Segunda-feira, 19 de Novembro de 2007

Cachet das estrelas

Luciana Abreu subiu a parada. Depois de renegociar o contrato com a SIC, a modesta rapariga que ficou conhecida pela telenovela ‘Floribella’ passou a ganhar mais do que muitas estrelas do mundo da televisão e o seu ordenado, de 20 mil euros, já está a dar que falar.
Luciana Abreu

Ao receber esta pequena fortuna, a menina-bonita de Teresa Guilherme e Francisco Penim deixou incrédulos alguns actores com longos anos de carreira que neste momento passaram a receber um salário de verdadeiros principiantes quando comparado com o de Luciana Abreu.

Actualmente, Alexandra Lencastre, Patrícia Tavares, Diogo Morgado, António Pedro Cerdeira, Sofia Alves e Margarida Vila-Nova estão a receber menos de metade daquilo que ganha Luciana Abreu, que em dois anos de carreira já tem um ordenado de fazer inveja a muitos veteranos.

Mas a verdade é que a actriz soube fazer-se valer do seu poder de negociação. No apogeu da série juvenil ‘Floribella’ e com um carisma cada vez mais forte junto do público infantil, Luciana Abreu acumulou convites e chegou a comunicar à estação de Carnaxide que estava de saída. A presença da actriz na RTP era dada como certa mas, numa reviravolta inesperada, a ‘Flor’ resolveu recuar e mostrou-se disponível para negociar com a SIC.

Em boa hora o fez. Sem projectos que lhe agradassem na estação estatal, onde apenas lhe ofereciam um programa infantil – a actriz viu o sonho de participar em ‘Vila Faia’ furado –, Luciana pediu mais dinheiro a Teresa Guilherme e mostrou-se completamente devota à casa que a projectou na carreira. Com os avanços e recuos, a SIC decidiu agarrar Luciana Abreu com uma proposta mais do que generosa. Actualmente, a actriz tem a sua conta bancária recheada com 20 mil euros por mês, que não serão a sua única fonte de rendimento. Além do ordenado-base, Luciana ganha ainda 15% dos lucros dos concertos ao serviço da banda da ‘Floribella’.

A actriz está radiante com a melhoria das suas condições financeiras, até porque com este aumento dobrou o salário de dois dos veteranos da representação nacional. Ruy de Carvalho e Eunice Muñoz foram ultrapassados pela ‘Flor’ visto que levam para casa cerca de dez mil euros por mês.

Neste momento, Luciana Abreu é das estrelas mais bem pagas da televisão portuguesa e também um caso raro na SIC, que não costuma fazer propostas tão generosas aos seus actores. Na estação de Carnaxide não é hábito abrir os cordões à bolsa e gastar fortunas no ordenado de um actor – recorde-se que Soraia Chaves e Ricardo Pereira não vão além dos quatro mil euros. No meio televisivo é a TVI quem melhor paga às suas estrelinhas, isto se não tivermos em conta as caras recém-chegadas às telenovelas.

Actualmente ser actor já não traz as mesmas vantagens económicas, e não se pense que os jovens que integram o elenco de séries juvenis como ‘Morangos com Açúcar’ têm recibos de ordenado de fazer inveja. É que o salário médio de um ‘moranguito’ não vai muito além dos mil euros mensais. Dedicados ao trabalho, os jovens actores queixam-se de exploração: muitas horas de trabalho nos estúdios e poucas garantias de trabalho futuro.

Os problemas começaram a ser tornados públicos depois da primeira série dos ‘Morangos’ – a única que conseguiu o sucesso pretendido junto dos telespectadores.

Sem trabalho nem perspectivas de virem algum dia a ser integrados em algumas das novas telenovelas da TVI, foram vários os actores que mostraram o seu desagrado em relação à maneira como estavam a ser tratados pela estação de Queluz de Baixo.

