Sábado, 30 de Dezembro de 2006

Margarida Vila-Nova confessa:"Já sentia falta de ter alguém à minha espera"

    

Deixou de ser a menina ingénua que conhecemos há alguns anos, quando se tornou famosa pela sua participação na novela Fúria de Viver. Aos 23 anos, Margarida Vila-Nova continua a surpreender pela sua energia contagiante, mas mostra outra maturidade.

Nesta viagem à Tunísia, a actriz, que actualmente podemos ver na pele de Maria Laurinda em "Tempo de Viver", revelou-se menos impulsiva, confessou que é o amor que move a sua vida e, já depois do seu regresso a Portugal, revelou que está de novo apaixonada. Profissionalmente imparável, Margarida Vila-Nova vai tentar, no entanto, dar prioridade à sua estabilidade emocional, ainda que isso não implique deixar de pisar os palcos, a sua maior fonte de prazer enquanto actriz.

– Finalmente, gozou alguns dias de descanso...
Margarida Vila-Nova – Sim. Depois de oito meses intensivos nas gravações da novela, no início em simultâneo com o teatro, sinto falta de ter tempo para não pensar em nada. Viajar é uma das coisas que mais gosto de fazer… é assim que recupero.

 

– Sente-se atraída pela cultura árabe?
– Não me identifico com a cultura árabe, mas sinto-me atraída por ela, sim. Gosto de a conhecer, saber como funciona.

– É uma cultura que não dá prioridade à independência da mulher. É com isso que não se identifica?
– Se eu fosse jornalista, adorava fazer uma entrevista a uma mulher muçulmana. Porque elas têm uma coragem extraordinária… não sei se fugia ou se me revoltava caso vivesse numa cultura desse género, porque nela existem valores superiores mais importantes do que as vontades ou convicções pessoais.

– Falando nos direitos da mulher, uma das posições que assumiu recentemente foi a defesa da despenalização do aborto...
– Sim. Sou pelo sim, mas, mais do que isso, sou pelo não à hipocrisia, mediocridade, injustiça e ilegalidade. A proibição nunca evitou nada, o aborto clandestino sempre existiu e vai continuar a existir. A questão do aborto recai sobre um direito de escolha da mulher e a criação de soluções com condições para uma gravidez não desejada. Claro que este não pode ser visto como um contraceptivo, e é importante apostar mais na prevenção e no apoio ao planeamento familiar.

– Apesar de tudo, não sabe se faria um aborto...
– Quando me perguntam se faria um aborto, não sei responder, porque não sei o que vou viver amanhã. Sei que nos dias que correm faço por não me ver nessa situação, para não viver situações de risco. Agora, se acontecesse uma gravidez, também não sei o que faria, porque tenho uma grande vontade de ser mãe…

– Seria uma mãe muito nova…
– Quero muito ser mãe, é o meu grande sonho. A minha realização pessoal passa por aí. Mas quando for mãe quero ter a certeza de que estão reunidas as condições… que são a pessoa certa e a altura certa. Gostava de ser uma mãe muito nova, até porque aos 23 anos quase me sinto com uma crise de 30. Talvez porque comecei a trabalhar muito nova, aos nove anos estreei-me em palco, aos doze já fazia castings. Enfim, penso que cresci fora de tempo. Por isso acho que vivo as coisas em contra-relógio. O meu tempo está sempre a esgotar-se…

– Esse ritmo antecipou algumas crises de adulto...
– Sim. Agora estou numa fase em que ponho tudo em causa, as minhas vontades, os meus desejos... Sinto que vivi muito sufocada pelas minhas ideias, objectivos, pensamentos, e tão preenchida de experiências. Neste momento sinto falta de absorver as coisas, digerir os espectáculos que faço, os livros que leio, cada filme que vi. Falta-me saborear pequenos aspectos da vida.

– Sente que perdeu alguma coisa?
– Isso é sempre questionável. Quando paro para pensar se valeu a pena, fico sempre com a eterna dúvida. Acho que, inevitavelmente, vou sempre sentir que me faltou viver determinadas coisas. Ao mesmo tempo, sinto-me uma privilegiada, porque tive tantas experiências diferentes, vivi tantas personagens… Se não tivesse abdicado de algumas coisas, nunca o poderia ter feito. Hoje faria tudo diferente, mas porque tenho o distanciamento e a maturidade para poder escolher e saber avaliar cada situação. Mas estou feliz por ter crescido assim. Era feliz e não sabia.

