Sexta-feira, 30 de Março de 2007

Floribella e Clarinha, um encontro inesquecível

 

 

Doces, meigas e de sorriso aberto, elas conquistaram o público. De um lado, Joana Mocarzel, a estrela maior de “Páginas da Vida”, a menina com síndroma de Down que, graças à sua interpretação como Clarinha, encantou o Brasil e Portugal.

 

Do outro, Luciana Abreu, a Flor, que, de norte a sul do País, tem fãs que vibram só de ouvir o seu nome. Elas são responsáveis pelas boas audiências nas noites da SIC e vão encontrar-se na entrega dos Globos de Ouro, numa noite de festa cheia de glamour. Será um encontro inesquecível e pleno de emoção entre duas estrelas que só recentemente conheceram o sucesso, mas que criaram um sentimento de afecto e ternura por parte do público, graças aos papéis que desempenharam.

 

Tanto a Joana como a Luciana caberá a honra de subir ao palco e entregar prémios que distinguem os melhores em várias áreas da cultura nesta gala da revista “Caras” e da SIC.

 

Duas guerreiras

Joana, de 7 anos, é uma verdadeira heroína. Ela já havia feito um documentário, “De Luto a Luto”, realizado pelo seu pai, o cineasta Evaldo Mocarzel, para combater o preconceito contra a Trissomia 21, doença de que é portadora. Já foi alvo de inúmeras homenagens e tributos, uma vez que, com a sua coragem e determinação, faz com que a luta pela integração das pessoas com deficiência seja cada vez mais uma realidade.

Nesta noite de festa, terá ao seu lado Luciana Abreu, de 23 anos, que nunca se ficou com um não. Batalhou, desde muito nova, por um lugar ao sol, para poder demonstrar todo o seu talento. O seu percurso é bem conhecido: desde os 13 anos, com o programa “Cantigas da Rua”, que Luciana não desiste. Daí até ao “Ídolos”, da SIC, e ao casting para protagonista de “Floribella” a sua história escreve-se num ápice e com final feliz.

Orsi Féher na GQ de Abril 2007

A objectiva do fotografo Pedro Ferreira captou a modelo da Face Models com a produção de Gabriela Pinheiro, onde ORSI confessa que o seu coração........., vai ao ginásio, na Hungria não dava dois beijinhos, os homens fazem comentários e que gostava de trabalhar com o Almodóvar. O resto pode conferir na GQ de Abril

Joana Solnado: “Já perdi a minha privacidade, mas não a intimidade”

Assim que terminou as gravações da novela Tempo de Viver, Joana Solnado rumou à ilha de S. Miguel, nos Açores, para começar a gravar as primeiras cenas da nova novela da TVI, Ilha dos Amores, onde interpretará o papel de Mariana Machado da Câmara. “Não queria fazer duas novelas seguidas, mas assim que conheci a Mariana, não consegui recusar. Este é, sem dúvida, o maior desafio em televisão que já fiz até hoje. Estou a gostar tanto desta personagem que estou extremamente confiante no resultado”, confessou a actriz.


Neta de Raul Solnado, é ao avô que Joana recorre quando precisa de algum conselho a nível profissional. “Se tenho alguma dúvida ou preciso de ajuda, ligo-lhe, e ele é sempre o mais sincero possível comigo, o que me ajuda e tranquiliza bastante. É muito bom saber que posso contar com isso. Mas o meu maior crítico é o meu irmão, de 11 anos. É muito espontâneo e diz-me a verdade toda.” [risos]


Desde o início da sua carreira que a jovem actriz prima pela discrição e tenta ao máximo preservar a sua vida pessoal. Separada de Diogo Amaral há alguns meses, não se lhe conhece outro namorado e Joana também não gosta de falar do assunto. “Já perdi a minha privacidade, mas a intimidade ainda não, e não o quero fazer. Gosto que me reconheçam pelo meu trabalho”, justificou Joana.

Catarina Furtado prefere Mário Soares a Sócrates

RTP 1: Para participar no 'Dança Comigo'

Catarina Furtado não trocava Mário Soares por José Sócrates. Mas, apesar da confissão, dificilmente a apresentadora conseguirá ter o antigo Presidente da República a participar na terceira temporada de ‘Dança Comigo’, que arranca sábado, em Elvas.

A apresentadora também gostava de ter futebolistas no programa

A estrela do programa da RTP 1 disse ontem, na apresentação à imprensa, que a simplicidade do formato está na base do seu sucesso. Mas o êxito de ‘Dança Comigo’ pode ter outra dimensão se, por exemplo, se registar a adesão de políticos. “Gostava de ter mais políticos” no programa, “gostava de ver a desconstrução” dos políticos em palco, diz Catarina Furtado. E interpelada pelo CM se o político que elegeria para participar no formato seria José Sócrates, a apresentadora foi peremptória: “Gostava mais de ter Mário Soares.” Para tudo ou para quase tudo há uma explicação. Basta uma simples pausa para reflexão. Catarina fez a pausa e acrescentou: “Eu já dancei com Mário Soares... na emissão de inauguração da SIC. Foi uma valsa.”

Mas, para lá dos políticos, a vedeta da televisão pública não esconde que outro tipo de portugueses desejava ter no seu programa. Engenheiros que fazem estudos sobre a Ota ou gestores da Universidade Independente? Nem uns nem outros. “Gostava de ver futebolistas no ‘Dança Comigo’.”

No arranque da terceira temporada, depois de amanhã, a seguir ao programa ‘Voz do Cidadão’ e a partir do Coliseu de Elvas – onde, a 28 de Abril, actuará o bailarino Joaquín Cortez –, Catarina Furtado apresentará os ‘dançarinos’ Isabel Figueira, Valentina Torres, José Fidalgo e Pedro Guedes, os quais se submeterão às apreciações de São José Lapa, João Baião e Marco de Camillis, os jurados-residentes. No primeiro de uma série de 14 emissões, cujas meias-finais – também por ‘cunha’ de Catarina Furtado – poderão realizar-se fora de portas, Artur Agostinho é o convidado para integrar o júri.

Construído há seis meses, no local onde funcionava uma praça de toiros, o Coliseu de Elvas acolherá, sábado, três mil pessoas, embora o espaço – entre Madrid e Lisboa não há outro igual – possa albergar 6500. Mas o palco, elevado, e as estruturas cenográficas acabam por roubar espaço para assistentes. Ganha o espectáculo televisivo, fruto, também, de uma maior luminosidade introduzida pela produtora, a Endemol.

À semelhança da anterior edição, o ‘Dança Comigo’ terá uma sessão com anónimos. O programa, em moldes ainda a definir, elegerá o par que representará Portugal, em Setembro, em Londres, num Festival Europeu de dança que congregará 15 países.

