Segunda-feira, 14 de Maio de 2007

Patricia Bull: Não gosto de me sentir o centro das atenções

Aos 28 anos, a actriz só declarou há três total independência da família e foi viver sozinha. Ainda assim, estão lado a lado: ela reside no Monte Estoril e os pais na Parede. Apesar de ser um talento reconhecido na representação e de ter dado provas de profissionalismo como locutora, Patrícia Bull anseia agora por fazer voluntariado.






Correio Vidas – É uma mulher elegante, com uns fantásticos olhos verdes... Considera-se bonita?

Patrícia Bull – Há dias em que sim. Acho que tem a ver com o peso da minha alma. Portanto, se está carregada, não me sinto bonita.

– O que lhe pesa na alma?

– Os problemas mais comuns e mais terrenos, coisas de família e do coração. Se há um desequilíbrio na minha relação ou na minha família, fico carregada. Portanto, seria bom ter sempre um espelho que se pudesse partir nessas ocasiões. Mas também se diz que dá azar, não é?!

– Ainda por olhos, de quem herdou a cor dos seus?

– Acho que saí às minhas tias-avós que tinham os olhos verdes.

– É filha única? Mimada?

– Não. Tenho duas irmãs gémeas mais novas. Somos três meninas para desgraça do meu pai que não conseguiu ter um rapaz (risos). Acho que não era mimada, mas, segundo a minha mãe, era muito má de comer e muito dependente dela e, quando se ausentava, ficava logo com febre.

– Quando se deu o ‘corte do cordão umbilical’?

– A altura em que me afastei mais da minha mãe foi aos 17 anos, quando fui estudar para os EUA. Acho que ela ia morrendo, mas sobreviveu durante um ano.

– Para si foi menos doloroso?!

– Eu tive saudades, mas dei melhor a volta porque estava em contacto com um novo ambiente. Tudo era novo e entusiasmante.

– Foi estudar para os EUA?!

– Fui fazer o 12.º ano, através de um programa de intercâmbio que conheci por uma amiga que ia para a Holanda. Queria ir com ela, mas só tive vaga para os EUA.

– Tem boas recordações?!

– Totalmente. A família que me acolheu, os amigos que fiz são pessoas que recordo frequentemente e que às vezes estão presentes na minha cabeça. Ainda hoje, e já foi há anos, parece-me que há pessoas aqui, que me fazem lembrar as de lá.

– Leitura dessa experiência?

– Foi um renascer, um começar de novo. Dessa experiência absorvi, sobretudo, a capacidade de generosidade das pessoas, no caso de uma família que me acolheu e amou como se a ela pertencesse. Deram sem exigir nada em troca, acolheram-me e partilharam o que era deles comigo. Eles, no imediato, tinham (apenas) a minha afeição, o meu sorriso.

– Mantém-se em contacto?

– Claro que sim, embora não muito frequente. Eles já cá estiveram e eu estou com vontade de lá voltar, o mais tardar este ano.

– Ainda do tempo do liceu, que momentos a marcaram mais?

– Olhe, por exemplo, quando cheguei à Secundária da Parede vi, pela primeira vez, pares de namorados, em todos os cantos, aos beijinhos. Fiquei bastante admirada. Achava até que era qualquer coisa de libertino. Outra coisa engraçada: lembro-me de me baldar às aulas para me juntar a um grupo que tocava viola e cantava atrás dos pavilhões. Eu cantava Metallica (risos).

– Era uma adolescente irreverente?

– Acho que nunca descarrilei, mas porque não devia estar em mim fazê-lo, pois oportunidades há sempre.

– E maior recordação de infância?

– Estudei nos Maristas de Carcavelos, da pré-primária ao 8.º ano. Por isso, só posso ter boas recordações. Dos professores aos amigos que tenho até hoje. Lembro-me do ambiente familiar, das actividades desportivas, das festas... Foi ali que dancei o meu primeiro slow e onde comecei a apurar o gosto pelo teatro, pela música...

– Ser actriz era um sonho?