– Será por ter vivido tudo desta forma que sente já vontade de ser mãe?
– Talvez... Se bem que desde que me conheço que quero ser mãe. Espero ter filhos muito antes dos 30 anos. Acredito na vida, no amor, nas pessoas e acredito que tudo é possível. Trabalhar, ser mãe, viajar, namorar… Depois, quero ser mãe nova, porque quero acompanhar o percurso dos meus filhos. Como diz uma amiga minha, às vezes parece que vivo na ‘lalolândia’, num mundo em que tudo é bonito, belo, romântico e possível. Acredito que, com amor, tudo se constrói, tudo se resolve. Acredito na vida.

– Entretanto, voltou a encontrar o amor…
– Sim, e estou muito feliz com isso. Já sentia falta de ter alguém à minha espera. Acho que é importante sabermos viver sozinhos – eu fui morar sozinha aos 18 anos –, mas somos mais felizes se tivermos um sorriso à nossa espera. A vida é muito curta, e de um dia para o outro rouba-nos aquilo que é mais importante, portanto, antes que seja tarde, não quero deixar fugir esses momentos bons e bonitos da vida. Os últimos meses foram importantes em termos de vivências e experiências e mesmo de me pôr em causa a mim, ao amor, ao meu trabalho, à própria vida. Estive sozinha, mas isso foi bom. É tudo tão rápido e efémero que, se não pudermos partilhar as nossas coisas no final do dia com alguém, tudo é menos interessante. Partilhar o sono, o ombro, um livro, um filme, ter alguém que discuta comigo se os ovos estão bem ou mal passados…

– Mas arrepende-se do que viveu em termos amorosos?
– Indepen­dente­mente de termos tido amores ou dissabores, encontros e desencontros ao longo da vida, se eles aconteceram, por alguma razão foi. Não quero condenar nem fechar os olhos a qualquer momento que vivi, mas houve coisas complicadas.

– A sua vida foi muito devassada nos últimos dois anos...
– Sim, e por isso é que hoje estou muito mais tranquila. Escolhi uma profissão de exposição, pelo que vou sempre ser criticada e avaliada. Há dois anos foi mais complicada a exposição a que a profissão me obrigou, mas acredito que tudo é efémero. Não só o mediatismo como a vida. Tal como as pessoas certas nos momentos certos. Por isso, para tirar o maior partido dos momentos bons, tive de pôr um travão na forma como fazia as coisas, na minha impulsividade. Quando lia as coisas nas revistas, ficava sem energia. Agora não. Mas a verdade é que tudo isto me roubou a ingenuidade que tinha, mas foi necessário.

– É-lhe difícil falar da sua vida pessoal?
– O que me incomoda não é falar sobre a minha vida pessoal, mas sim a forma como ela é abordada no que os outros escrevem… sei que as minhas palavras nunca vão ser interpretadas de uma forma fiel. Porque eu sou muito impulsiva, mas também brinco muito. E há pessoas que aproveitam tudo de uma forma tão leviana que me faz uma grande confusão. Agora, amores, paixões, encontros, desencontros, tudo isso acaba por se saber. Isso não é um problema. Até porque, se esconder as coisas, acabo por não conseguir viver e perde-se uma história bonita. Com amor tudo se constrói, tudo se resolve. Por isso, não vou esconder nada. Vou aproveitar ao máximo o momento feliz que atravesso. Tudo com limites, como é óbvio.

– Acredita, portanto, que tudo isso teve um lado positivo e construtivo…
– Sim. Acredito que não existem problemas, existem soluções. Mas, mais do que isso, sou muito optimista, e por isso só posso tirar das experiências menos boas uma lição. Sinto que o meu crescimento possa ter sido apressado, a minha intimidade tenha sido roubada, mas não guardo rancores nem remorsos. Por isso não lamento nada, não viro as costas ao passado. Tento ver sempre o lado positivo das coisas e evitar cometer os mesmos erros.

– Há que não esquecer que tudo acaba por ser uma consequência do crescimento da sua carreira… Isso é bom?
– Sim. Por mais que não queira, sou um pouco mimada. Gosto de estar com as pessoas, receber afectos e carinhos. E por isso não posso viver bem profissionalmente sem ter um grande equilíbrio do outro lado, sem ser compensada emocionalmente na minha vida pessoal. E estes dois anos, apesar de parecerem catastróficos, foram também muito bons para mim. Apesar do turbilhão de emoções, tenho de ficar grata por tudo o que me aconteceu. Cresci, amadureci e vivi muita coisa que contribuiu para a minha evolução pessoal.

– Depois de tudo, sei que vai abrandar o ritmo e recuperar algum tempo para si própria…
– Preciso de ter tempo para não fazer nada, para parar um pouco. Vou parar depois de terminarem as gravações da novela e penso, para já, fazer uma grande viagem. Vou para a Austrália durante um mês ou mais. Tenho a cabeça cheia de projectos, mas preciso de respirar fundo para pensar bem no que fazer. A minha cabeça é um turbilhão de ideias que quero pôr em prática, mas para isso tenho que estabelecer prioridades. E ainda me fervilham na cabeça todas as experiências que tenho vivido.