Merche combate horário frágil

Sei quais são os pontos fracos da nossa programação e este é um deles”, reconhece Nuno Santos, director de Programas da RTP, justificando assim a escolha de Merche Romero para apresentar ‘Factor M’, magazine de 90 minutos que estreia amanhã, às 11h30

Maria João Vieira, Liliana Santos, Merche Romero

Maria João Vieira, Liliana Santos, Merche Romero

Merche tem “grande empatia” com o público, “generosidade” e “nervo”. É, por tudo isto, a pessoa certa para a RTP “agarrar um público adulto e mais jovem, entre os 25 e os 44 anos, e mais urbano”, explica o director da estação pública. Marta Crawford, psicóloga, e antiga apresentadora do ‘A, B Sexo’, na TVI, Liliana Santos, actriz e manequim, e Maria João Vieira, jornalista, são as colaboradoras residentes do novo magazine e “aposta forte” da RTP 1.

‘Factor M’, que para a equipa do programa pode significar “mulher, manhã, modernidade e mudança”, vai abordar questões sobre psicologia, moda, decoração, saúde e bem-estar, livros, teatro e cinema, entre outros temas.

O novo espaço semanal vai, também, espreitar a vida privada e profissional dos famosos. “Mas não vamos fazer corte e costura”, diz a apresentadora.

Apostada em esbater a fragilidade da programação aos sábados de manhã, a apresentadora diz que o directo é o registo da sua preferência, porque é com ele que os programas de televisão ganham “mais autenticidade”. “Acredito plenamente neste projecto e nesta equipa. E não me assusta o horário”, sublinha Merche Romero, que vê em ‘Factor M’ um novo passo na aprendizagem e na carreira.

Depois de quatro anos no ‘Portugal no Coração’, a sua “grande escola”, Merche Romero diz que o formato conduzido por Júlio Isidro e Marta Leite de Castro “cresceu e vingou” e “cada apresentador tem a sua forma de estar. A equipa do ‘Portugal no Coração’ está bem e fico contente por ela”.

Benfiquista ferrenha, Merche Romero, de trinta anos, que continuará a viver no Porto, promete torcer, quinta-feira, em Barcelona, no Estádio Montejuic, pelo Benfica, que defronta o Espanhol. CM

Segunda-feira, 26 de Março de 2007

Segundo a TV Guia: o tubarão é.........

A edição desta semana da TV Guia anuncia, em exclusivo, que a decisão da verdadeira identidade do Tubarão já está tomada. Clara (Gracinda Nave) é a escolhida e vai ser ela a mostrar-se por trás da máscara da personagem-mistério.


À semelhança de Guida (Sofia Aparício) de «Ninguém Como Tu», mais uma vez a aposta recai sobre uma mulher para a chave de todo o mistério. Rejeitada desde sempre pelo patrão e vista só como uma secretária, a mãe de Tomás planeia o fim de Fausto Martins de Mello, seu patrão.

Conhecedora como poucos da empresa e da vida pessoal de Fausto, Clara não tem muitas dificuldades para tecer a teia que, lentamente, vai envolvendo o vilão. Só a casa lhe escapava. Para isso adquire a cumplicidade de Filipe, sobrinho do alvo e passa a dispor de todas as informações.

No fim, com a verdade descoberta, Clara é presa e Vítor, o marido, aproxima-se de Marta, a melhor amiga do casal.

FONTE: TELEVIZOOM

Domingo, 25 de Março de 2007

«Ilha dos Amores» - O ELENCO

«Ilha dos Amores» tem estreia marcada para amanhã, no horário nobre da TVI. Conheça o elenco completo desta produção da NBP, escrita por Maria João Mira.


Personagens/Actores

Maria Amélia Machado da Câmara/Elisa Lisboa
Beatriz Machado da Câmara/Sofia Nicholson
Clara Machado da Câmara/Sofia Alves
Mónica Machado da Câmara/Diana Chaves
Mariana Machado da Câmara/Joana Solnado
Benvinda Formiga/Maria D’Aires
Cipriano Formiga/Zeca Medeiros

Caetano Machado da Câmara/Nuno Homem de Sá
Carmo Machado da Câmara/Susana Arrais
Carlota Machado da Câmara/Jessica Athayde
Constança Machado da Câmara/Débora Amado

Jaime Valente/Adriano Luz
Madalena Valente/Ana Nave
Tomé Valente/Marco D’Almeida
Miguel Valente/Carloto Cotta
Mafalda Figueira/Núria Madruga
Xavier Santos/João Lagarto
Anabela Santos/Joana Santos

Henrique Medeiros/António Capelo
Cecília Medeiros/Helena Laureano
Vera Medeiros/Cláudia Vieira
Catarina Medeiros/Joana Duarte
Paulo Carroça/Almeno Gonçalves
Alice Carroça/Manuela Couto

Maria Assunção Costa (São)/Carla Andrino
João Pedro Costa (JP)/Daniel Cardoso
Filomena Costa (Mena)/Ana Rita Tristão
Joana Costa (Joaninha)/Ana Sofia Silva

Rui Pestana/Pedro Lima
Luísa Pestana/Rita Lello
André Pestana/João Pedro Cajuda
Maria Pestana/Diana Nicolau
Patrícia Pestana/Carolina Represas

Maria da Glória Cosme (Glorinha)/Helena Isabel
Gil de Jesus/André Nunes
Lisa Pinheiro/Mafalda Pinto
Tobias Raposo/Marco Delgado
Duarte Madeira (Duda)/Diogo Valsassina

Elenco Anos 70

Álvaro Machado da Câmara/Vítor Norte
Maria Amélia Machado da Câmara/Isabel Medina
Beatriz Machado da Câmara/Vera Kolodzig
Cipriano Formiga/Nuno Nunes
Jaime Valente/Hugo Tavares
Henrique Medeiros/Rui Drummond
Paulo Carroça/Severino Carvalho
Alice Carroça/Adriana Moniz
Fonte: televizoom

Júri e Daniel tramam Liliana

A ruiva proveniente de Corroios, dizem os colegas de bar, está a ser prejudicada. “O júri não gosta da Liliana”, garantem, como sublinham o facto de a barmaid não ter sido muito feliz a escolher o par. Em vez de Daniel preferiam vê-la ao lado de Lipari. A patroa, essa, enaltece as qualidades profissionais da empregada e pede para a deixarem em prova.

Liliana Mendes já sabe o significado de lóbi e  NATO

Os colegas são unânimes: Liliana Mendes, a barmaid de Corroios que forma com Daniel um dos casais nomeados de ‘A Bela e o Mestre’ para a gala de hoje, está a ser prejudicada. Nem o júri escapa ao juízo dos companheiros de bar.