– Não, era uma coisa de que gostava. Nunca achei que fosse fazer disso a minha profissão. Quando era miúda quis ser muitas coisas. Noutro dia encontrei no sótão dos meus pais uns figurinos que desenhei na fase em que queria ser estilista.

– Mas, entretanto, passaram dez anos e já conta com um currículo invejável na representação. A popularidade assusta-a?

– Não, no sentido em que as pessoas são simpáticas. Às vezes é estranho é no seio familiar. As conversas, muitas vezes, remeterem-se ao meu trabalho. E eu não gosto de sobressair, pois tenho duas irmãs, primos e todos nós temos jeitos diferentes. Não gosto de me sentir o centro das atenções. Não me sinto confortável.

– E os amigos?

– Os amigos vêem-me como sempre. E tenho amigos que me acompanham mesmo: vão às estreia, são críticos, estão a meu lado.

– Fez um brilharete no ‘Dança Comigo’. Tem talento para a dança?

– Gosto de dançar – assim como acho que tenho jeito para representar –, mas talento não. Associo talento a genialidade e eu não sou génio em nada. Acho é que tenho aptidão para as línguas e agora estou a tirar italiano. Quando estive em Florença e percebi que não conseguia dizer uma frase em italiano, fiquei com raiva e fui aprender.

REFLEXO

– O que vê quando se olha ao espelho?

– Às vezes vejo dúvidas, outras serenidade. Se calhar porque era muito impulsiva. Não que deixe de ter os meus impulsos...

– Gosta do que vê ou mudaria alguma coisa?

– Às vezes acho que me deixo levar pela correria do dia-a-dia, por isso devia estabelecer algum tempo para mim própria. Devia ter dois meses do ano para me dar ao luxo de fazer o que o meu coração me pede. Fazer uma novela atrás de outra e fazer disso vida não sei se não é redutor....

– E quem gostaria de ver reflectido?

– Cada pessoa é única... E eu sou eu.

– Então, já lhe apeteceu partir o espelho?!

– Já. Imensas vezes (risos). Por acaso isso aconteceu quando participei no ‘Dança Comigo’ (TVI). A fivela da sabrina rebentou e atirei com ela.

– Falou em fazer coisas diferentes. Concretamente o quê?

– Gostava de ter a coragem de sair daqui e fazer voluntariado. Gosto de conhecer outras realidade, outros contextos; de estar com pessoas que não nos conhecem e que nos recebem pelo que somos e conseguimos dar naquele momento, não pelo que já levamos ou carregamos às costas... Gosto dessa pureza de sentimentos entre as pessoas. Às vezes, quando me abordam, fazem-no pela minha imagem, não pelo que sou.

– E quem é a Patrícia Bull?

– Gosto de pegar na bicicleta e aproveitar as manhãs. Nunca sei o que vou encontrar a cada dia, mas procuro. Procuro encontrar-me, reencontrar-me (e daí a família que me dá o equilíbrio). Gosto de acreditar, de sentir, de amar, de ser amada, do sol...

– Qualidade e defeito?

– Acho que sou bastante humana. O meu defeito é ser distraída.

NUNCA ME APAIXONEI POR UM ACTOR

Com gosto e jeito para outras áreas, como o canto, Patrícia Bull está de bem com a vida, talvez por isso não pense ainda em casamento. Namora “há algum tempo”, mas não revela a identidade do seu ‘mais-que-tudo’. Ainda assim garante: “Não é actor. Nunca me apaixonei por um actor. Acho que não houve nenhum que me tivesse chamado a atenção.” Irmã de duas gémeas, já é tia de um menino de dez anos, talvez por isso não pense, ainda, ter filhos. Quanto a casamento? “Eventualmente... não”, diz peremptória, garantindo gostar de “viver e estar sozinha.”

Reservada quanto a mais pormenores sobre a sua vida, ainda responde à questão: “Partilhar casa com o namorado, por exemplo, é uma invasão ao seu espaço?” “Acho que tem de se ver bem com quem é que se pretende partilhar. Porque partilha-se uma casa, humores, manias... E tem de se ver se as pecinhas encaixam”, responde.