– Faz planos?
– Já desisti de fazer grandes planos ou, melhor, gosto de os fazer, mas nunca sei se esse é o caminho. Agora quero ter mais metas, mais objectivos de vida. Quero desafiar-me a mim mesma. Estou confortável com o que faço, mas não quero sentir-me acomodada. É um risco quando isso acontece. Quero surpreender-me a mim e aos outros e quero ser surpreendida.

3 comentários:
De mímica a 4 de Janeiro de 2007 às 19:03
Vim cá para informar-te que no meu blog http://famousworld.blogs.sapo.pt começou a votação para os artistas do mês de Janeiro (artista masculino, feminino e um banda). O voto é através dum comentário e tens até 13 de Janeiro para votar.
De Estrelinha (TRiNH) a 7 de Janeiro de 2007 às 17:19
Se és fã de Anastacia... Do que estás a espera? Junta te a nos em http://www.takeforum.com/anastaciaportug e orgulha-te em seres um feeak ;)
Um beijo
De Anónimo a 8 de Agosto de 2007 às 23:51
ola! gosto muito da margarida vila nova, é muito boa actriz... beijinhos!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Últimas:

. Mariana Monteiro esteve n...

. Sílvia conduz gala a favo...

. David Carreira dá cartas ...

. Nuno Santos troca RTP pel...

. A Mariana Monteiro é lind...

. Britney Spears roubou isq...

. Striptease deixa marcas e...

. Russell Crowe e Nicole Ki...

. Eu e a Margarida temos um...

. Helena Isabel: Em forma

. Isabel Figueira convive c...

. Cantor desmente romance

. Rita Egídio está grávida

. Carol Castro ASSALTADA

. Modelos mal se falam

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.tags

. a bela e o mestre(6)

. alexandra lencastre(29)

. alinne moraes(8)

. ana guiomar(5)

. angelico vieira(16)

. angelina jolie(20)

. antonio pedro cerdeira(13)

. band(8)

. barbara guimaraes(6)

. barbara norton de matos(5)

. belissima(9)

. benedita pereira(6)

. brad pitt(13)

. britney spears(8)

. canta por mim(4)

. carolina dieckmann(5)

. catarina furtado(20)

. caua reymond(9)

. cesar peixoto(11)

. christina aguilera(6)

. cinha jardim(5)

. claudia semedo(5)

. claudia vieira(28)

. cleo pires(7)

. cristiano ronaldo(29)

. dalila carmo(9)

. dança comigo(11)

. dani(7)

. daniela mercury(5)

. daniela ruah(13)

. danielle suzuki(6)

. deborah secco(7)

. deixa-me amar(9)

. diana chaves(22)

. diogo amaral(10)

. doce fugitiva(5)

. dzrt(6)

. elsa raposo(7)

. fala-me de amor(4)

. fernanda serrano(15)

. floribella(13)

. francisco adam(5)

. francisco penim(5)

. gato fedorento(7)

. globo(25)

. gloria pires(4)

. guilherme berenguer(4)

. helena isabel(4)

. henri castelli(4)

. herman josé(4)

. ilha dos amores(16)

. imperius(7)

. ines castel-branco(6)

. ines simoes(4)

. isabel figueira(34)

. ivete sangalo(4)

. jennifer lopez(5)

. jessica athaide(4)

. joana duarte(11)

. joana solnado(13)

. joão reis(9)

. jose fidalgo(6)

. juliana paes(6)

. luciana abreu(15)

. mafalda pinto(6)

. margarida vila nova(18)

. maria joão bastos(15)

. mariana monteiro(7)

. marisa cruz(8)

. melanie c(5)

. merche romero(46)

. morangos com açucar(51)

. nbp(5)

. operaçao triunfo(5)

. paixões proibidas(7)

. paula lobo antunes(6)

. paula neves(6)

. paulo pires(7)

. pedro granger(6)

. pedro miguel ramos(8)

. pedro teixeira(10)

. ricardo pereira(16)

. rita andrade(5)

. rita pereira(20)

. rodrigo menezes(6)

. rtp(43)

. rtp1(30)

. rtp2(5)

. ruy de carvalho(5)

. são josé correia(11)

. shakira(8)

. sic(71)

. silvia alberto(11)

. sofia alves(9)

. sonia araujo(6)

. soraia chaves(24)

. tempo de viver(9)

. tu e eu(8)

. tvi(126)

. vila faia(5)

. todas as tags

.Links:

blogs SAPO

.subscrever feeds