Marta Faial e Francisco Froes, entre muitos outros participantes na série, revelaram à Comunicação Social ter vários meses de salários em atraso e, revoltados, explicaram que se sentiam enganados pela TVI, que lhes tinha prometido mundos e fundos sem nada cumprir. Para estes jovens actores, o sonho de representar foi a pouco e pouco ficando pelo caminho. Mas nem todos podem queixar-se. Que o diga Luciana Abreu e os seus 20 mil euros por mês.

LUCIANA ABREU

A actriz fez-se valer da sua popularidade junto do público juvenil e passou a receber um ordenado de estrela. Além do salário mensal, a ‘Floribella’ ganha ainda 15% dos lucros dos concertos da sua banda.

RUY DE CARVALHO E EUNICE MUÑOZ RECEBEM 10 MIL EUROS

Os dois veteranos da representação nacional recebem um cachet no valor de dez mil euros, ou seja, metade daquilo que Luciana Abreu leva para casa ao final do mês. Os profissionais viram-se assim ultrapassados pela ‘Floribella’.

SORAIA CHAVES E RICARDO PEREIRA

São duas das estrelas da SIC mas a verdade é que, juntos, Ricardo Pereira e Soraia Chaves recebem apenas metade do vencimento mensal de Luciana Abreu.

CACHET DAS ESTRELAS

Luciana Abreu: 20.000 euros

Alexandra Lencastre: 12.000 euros

Ruy de Carvalho: 10.000 euros

Eunice Muñoz: 10.000 euros

Pedro Lima: 8.000 euros

Sofia Alves: 8.000 euros

Fernanda Serrano: 8.000 euros

António Pedro Cerdeira: 8.000 euros

Margarida Vila-Nova: 6.000 euros

Patrícia Tavares: 5.000 euros

Soraia Chaves: 4.000 euros

Ricardo Pereira: 4.000 euros

Sara Prata: 1.000/1.500 euros

Correio da Manhã

Domingo, 28 de Outubro de 2007

Alexandra Lencastre parte comovida

Vestida de forma elegante, com um boné a dar o toque desportivo, Alexandra Lencastre não susteve as lágrimas ontem de manhã, no Aeroporto de Lisboa, quando chegou a hora de partir para a Índia, onde serão gravadas, por duas semanas, as primeiras cenas de época da telenovela ‘Imperium’, que substitui ‘Ilha dos Amores’, em Novembro, na TVI. O motivo das lágrimas foi, confessou, “a dificuldade de me separar das minhas filhas”.

Alexandra Lencastre no Aeroporto da Portela

Com Alexandra Lencastre partiram ainda João Perry, co-protagonista de ‘Imperium’, no papel de ‘Óscar Ventura’, seu marido, e Rita Pereira, que interpretará uma indiana. O realizador da novela, André Cerqueira, acompanhou os actores.

“Durante estes dias, vou ter muitas saudades das minhas filhas. Aliás, elas nem se tinham apercebido muito bem de que a mãe se ia embora”, confessou Alexandra Lencastre, que, aos 42 anos, volta a interpretar uma vilã nada branda, “uma mulher sem escrúpulos”, diz, acerca da personagem ‘Margarida Ventura’. Para tal, a actriz escureceu o cabelo e utilizou umas lentes de contacto verdes.

Rita Pereira, por sua vez, teve de aprender a falar hindi. “Estou muito satisfeita com este papel da indiana ‘Kali’”, disse a actriz, revelando que a irá ajudar “conhecer de perto famílias indianas”. Já João Perry, sorridente, ao lado de Rita Pereira, afirmou: “Como o ‘Óscar’ vai morrer, a minha participação na telenovela está quase a ficar concluída. Vou aproveitar para ler, se me deixarem.”

CHEGADA SÓ HOJE A BOMBAIM

Alexandra Lencastre, Rita Pereira, João Perry e André Cerqueira saíram ontem de manhã da Portela para uma longa viagem até Bombaim, onde chegarão hoje depois de escala em Londres.