“Sentimos, desde o início do programa, que o júri não gosta da Liliana. E notamos que mostram poucas imagens dela, o que a prejudica, porque é linda e divertida! Ela está a ser subaproveitada!”, dizem ao CM os companheiros de trabalho Alessio Alsama e Carla Jesus. O duo não se coíbe também de responsabilizar o ribatejano de Almeirim que pegou toiros nos forcados da Chamusca. “O par também não ajuda”, afirmam, referindo-se a Daniel Nogueira, também conhecido por ‘Mestre Torero’.

Dois dos colegas mais próximos da ‘bela’, Alessio, que integra o sector de Relações Públicas da discoteca onde ela trabalha no bar, e Carla Jesus, de 17 anos, residente em Foros de Amora, funcionária da caixa no mesmo espaço de diversão nocturna, confessam-se “decepcionados” pelo facto de não verem a TVI passar imagens divertidas da barmaid e do seu ‘mestre’. E, profissionalmente, como será a concorrente proveniente da margem Sul? “A Liliana é fantástica como barmaid! É algo que ela faz com gosto. E é uma pessoa muito animada e dinâmica”, garante ao nosso jornal Alessio.

Os colegas, a propósito do desempenho de Liliana no concurso, mais exactamente da vertente intelectual, consideram “muito estranho” que a ‘bela’ “não saiba responder a questões básicas de cultura geral, uma vez que é uma pessoa com quem se pode conversar sobre qualquer assunto, mesmo sobre temas internacionais”.

No perfil da jovem, traçado pela produtora do programa da estação de Queluz de Baixo, a Endemol, pode ler-se que Liliana tem “pouca cultura geral”, mas, no entanto, “está pronta para aprender e até gosta deste novo desafio”. Mais à frente, no texto divulgado pela produtora, já se pode ler que a “falta de cultura geral” de Liliana se deve “ao facto de ter deixado de estudar muito cedo para conseguir trabalhar e ajudar em casa”.

Por falar em ajuda, os colegas de trabalho de Liliana reconhecem que a concorrente não foi muito inteligente quando, há duas semanas, agarrou Daniel pelo braço. “Ela escolheu mal o companheiro de jogo. Ele não tem muito jeito para ensinar. Tinha mais hipóteses de chegar à final se tivesse ficado com o Lipari!”, opina Alessio Alsama.

Tenha ou não jeito para ensinar, a verdade é que Liliana e Daniel não se cansam de estudar. A ‘bela’, agora, já sabe o significado de lóbi e NATO. Pelo menos o Daniel explicou-lhe. E tanto se aplicaram nos estudos que até chegaram em último lugar à mesa para jantar, razão bastante para Liliana reclamar. A moça estava mesmo aborrecida, pois via que o repasto não lhe aconchegava o estômago. “E que tal darem-nos mais comida?!”, protestou.

Celeste Portugal, proprietária, juntamente com o irmão, Túlio, da discoteca da Amora, HK, onde Liliana é barmaid há três anos, um espaço com lotação para mil clientes e que emprega 50 pessoas, louva a menina ruiva, que considera “uma das mais lindas empregadas de bar” e, ainda por cima “uma óptima profissional!”

A patroa de Liliana não está com rodeios: “Os ‘mestres’ têm de fazer um pouco de meninos-parvos. E o Daniel é normal, é um universitário bem-disposto. Por isso, eles não formam o casal tipo do programa.” Celeste Portugal reconhece, por outro lado, que a sua empregada “ainda parece acanhada” e, por isso, faz uma apelo a quem pode decidir sobre a continuidade em prova: “A Liliana poderá começar a revelar-se.”

BARMAIDS MAS POUCO

As ‘belas’ foram surpreendidas com uma prova: preparar um cocktail. A tarefa era aparentemente fácil para quem exerce a profissão de barmaid (cinco das oito concorrentes que iniciaram o concurso têm essa actividade).

Era, pois o desempenho foi desastroso. Os ‘mestres’ foram os provadores e reagiram com caretas às misturas das várias bebidas, algumas delas alcoólicas, feitas pelas companheiras. Em jeito de brincadeira e depois de provar os cocktails confeccionados por Liliana – teve o cuidado de avisar que ia “fazer uma mistela” – e Tatiana, Daniel perguntou: “Tenho de ser eu a ir fazer isso?” As coisas começaram a melhorar com a mistura preparada por Sandra. “Não é tão mau como os outros”, desabafaram, aliviados, os rapazes.

Sofia também não esteve nada mal. “Este está bom!”, realçou Gil. Seguiu-se Vera, que optou por uma piñacolada, mas não convenceu os ‘mestres’. Marina não desiludiu, mas foi Telma quem despertou o palato dos companheiros e, por isso, venceu a prova. Com tantas bebidas à mistura, a noite foi muita animada e o alpendre da mansão depressa se transformou numa espécie de discoteca.

A BELA CALINADA

TELMA MATEUS: Vou falar do conflito Israelo-pasteliano... - A jovem queria referir-se, sim, ao ao conflito israelo-palestiniano, um dos temas que tem estado a preparar para a gala de hoje.

MARINA RODRIGUES: Países como Veneza... - Veneza é, sim, uma cidade de Itália, conhecida mundialmente pelos seus canais, bem como pelo Carnaval.

O OLHAR DE MESTRE (A opinião de Ana Santa Clara, colunista do caderno Vidas)

A fórmula para ganhar um programa destes está mais do que inventada. E portanto, é só saber jogar. Basta conhecer as regras! É que tratando-se de um concurso televisivo, é só ir garantindo que a nossa participação dá mais audiências, de modo a que, na comparação semanal, os adversários vão sendo eliminados por ‘falta de interesse’.