PERFIL

Nasceu em Lisboa a 26 de Junho de 1978. Apareceu pela primeira vez em televisão em 1997 na telenovela ‘A Grande Aposta’ e logo depois em ‘Terra Mãe’. Fez locução de continuidade na RTP, enquanto ia construindo a sua carreira de actriz. A par de telenovelas, fez também cinema e teatro.

Em 2001, concluiu a licenciatura em Jornalismo. Até 8 de Junho, a actriz está no Teatro Nacional com a peça ‘BB Bestas Bestiais’. Para a entrevista, como homenagem à zona onde reside, escolheu o espelho de um cabeleireiro perto de sua casa.. (Correio Vidas: CM)

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.pesquisar

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Últimas:

. Mariana Monteiro esteve n...

. Sílvia conduz gala a favo...

. David Carreira dá cartas ...

. Nuno Santos troca RTP pel...

. A Mariana Monteiro é lind...

. Britney Spears roubou isq...

. Striptease deixa marcas e...

. Russell Crowe e Nicole Ki...

. Eu e a Margarida temos um...

. Helena Isabel: Em forma

. Isabel Figueira convive c...

. Cantor desmente romance

. Rita Egídio está grávida

. Carol Castro ASSALTADA

. Modelos mal se falam

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.tags

. a bela e o mestre(6)

. alexandra lencastre(29)

. alinne moraes(8)

. ana guiomar(5)

. angelico vieira(16)

. angelina jolie(20)

. antonio pedro cerdeira(13)

. band(8)

. barbara guimaraes(6)

. barbara norton de matos(5)

. belissima(9)

. benedita pereira(6)

. brad pitt(13)

. britney spears(8)

. canta por mim(4)

. carolina dieckmann(5)

. catarina furtado(20)

. caua reymond(9)

. cesar peixoto(11)

. christina aguilera(6)

. cinha jardim(5)

. claudia semedo(5)

. claudia vieira(28)

. cleo pires(7)

. cristiano ronaldo(29)

. dalila carmo(9)

. dança comigo(11)

. dani(7)

. daniela mercury(5)

. daniela ruah(13)

. danielle suzuki(6)

. deborah secco(7)

. deixa-me amar(9)

. diana chaves(22)

. diogo amaral(10)

. doce fugitiva(5)

. dzrt(6)

. elsa raposo(7)

. fala-me de amor(4)

. fernanda serrano(15)

. floribella(13)

. francisco adam(5)

. francisco penim(5)

. gato fedorento(7)

. globo(25)

. gloria pires(4)

. guilherme berenguer(4)

. helena isabel(4)

. henri castelli(4)

. herman josé(4)

. ilha dos amores(16)

. imperius(7)

. ines castel-branco(6)

. ines simoes(4)

. isabel figueira(34)

. ivete sangalo(4)

. jennifer lopez(5)

. jessica athaide(4)

. joana duarte(11)

. joana solnado(13)

. joão reis(9)

. jose fidalgo(6)

. juliana paes(6)

. luciana abreu(15)

. mafalda pinto(6)

. margarida vila nova(18)

. maria joão bastos(15)

. mariana monteiro(7)

. marisa cruz(8)

. melanie c(5)

. merche romero(46)

. morangos com açucar(51)

. nbp(5)

. operaçao triunfo(5)

. paixões proibidas(7)

. paula lobo antunes(6)

. paula neves(6)

. paulo pires(7)

. pedro granger(6)

. pedro miguel ramos(8)

. pedro teixeira(10)

. ricardo pereira(16)

. rita andrade(5)

. rita pereira(20)

. rodrigo menezes(6)

. rtp(43)

. rtp1(30)

. rtp2(5)

. ruy de carvalho(5)

. são josé correia(11)

. shakira(8)

. sic(71)

. silvia alberto(11)

. sofia alves(9)

. sonia araujo(6)

. soraia chaves(24)

. tempo de viver(9)

. tu e eu(8)

. tvi(126)

. vila faia(5)

. todas as tags

.Links:

blogs SAPO

.subscrever feeds