe, o pai e o padrinho.

Durante a conversa com a conservadora, o casal trocou olhares emocionados, ternos e apaixonados. A filha Yasmin assistiu ao casório ao colo da sua ‘babá’, serena e quieta o tempo todo. Após a troca de alianças, que são em ouro, simples e lisas, e da conversa que a conservadora teve com o casal, a bebé voltou para os braços da mãe e só à hora do jantar é que a pequenina deu sinais de fome, altura em que Marta a amamentou deixando-a de novo sossegada.

O banquete durou até às tantas, com danças e música, tendo sido apreciado pelas várias surpresas. O padrinho do noivo, Júlio, proprietário da famosa discoteca Pirata, em Fortaleza, que às segundas-feiras tem o melhor forró da região, tirou a sandália esquerda da noiva, assim como o sapato do noivo, passando--os pelos convidados que lá colocaram dinheiro. Júlio levou a sandália como relíquia para o Pirata. Ao bailarino os amigos fizeram questão de cortar-lhe a gravata, tal como é tradição em Portugal.

Ambas as famílias estavam felizes e mostraram-se bastante unidas, tendo Raquel Rocheta gravado tudo para em Portugal partilhar com o marido e pai da recém-casada. A mulher de Carlos Cruz falava telefonicamente com o marido durante todo o evento, tendo também Marta falado com o pai variadas vezes.

Na altura, Marta confidenciou a alguns presentes que depois do dia em que a filha nasceu, este foi o mais feliz da sua vida. A cerimónia religiosa realiza-se ainda este ano, em Portugal.</aux></texto>

Catarina desfaz equívocos

“Às vezes, na rua, digo às pessoas “não compre essa revista porque já fez uma capa a dizer que eu estou isto, que eu estou aquilo Isto é mentira, portanto não compre!” É assim que Catarina Furtado reage às calúnias e especulações publicadas em alguma Imprensa, aquando do seu casamento com o actor João Reis.


Cansada de tanta especulação e das mentiras de que foi alvo desde que casou, a apresentadora e cronista da revista Vidas (publicada ao sábado com o CM), concede uma entrevista à ‘Lux’, onde, pela primeira vez, fala da felicidade do seu casamento.

Desta forma, Catarina tenta esclarecer equívocos e justificar atitudes. “Foi o dia mais bonito da minha vida. E partilhei-o com as pessoas que me viram crescer ( ) Não foi uma festa ‘hollywoodesca’, como disseram ”, esclarece. “Posso dizer que nenhuma revista pagou o nosso casamento, pagámo-lo com o nosso ordenado, com o dinheiro do nosso trabalho.”

Sobre o mesmo assunto, e justificando o facto de não ter convidado a Comunicação Social para a cobertura do enlace, Catarina assegura: “O nosso casamento e as memórias dele são, no fundo, o nosso tesouro mais bem guardado”.

E confrontada com a questão quanto a uma eventual gravidez, a apresentadora responde: “Quando estiver grávida vai ser evidente”.

Ao abrir as portas da sua intimidade, Catarina confessa-se profundamente desiludida com alguma Imprensa, mas está confiante quanto à compreensão e carinho do público: “No fundo, o público entende muito bem. Pode eventualmente ficar triste por não ter visto o vestido de noiva, a cerimónia, mas no fundo percebe, porque a reacção que as pessoas têm tido é discreta”.

E lança um aviso: “Reajo mal aos ‘paparazzi’. São escusadas as investidas mal-educadas à nossa casa, à quinta onde decidimos dar o ‘sim’ ou ao nosso dia-a-dia”.</aux></texto>

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.pesquisar

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Últimas:

. Mariana Monteiro esteve n...

. Sílvia conduz gala a favo...

. David Carreira dá cartas ...

. Nuno Santos troca RTP pel...

. A Mariana Monteiro é lind...

. Britney Spears roubou isq...

. Striptease deixa marcas e...

. Russell Crowe e Nicole Ki...

. Eu e a Margarida temos um...

. Helena Isabel: Em forma

. Isabel Figueira convive c...

. Cantor desmente romance

. Rita Egídio está grávida

. Carol Castro ASSALTADA

. Modelos mal se falam

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.tags

. a bela e o mestre(6)

. alexandra lencastre(29)

. alinne moraes(8)

. ana guiomar(5)

. angelico vieira(16)

. angelina jolie(20)

. antonio pedro cerdeira(13)

. band(8)

. barbara guimaraes(6)

. barbara norton de matos(5)

. belissima(9)

. benedita pereira(6)

. brad pitt(13)

. britney spears(8)

. canta por mim(4)

. carolina dieckmann(5)

. catarina furtado(20)

. caua reymond(9)

. cesar peixoto(11)

. christina aguilera(6)

. cinha jardim(5)

. claudia semedo(5)

. claudia vieira(28)

. cleo pires(7)

. cristiano ronaldo(29)

. dalila carmo(9)

. dança comigo(11)

. dani(7)

. daniela mercury(5)

. daniela ruah(13)

. danielle suzuki(6)

. deborah secco(7)

. deixa-me amar(9)

. diana chaves(22)

. diogo amaral(10)

. doce fugitiva(5)

. dzrt(6)

. elsa raposo(7)

. fala-me de amor(4)

. fernanda serrano(15)

. floribella(13)

. francisco adam(5)

. francisco penim(5)

. gato fedorento(7)

. globo(25)

. gloria pires(4)

. guilherme berenguer(4)

. helena isabel(4)

. henri castelli(4)

. herman josé(4)

. ilha dos amores(16)

. imperius(7)

. ines castel-branco(6)

. ines simoes(4)

. isabel figueira(34)

. ivete sangalo(4)

. jennifer lopez(5)

. jessica athaide(4)

. joana duarte(11)

. joana solnado(13)

. joão reis(9)

. jose fidalgo(6)

. juliana paes(6)

. luciana abreu(15)

. mafalda pinto(6)

. margarida vila nova(18)

. maria joão bastos(15)

. mariana monteiro(7)

. marisa cruz(8)

. melanie c(5)

. merche romero(46)

. morangos com açucar(51)

. nbp(5)

. operaçao triunfo(5)

. paixões proibidas(7)

. paula lobo antunes(6)

. paula neves(6)

. paulo pires(7)

. pedro granger(6)

. pedro miguel ramos(8)

. pedro teixeira(10)

. ricardo pereira(16)

. rita andrade(5)

. rita pereira(20)

. rodrigo menezes(6)

. rtp(43)

. rtp1(30)

. rtp2(5)

. ruy de carvalho(5)

. são josé correia(11)

. shakira(8)

. sic(71)

. silvia alberto(11)

. sofia alves(9)

. sonia araujo(6)

. soraia chaves(24)

. tempo de viver(9)

. tu e eu(8)

. tvi(126)

. vila faia(5)

. todas as tags

.Links:

blogs SAPO

.subscrever feeds