Ou seja, é ir prometendo ‘animação’ ao povo, o que quer dizer ir dando um cheirinho todas as semanas mas nunca tudo, para alimentar a curiosidade sobre o que mais pode ainda acontecer, o que, dependendo de qual das quatro ‘tácticas de jogo’ se optou – a do pobre desgraçadinho, tipo Zé Maria, os palhacinhos da escola Castelo Branco, os maus da fita Nunos e Marcos ou os predadores sexuais Frotas e Sá Leão – será sempre sexo, porrada, desgraçada ou gargalhada, os quatro ingredientes de sucesso que, convém não esquecer, não é ganhar o concurso, mas assegurar a fama para lá do programa.       Correio da Manhã

Sábado, 24 de Março de 2007

'A Bela e o Mestre': Concorrentes já se queixam

As ‘belas’ começam a ficar preocupadas. O excesso de peso não lhes tira o sono nem lhes rouba desenvoltura intelectual, mas, claro, afecta-lhes um pouco a auto-estima. E, como outra gala está à porta, é preciso recuperar, minimamente, a forma física, para amanhã nos estúdios da Venda do Pinheiro não se notar tanto a celulite quando cruzarem as pernas.
Liliana diz, a brincar, que a 'banha' que tem é do 'álcool'. Há concorrentes com três quilos a mais

A conversa do peso surgiu ontem em pleno ginásio. As concorrentes do reality show da TVI chegaram inclusive a comparar as barriguinhas, concluindo que estão mais gordas. Liliana, barmaid no dia-a-dia, não tem opinião sobre o aborto ou o 11 de Setembro, mas já encontrou uma explicação para os quilos a mais. “Isto é a banha do álcool é o que é”, confessou, em jeito de brincadeira, a concorrente proveniente de Almada que, com Marina e Sandra, se submeteu a alguns exercícios físicos para eliminar o excesso de peso.

Mas a condição física é assunto transversal. Os ‘mestres’ também necessitam de atingir outro estádio de forma. Por isso, foi vê-los a acelerar na bicicleta ou passadeira do ginásio. Mas não se pense que Lipari, Gil, Daniel e Jaime se esqueceram de trabalhar os bíceps. Não, os concorrentes levantaram pesos, preparando-se assim para o ‘sarau’ de amanhã à noite, dia da terceira gala de ‘A Bela e o Mestre’.

O aumento de peso varia de concorrente para concorrente, mas todos sentem que estão mais pesados, falando-se em valores que oscilam entre um e três quilos. Até amanhã há tempo para perder mais algumas gramas, tudo dependendo, claro, do tipo de exercício e da alimentação, que, na casa, diz-se, é equilibrada. Talvez por essa razão a maioria dos ‘mestres’ coma sopa, essa verdadeira tranca da barriga dos povos mediterrâneos. E não é preciso ameaçá-los com a presença do guarda republicano para a comerem. Comem a sopinha toda e com prazer. Em contrapartida, ontem torceram o nariz quando lhes serviram peixe-espada preto.

Cláudia Vieira bate Soraia Chaves

A estrela de ‘O Crime do Padre Amaro’ era um dos nomes que estavam a ser discutidos para a nova imagem da Triumph. No entanto, a marca preferiu Cláudia Vieira. “Deu-se uma fuga de informação e realmente houve vários nomes que foram falados e o da Soraia [Chaves] foi um deles”, explica a actriz, confessando que a nova campanha da marca de lingerie surge numa “altura fantástica” da sua carreira.

Sucessora de Isabel Figueira, Cláudia Vieira aceita, de muito bom grado, este título, apesar de não se identificar com a personalidade da apresentadora da RTP 1. “Ela é prática e descontraída como eu, mas é uma fala-barato. Já a conheço há muito anos”, conta a manequim, que discorda do facto de Isabel expor publicamente a sua vida privada. “Não tem a ver comigo. São opções”, defende, referindo, ainda assim, que “Isabel é uma das portuguesas mais sensuais”.

Quando foi escolhida para representar a Triumph este Verão, Cláudia Vieira sabia que era uma oportunidade a não desperdiçar, ainda para mais quando a marca lhe explicou os motivos da escolha. “Soube-me tão bem ouvir que eles procuravam a imagem de uma pessoa acessível, genuína, fresca e com a qual as pessoas se pudessem identificar”, frisa.

Agora, o seu corpo estará espalhado por Portugal inteiro, o que não incomoda nada a actriz, até porque ela faz questão de esclarecer que lida bem com o seu corpo. Até os seus pais, apesar de “conservadores”, aceitaram bastante bem este novo passo na carreira da manequim. “Eles são conservadores mas não rígidos. Claro que não deve ser muito confortável para o meu pai ouvir os amigos a falar da filha, mas ele conhece-me e eu fiz questão de lhe explicar o objectivo da campanha da Triumph”, refere Cláudia Vieira, recordando que esta não é a primeira vez que trabalha com a marca de lingerie. “Já tinha feito desfiles para a Triumph antes de fazer TV. Obviamente que nessa altura nunca poderia ser a imagem da marca, porque era preciso um rosto com que as pessoas se identificassem”, conclui.

PEDRO TEIXEIRA ORGULHOSO

O namorado de Cláudia Vieira, o actor Pedro Teixeira, foi um dos primeiros a saber que a actriz tinha sido escolhida para representar a marca. “Ele gostou porque percebeu o quão radiante eu fiquei quando soube que ia fazer esta campanha. O Pedro está muito orgulhoso”, diz. A relação que nasceu durante os ‘Morangos com Açúcar’ – há mais de dois anos – já se tornou mais séria. Cláudia e Pedro vivem juntos e a sua casa tornou-se no centro de toda a família.

“Apesar de ter saído de casa dos meus pais, continuo a ir lá com muita frequência. Mas a minha casa está a tornar-se no centro familiar. Os almoços e jantares de família, tanto a minha como a do Pedro, acontecem agora em minha casa e eu adoro”, refere Cláudia Vieira, que de momento se divide entre Lisboa e os Açores, onde está a gravar a nova novela da TVI, ‘Ilha dos Amores’. “Qualquer dia rapto o Pedro e levo-o até aos Açores”, remata.

Madonna: O outro lado da diva da Pop

Sim, ela é a “miúda materialista” que vive “num Mundo materialista” e diz sentir-se ‘como uma virgem’, mesmo se assume uma atitude sexualmente dominadora. Provocadora em toda a linha, simula crucificar-se em palco e confessa-se na pista de dança.

Ela é Madonna Louise Veronica Ciccone Ritchie ou simplesmente Madonna. Embora conhecida principalmente como rainha da pop, é uma mulher de sete ofícios: actriz, estilista e escritora de livros infantis. Já são cinco.

“Por que não escreves livros para crianças e compartilhas a sabedoria que adquiriste como adulta?”, perguntou-lhe um dia o professor de Cabala, vertente mística do Judaísmo, de que Madonna é adepta. Na altura, ela considerou a ideia “meio maluca”, mas, após reflexão, concluiu que seria “um bom desafio”, como afirmou em entrevista à ‘Publishers Weekly Daily’.

‘English Roses’ [‘Rosas Inglesas’] é o título da primeira história escrita pela diva. Inspirou-se na filha Lourdes Maria. “Ela frequenta uma escola francesa em Londres. Estuda com um grupo de meninas a que os professoras chamam ‘rosas inglesas’.” Está explicado.

O livro conta a história de quatro amigas, invejosas da beleza de uma colega de classe. Moral: não devemos julgar os outros pela aparência.

“Cada um dos cinco livros está relacionado com maneiras de nos desligarmos de Deus”, explicou a autora, certa de que “existe apenas uma força de vida em todo o Universo e quando nos separamos dela trazemos o caos e o sofrimento para as nossas vidas”.

Se as ‘rosas inglesas’ julgam pelas aparências, o senhor ‘Pipas de Massa’, título de um outro livro, embora muito rico, não é feliz. Madonna há-de saber do que fala ou melhor acerca do que escreve – afinal é a mulher que mais dinheiro ganha no mundo da música. “Não faço isto [livros para crianças] para ficar mais rica ou mais famosa.”

MILIONÁRIA E CÉLEBRE

Milionária e célebre já ela era antes. Isso ajudou-a a lançar-se como escritora: “Tenho um público, as pessoas sabem quem eu sou e prestam atenção ao que eu digo e faço.”

Mas é também por se ter prestado atenção ao que Madonna disse e fez nos últimos anos que não pode evitar-se perguntar-lhe o que tem o mundo da música pop a ver com a literatura infantil. “No fim de contas eu sou mãe [dois filhos naturais e um adoptado]. Quem melhor poderia escrever livros para crianças?”

Madonna não se importa demais com o que dizem as pessoas. Faz o que lhe apetece. E não vê contradição entre apetecer-lhe não só posar mas escrever explicitamente sobre sexo, como fez no livro ‘Sex Book’, e depois histórias infantis. Madonna remete ‘Sex Book’ para “outra época” da sua vida, de que não se arrepende. “Por que devia arrepender-me de alguma coisa que eu já fiz? Se não tivesse feito tudo o que fiz não seria quem sou hoje.” E não se fica por aqui: “Tirei a roupa em algumas fotos. Isso é moda hoje em dia.”

Mas, quando lhe perguntam o que maior satisfação lhe causou, considerando tudo o que fez em termos criativos, não hesita: escrever para crianças. Principalmente para as desobedientes, a quem dedica um dos seus livros. “Mesmo as pessoas mais desobedientes têm o poder da fazer algo bom para o Mundo e de oferecer-lhe algo bom.” Madonna não só admite que os filhos dela – Lourdes, Rocco e David – nem sempre lhe obedecem, como afirma ser ela própria “a criança desobediente número um”.

O mais compensador de tudo, afirma, é quando as pessoas se aproximam para dizer-lhe que os livros, que ela escreveu, tiveram influência nas suas vidas. “Tenho uma amiga psicoterapeuta que trabalha com muitas crianças e adolescentes que sofreram abusos.

Ela usa os livros durante os processos terapêuticos. Isso para mim é muito gratificante.” Madonna gosta de contar ter recebido uma carta de uma criança negligenciada pelos pais. “Ela disse-me que ‘English Roses’ [‘Rosas Inglesas’] passou a ser a bíblia dela. Que o livro a tem ajudado em momentos complicados. Este tipo de responsabilidade leva-me a pensar que estou a fazer alguma coisa certa.”

Os cinco livros da cantora vão ser distribuídos a partir de amanhã, e nas segundas-feiras seguintes, com este jornal por um preço unitário de 5,9 euros. Serão apenas os primeiros de uma colecção intitulada ‘Livros Infantis dos Famosos’.

PINTOR PORTUGUÊS A VIVER EM ITÁLIA ILUSTROU UM DOS LIVROS DE MADONNA

Rui Paes é português e ilustrou ‘Pipas de Massa’, um dos cinco livros infantis escritos por Madonna (que passam a acompanhar a edição de segunda-feira do jornal Correio da Manhã por apenas mais 5,90 euros).

Até ao momento em que foi escolhido pela cantora, o pintor, a viver em Itália, tinha apenas ilustrado, aos 18 anos, um livro de contos assinado pela mãe, Glória Santana. Para criar o ambiente, barroco, onde se movimenta o rico e amargurado ‘Pipas’, Rui Paes inspirou-se na cidade de Siena e na arquitectura de Génova.

Correio da Manha

tags:

Filho de Tony Carreira actor

Não canta mas também encanta. David Antunes, o filho do meio do cantor Tony Carreira e irmão de Mickael Carreira, prepara-se para entrar no elenco da telenovela da TVI ‘Morangos com Açúcar’.
O jovem de 15 anos foi seleccionado através de um casting da NBP

O jovem, de 15 anos, efectuou no início deste ano um casting promovido pela produtora NBP e, segundo apurou o Correio Êxito, ficou entre os 30 primeiros classificados, ou seja, o grupo que já a partir do próximo mês de Junho irá efectuar um curso intensivo de representação, com a duração de um mês, que irá prepará-lo para enfrentar as câmaras.

Depois de um breve período de férias, David Antunes irá então conhecer a personagem que lhe caberá em sorte e iniciará as filmagens. Os primeiros episódios com o mais jovem varão da família Carreira irão para o ar logo no início de Setembro, altura em que a TVI arranca com uma nova fase da novela, que se seguirá à já habitual série de Verão.

Restam assim poucos meses de anonimato a David que, a avaliar pela foto, promete transformar-se no novo galã dos ‘Morangos com Açúcar’ e destroçar muitos corações...

Mas, até lá, David Antunes ainda tem muito que fazer, concretamente terminar o nono ano de escolaridade, que frequenta no prestigiado Liceu Francês, em Lisboa, e dedicar-se a outra das suas grandes paixões: o futebol. É que para além de dotes de actor, o rapaz também tem talento nos pés: faz parte do escalão de juvenis do Sport Lisboa e Benfica.

Entretanto, o seu irmão Mickael Carreira vai estrear-se na sala mítica de Lisboa, o Coliseu, onde efectua um concerto único a 19 de Maio. CM

Sexta-feira, 23 de Março de 2007

Avril Lavigne pressionada a mudar de estilo

Avril Lavigne foi pressionada pela mãe a mudar de estilo e atitude. No que dependesse da mãe, a música da rocker rebelde seria como A da princesinha Britney Spears. "Quando era mais nova, a minha mãe obrigou-me a ver um concerto da Britney, para ver como ela se apresentava e para tentar influenciar-me a ser como a cantora pop ", revelou Lavigne. Mas a opção e tendência para o rock da cantora prevaleceu. O novo CD de Avril chega às prateleiras americanas no dia 16 de Abril. O trabalho da canadiana, de estilo rebelde, é intitulado "The best damn thing" e o primeiro single, "Girlfriend", será lançado a 2 de Abril e já tem versões em japonês e espanhol. Já a promover o álbum, a cantora posou para a "Arena magazine" de Abril e explorou a sua faceta de menina rebelde.

"Prison break" vai ter terceira temporada

 

 

 

 

 

Acadeia norte-americana Fox deu luz verde para a produção da terceira temporada de "Prison break". A série, exibida em Portugal, apresentada como a grande aposta da estação para 2006, tem uma legião de fãs em todos os países por onde é transmitida e chegou a ter dez milhões de espectadores nos Estado Unidos, durante a exibição da primeira sequência de episódios.

Na primeira temporada, recebeu o prémio de revelação em drama televisivo do People's Choice Award e na edição deste ano dos Globos de Ouro, "Prison break" foi uma das nomeadas para o prémio de Melhor Série Dramática. O actor Wentworth Miller, que interpreta o personagem principal, "Michael Scofield", também recebeu a nomeação de Melhor Actor na mesma categoria.

A série conta a história de um homem, "Michael", que assalta um banco para ser preso numa cadeia de alta segurança onde organiza a sua fuga e a do irmão "Lincoln Burrows" (Dominic Purcell), que ali se encontra no corredor da morte. Para isso, tem de contar com o auxílio de alguns reclusos que se juntam a "Michael" na evasão.

A recta final desta fuga pode ser vista - ou revista, uma vez que a RTP1 terminou no último domingo a emissão da primeira temporada - num especial de três episódios que o canal do cabo por assinatura Fox vai exibir amanhã.

Numa emissão especial, que arranca pelas 17 horas, é dado a conhecer os bastidores de "Prison break", com comentários de alguns dos actores a respeito das personagens que interpretam. Seguem-se os três episódios que antecedem a grande final, cuja emissão vai para o ar no dia 29. Na segunda temporada, que ainda não tem estreia marcada em Portugal, os foragidos tentam não ser capturados e as suas histórias separam-se. Porém, Paul Scheuring, criador de "Prison break", citado pela TV Globo, adiantou que nos próximos episódios os personagens vão reencontrar-se e que a série vai regressar ao "conceito fundamental".

Do elenco fazem ainda parte os actores Robin Tunney, Amaury Nolasco, Wade Williams, Paul Adelstein e Sarah Wayne Callies, entre outros.

Pedro Teixeira e Cláudia Vieira juntos na publicidade

A dupla de actores Cláudia Vieira e Pedro Teixeira, são as caras da nova campanha -Crédito Habitação- do Banco Santander Totta.

 

Para além do spot televisivo o casal protagoniza os outdoors da mesma campanha.

Os dois actores estão actualmente envolvidos em projectos na área da representação.

Pedro Teixeira terminou recentemente as gravações da novela «Tempo de Viver» e Cláudia Vieira faz parte do elenco da nova produção da TVI «Ilha dos Amores», que irá estrear brevemente.

Sónia Brasão e Francisco Mendes têm nova agência

Novas caras na L Agence Talents

  

A L'Agence Talents conta com dois novos agenciados: a actriz Sónia Brasão e o apresentador Francisco Mendes são as novas caras da agência.

 

Francisco Mendes, cantor e apresentador, pode ser visto actualmente no programa «Top Mais».

Sónia Brasão tem protagonizado diversos trabalhos nas áreas da moda e da representação, fazendo parte actualmente do elenco da série juvenil, «Morangos Com Açúcar».

Sónia começou o seu percurso como actriz com a série Super Pai, seguindo-se a novela «Nunca Digas Adeus», «Bons Vizinhos», «Tudo Por Amor e Amanhecer».

Com carreiras cada vez mais consolidadas e reconhecidas nas respectivas áreas, Sónia e Francisco juntam-se agora à equipa L'Agence.

 

Damon detestou beijar Jolie

O actor viu o amigo Brad Pitt desejar-lhe boa sorte na altura  de filmar as cenas mais quentes. Angelina Jolie não se importou

Angelina Jolie é uma das mulheres mais cobiçadas mundialmente pelos homens. Muitos fariam tudo para passar uma noite com a actriz norte-americana. Imagine-se agora se tivessem a oportunidade de beijá-la ou mesmo estarem deitados ao lado dela, ainda que a fingir. Pois houve um sortudo que não tirou qualquer prazer dessa situação.

"Provavelmente sou um dos únicos homens que odiou beijar a Angelina Jolie”, confessou Matt Damon, que contracenou com a actriz em ‘O Bom Pastor’.

O problema é que Matt Damon é um dos melhores amigos de Brad Pitt, actual companheiro da protagonista de ‘Tomb Raider’. “Era impossível haver qualquer química entre nós. Beijá-la foi como beijar a minha irmã”, confessou Damon. “Simular cenas de sexo com uma amiga, ainda mais a namorada do Brad Pitt, foi muito estranho.”

Curiosa foi a reacção do outro lado. Segundo consta, e uma vez que Matt Damon não constitui qualquer ‘ameaça’ na relação, devido à grande amizade existente, Brad Pitt até lhe desejou boa sorte na altura de filmar as cenas mais quentes. Já Angelina Jolie, recentemente eleita a mulher mais sexy do Mundo por diversas revistas, não enfrentou problemas de maior.

“Foram cenas técnicas que fiz com uma pessoa de quem gosto muito. A única diferença entre beijar o Matt Damon e o Brad Pitt, é que um é um grande amigo e o outro o amor da minha vida”, explicou a actriz. Correio da Manhã

Cláudia Vieira - Sinto-me mais sensual

A menina dos ‘Morangos com Açúcar’ desapareceu. Agora surge uma mulher desinibida, que lida bem com o seu corpo. Cláudia Vieira é a nova imagem da marca de lingerie Triumph – sucedendo a Isabel Figueira – e confessa sentir-se “mais sensual”.
A actriz, que será a má da fita na nova novela da TVI, ‘Ilha dos Amores’, acredita que esta campanha será 'um marco' na sua carreira

“Sempre me considerei atrevida em algumas situações, apesar de a minha timidez não me permitir ser exuberante. Mas acho que a sensualidade sempre fez parte de mim, embora de uma forma mais recatada do que nesta fase”, diz a actriz, confessando que por continuarem a vê-la como “a menina dos ‘Morangos’”, achou que devia fazer esta campanha para se “desligar desse lado de menina e passar a ser a Cláudia Vieira mulher, mais sensual”.

Quando soube que a Triumph estava a negociar com a sua agência uma nova imagem, a manequim pensou que seria a campanha que “não queria, por nada deste mundo, perder”. “Queria agarrar esta oportunidade por ser a Triumph, uma marca de lingerie internacional com uma imagem muito bem cuidada. Tem uma qualidade que transmite confiança. Não é apenas uma marca de lingerie em que necessite de uma manequim para vender as peças”, frisa Cláudia, revelando sentir-se “perfeitamente à vontade” por o seu corpo estar espalhado, em outdoors, na rua. “Vou andar no meio da rua de cuecas e soutien, mas lido bem com isso”, garante.

A CRIADORA

Maria João Bahia foi a responsável pela jóia que a marca ofereceu a todas as embaixadoras da Triumph, como Marisa Cruz, Isabel Figueira e, agora, Cláudia Vieira. A jóia é em ouro branco, brilhantes e rubis e será, também, sucessivamente passada a cada uma das próximas mulheres Triumph. Correio da Manhã

Quarta-feira, 21 de Março de 2007

'Ilha dos Amores' corre a contra-relógio nos Açores

 

A luz filtrada pelas árvores do Jardim José do Canto, em São Miguel, Açores, determina o impacto da cena. Mariana (Joana Solnado) e Miguel (Carloto Cotta) desapareceram. Clara (Sofia Alves) engole o ódio e ajuda Tomé (Marco D'Almeida) a procurar o irmão, por acreditar que a irmã mais nova está com o rapaz. Cipriano Formiga (Zeca Medeiros), o caseiro, tenta chamá-la à razão.

A rodar entre o material técnico e os troncos, o realizador de exteriores da NBP, Carlos Dante, avalia a cena, ajusta-a, orienta a acção do sexto episódio de Ilha dos Amores. Há acertos a fazer com técnicos e actores, a nova novela da TVI estreia-se já a 26 e todo o tempo é pouco para gravar. Dante repete a cena uma e outra vez, captando a cor do fim de tarde.

"Meus senhores, peço silêncio a partir de agora, por favor..." Mais um acerto, o deslizar das câmaras nos carris, tudo a postos para repetir a cena. "Atenção, meus senhores, em silêncio. Atenção: a gravar e... acção!" Escondida entre as árvores, Joana Solnado aguarda o sinal, concentrada, a espantar o frio que se insinua nos pés nus e no vestido leve de alças.

Novamente os diálogos de Clara com o caseiro, de Clara com Tomé, a angústia do grupo apanhada pelas máquinas de filmar. Até agora nenhum dos jovens apareceu, a dor ficcionada torna-se quase verdade. E não podia ser de outro modo, explica ao DN a guionista, Maria João Mira.

Um amor que o oceano separou

"A história faz-se de emoções fortes: é dramática nos textos e interpretações", resume a autora, que vê a sua Ilha dos Amores como uma "saga clássica, autêntica". Desde o início que os Açores lhe sugeriram um amor separado pelo oceano. A autenticidade, diz, vem dos sentimentos que os Açores lhe despertam, "descomplexados e puros". Hoje, o enredo de equívocos, entre ilhas, vulcões e verde, agrada a toda a gente.

"Para mim, fazer a Mariana é o maior desafio que já tive até hoje", comenta Joana Solnado, empenhada em atravessar as dificuldades decorrentes de a personagem falar pouco e viver da expressão corporal. "Nunca fiz dois trabalhos em simultâneo, mas quando me apresentaram o papel não fui capaz de dizer que não."

Também Sofia Alves teve de aprender a lidar com a "prova de fogo" que a novela representa para si. "A adaptação tem sido dura, sobretudo pelo receio de ter marcas da minha antiga personagem coladas a mim", confessa a actriz. Se vale a pena? "O mais possível", chega pronta a resposta. "É um trabalho de vida, não podia ser mais aliciante."

O guião dita incursões constantes aos locais mais emblemáticos da ilha. Além do Jardim José do Canto, há o Paço Nossa Senhora da Vida (décor dos Machado da Câmara), o cenário selvagem da Caldeira Velha (na Ribeira Grande), a Fábrica de Chá Gorreana (que na novela se chama de Santa Bárbara). A beleza real sustenta a ficção da Ilha dos Amores.  DN

Sofia Alves confessa:"Estou feliz com o Celso e é isso que importa"

O sorriso delicado e a voz doce escondem uma mulher cheia de garra para lutar apaixonadamente pelos seus sonhos. Não é à toa que, aos 33 anos, Sofia Alves já exibe no currículo uma colecção de papéis marcantes em televisão e teatro.

  

Também não foi por acaso que, a poucos dias do seu casamento, um boato posto a circular na internet, através de um blog, que colocava em causa a integridade moral da actriz e a orientação sexual do seu marido, o encenador Celso Cleto, de 42 anos, a abalou, mas não a conseguiu derrubar.

Casou-se, a 2 de Janeiro deste ano, com o homem que diz amar e admirar, perante o olhar atento do seu único filho, Guilherme, de cinco anos, fruto da sua anterior relação amorosa. A ausência dos pais e da irmã da actriz, a quem sempre foi muito ligada, foi sentida. Por respeito aos laços familiares que sempre os unirão, Sofia prefere não falar nesse assunto. Desde esse dia, na sua mão esquerda, exibe, com visível orgulho, uma aliança com a inscrição “O amor é fogo que arde sem se ver”.

– Duas semanas após o seu casamento, partiu, em trabalho, para os Açores. Como está a viver essa experiência?
Sofia Alves – Apesar do ritmo alucinante das gravações, é sempre muito relaxante chegar à janela do quarto e ter o mar como fundo. Os Açores são um autêntico jardim.

– Que expectativas tem em relação a esta novela?
– São muito altas. Acho que estamos perante um projecto de elevada qualidade que conta com um elenco fortíssimo, com uma história clássica e muito bem concebida, da autoria da Maria João Mira, com quem já tive o prazer de trabalhar várias vezes. Para mim é sempre um desafio.

– É complicado viver dividida entre os Açores e Lisboa?
– Claro que a distância de casa, as horas de trabalho intensas, o pouco tempo livre e o grande volume de texto que tenho que decorar diariamente fazem de cada novela uma viagem longa e difícil, mas o facto de estar muito bem apoiada ajuda muito.

– O seu filho tem-na acompanhado nestas viagens. É reconfortante, depois de um dia de trabalho, ter o sorriso do Guilherme à sua espera?
– O Guilherme tem e terá sempre o melhor de mim. É no sorriso dele que encontro o meu.

– Deve ser complicado conseguir um equilíbrio emocional quando o trabalho a obriga a estar longe da família...
– Não é uma profissão nada fácil a de actriz, e quem pensa que temos a vida facilitada não tem noção alguma da nossa realidade. Por vezes temos que reunir forças extra, ter uma disciplina e orientação muito grandes em termos de agenda. Mas não estamos nunca sós. Acabamos por criar laços de amizade em trabalho, que nos ajudam a ultrapassar algumas das saudades de casa, como aconteceu há cinco anos, quando estive em Moçambique a gravar a Jóia de África. Nessa altura, foi muito duro estar ausente tanto tempo e não poder ter o meu filho comigo, pois não existiam condições básicas de saúde e de segurança. Eu apanhei malária. Neste trabalho, para além dele se deslocar comigo muitas vezes, nunca estou mais de dois dias seguidos em S. Miguel. É uma grande vantagem estar perto da família, permite-me estar sempre muito tranquila.

– Nunca se sentiu tentada a ter uma vida mais fácil?
– Nunca escolho o caminho mais fácil. Sou muito lutadora e persistente. Sei muito bem dosear a vida profissional e a pessoal. O meu marido é encenador, estamos ligados pela mesma profissão. E pode parecer estranho, mas isso facilita muito a nossa vida pessoal. A minha vida seria muito difícil se não estivesse realizada, sem fazer o que gosto. Adoro a minha profissão.

– Está casada há pouco mais de dois meses. Mudou alguma coisa na sua vida o ter renovado esse compromisso de amor?
– Sinto que estou casada há quase quatro anos. Todos os dias dou graças a Deus por ter a sorte de ter construído – com bases sólidas – uma relação de respeito, amor e partilha, que não passou pela assinatura de um papel. Estou feliz, e é isso que importa.

– Ainda se sente magoada pela maldade de quem tentou tornar menos feliz esse momento?
– Em relação ao blog, é óbvio que não esqueço. A justiça pode tardar, mas chegará.

– Quem foi o seu apoio nesses dias, que imagino terem sido de sentimentos contraditórios?
– Não tivemos sentimentos contraditórios. Foi algo pensado e planeado com antecedência. Foi uma surpresa para todos, mas gosto desse lado bom e simples da vida. Sem protocolo e etiqueta.

– Sente que evoluiu, como profissional e mulher, ao lado do seu marido?
– O Celso é um grande profissional e um grande mestre para os actores. Todas as pessoas que têm trabalhado em projectos encenados por ele, tanto em Portugal como no estrangeiro, têm uma admiração e um respeito muito grandes pela capacidade de trabalho, pela qualidade e pelo lado humano e sensível que o caracterizam. Sou uma grande fã do trabalho do Celso e é óbvio que aprendo muito com ele.

– Quem a conhece bem diz que a Sofia tímida e doce deu lugar a uma mulher mais madura, consciente das suas escolhas...
– A maternidade foi fundamental na minha forma de estar na vida. As minhas prioridades mudaram e o meu amadurecimento foi consequente.

– Sente também que a vida a ensinou a fechar-se mais, até como uma forma de se proteger?
– Não encaro a vida dessa forma. Entendo que só devo proteger e viver cada vez mais para o meu filho, o meu marido e as crianças [referindo-se às duas filhas que o marido tem do anterior casamento, Inês e Rita, de 15 e nove anos, respectivamente]. É a família que eu construí que é o centro da minha atenção. Sou cada vez mais selectiva e cuidadosa nas minhas escolhas e intimidade. As minhas verdadeiras amizades prevalecem sempre.

– Nesta produção vestiu a pele de modelo e posou...
– A Evita Peroni é uma marca internacional muito prestigiada e foi uma honra ser o rosto da campanha, pelo segundo ano consecutivo.

– Como é que idealiza a sua vida daqui a 10 anos?
– Vivo um dia de cada vez. Preparo-me para quando chegar aos 40 estar pronta para os grandes projectos e papéis da dramaturgia internacional. Gostava de estar com os que amo, tê-los perto de mim e com saúde. Só peço isso... CARAS

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.pesquisar

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Últimas:

. Mariana Monteiro esteve n...

. Sílvia conduz gala a favo...

. David Carreira dá cartas ...

. Nuno Santos troca RTP pel...

. A Mariana Monteiro é lind...

. Britney Spears roubou isq...

. Striptease deixa marcas e...

. Russell Crowe e Nicole Ki...

. Eu e a Margarida temos um...

. Helena Isabel: Em forma

. Isabel Figueira convive c...

. Cantor desmente romance

. Rita Egídio está grávida

. Carol Castro ASSALTADA

. Modelos mal se falam

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.tags

. a bela e o mestre(6)

. alexandra lencastre(29)

. alinne moraes(8)

. ana guiomar(5)

. angelico vieira(16)

. angelina jolie(20)

. antonio pedro cerdeira(13)

. band(8)

. barbara guimaraes(6)

. barbara norton de matos(5)

. belissima(9)

. benedita pereira(6)

. brad pitt(13)

. britney spears(8)

. canta por mim(4)

. carolina dieckmann(5)

. catarina furtado(20)

. caua reymond(9)

. cesar peixoto(11)

. christina aguilera(6)

. cinha jardim(5)

. claudia semedo(5)

. claudia vieira(28)

. cleo pires(7)

. cristiano ronaldo(29)

. dalila carmo(9)

. dança comigo(11)

. dani(7)

. daniela mercury(5)

. daniela ruah(13)

. danielle suzuki(6)

. deborah secco(7)

. deixa-me amar(9)

. diana chaves(22)

. diogo amaral(10)

. doce fugitiva(5)

. dzrt(6)

. elsa raposo(7)

. fala-me de amor(4)

. fernanda serrano(15)

. floribella(13)

. francisco adam(5)

. francisco penim(5)

. gato fedorento(7)

. globo(25)

. gloria pires(4)

. guilherme berenguer(4)

. helena isabel(4)

. henri castelli(4)

. herman josé(4)

. ilha dos amores(16)

. imperius(7)

. ines castel-branco(6)

. ines simoes(4)

. isabel figueira(34)

. ivete sangalo(4)

. jennifer lopez(5)

. jessica athaide(4)

. joana duarte(11)

. joana solnado(13)

. joão reis(9)

. jose fidalgo(6)

. juliana paes(6)

. luciana abreu(15)

. mafalda pinto(6)

. margarida vila nova(18)

. maria joão bastos(15)

. mariana monteiro(7)

. marisa cruz(8)

. melanie c(5)

. merche romero(46)

. morangos com açucar(51)

. nbp(5)

. operaçao triunfo(5)

. paixões proibidas(7)

. paula lobo antunes(6)

. paula neves(6)

. paulo pires(7)

. pedro granger(6)

. pedro miguel ramos(8)

. pedro teixeira(10)

. ricardo pereira(16)

. rita andrade(5)

. rita pereira(20)

. rodrigo menezes(6)

. rtp(43)

. rtp1(30)

. rtp2(5)

. ruy de carvalho(5)

. são josé correia(11)

. shakira(8)

. sic(71)

. silvia alberto(11)

. sofia alves(9)

. sonia araujo(6)

. soraia chaves(24)

. tempo de viver(9)

. tu e eu(8)

. tvi(126)

. vila faia(5)

. todas as tags

.Links:

blogs SAPO

.subscrever feeds