A equipa fica hospedada dois ou três dias na maior cidade indiana, com 13 milhões de habitantes e considerada a capital comercial do país, onde se situa a meca da indústria local de cinema e televisão, ‘Bollywood’.

É em Bombaim que os actores portugueses vão gravar as primeiras cenas de época (1960) da novela. Depois disso, seguem para Goa, para prosseguirem as gravações, com outros actores que se lhes juntarão para a semana, como Diogo Amaral e Rogério Samora.

Correio  da manhã

Sexta-feira, 26 de Outubro de 2007

Alexandra Lencastre:"Fico triste por não ter refeito a minha vida"

     

 

 

Aos 42 anos, a actriz mantém a beleza e a sensualidade que sempre a caracterizaram. Foi precisamente por isso que Alexandra Lencastre foi convidada para ser a imagem da linha de produtos antienvelhecimento Regenerist, da marca de cosméticos Olay. A CARAS acompanhou o making of da campanha e aproveitou para conversar com Alexandra, que está agenciada na Central Models e se prepara para ir para Goa, na Índia, gravar a nova novela da TVI, Imperius.

Mãe de Margarida, de 11 anos, e de Catarina, de nove, a actriz falou-nos de um grande sonho que está por realizar: o de ter muitos filhos. Alexandra contou-nos ainda como o facto do ex-marido e pai das suas filhas, Piet-Hein Bakker, ter refeito a vida ao lado da actual mulher, Patrícia Silva, a deixa ao mesmo tempo alegre e triste. Piet-Hein e Patrícia – que tem um filho, Tomás, de cinco anos, de uma relação anterior – são pais de Rita, de 11 meses, e preparam-se para ter mais um filho em Fevereiro de 2008, uma menina.

– Porque aceitou o convite para fazer esta campanha?
Alexandra Lencastre – Foi a primeira vez que fui convidada para representar um produto que é tão por excelência feminino. Isso e o facto de se terem dirigido a mim de uma forma muito correcta tornaram o convite irrecusável. Foi um elogio e sinto-me orgulhosa por se terem lembrado de mim.

– Fez 42 anos recentemente...
– Desde os 15 que não sinto nada de especial quando faço anos. É um dia em que fico nostálgica, um dia de reflexão, de balanço. É importante estarmos lúcidos, sentirmos a passagem do tempo e percebermos que ele não espera por nós. É cada vez mais urgente fazermos as coisas de que gostamos e nas quais acreditamos, pois não podemos voltar atrás.

– E que balanço faz?
– Estou mais serena do que há uns anos, talvez tenha perdido alguma vivacidade, mas isso até é um descanso, porque às vezes tinha energia a mais! Além disso, encaro situações como a solidão e o envelhecimento de forma muito mais positiva e alegre. Sinto-me menos inquieta, menos necessidade de provar seja o que for e menos ansiosa em querer ser isto ou aquilo.

– E a relação com as suas filhas?
– Está boa. A mais velha começa a tentar fazer os primeiros desafios à ordem. Começo a sentir a capacidade que ela já tem de me enfrentar e de argumentar comigo, mas não tem tido muita sorte! Sou uma mãe muito mimenta e elas dão-me a volta quando querem, mas estou muito atenta e há certas coisas das quais não prescindo, e nisso sou até um pouco rígida. Talvez por estar sozinha com elas. Muitas vezes tenho de ser mãe e pai, porque o pai faz parte das decisões importantes e está ao fim-de-semana com elas, mas no dia-a-dia há milhões de decisões que têm de ser tomadas e sou eu quem está lá. Nessas alturas é preciso ter muito pulso e eu balanço mais para o lado da rigidez do que da moleza.

– Como é a relação delas com a irmã, a Rita?
– É uma paixão! Adoram-na!

– E não sentem ciúmes?
– Se calhar sentem um bocadinho, mas a paixão é mais forte.

– Como receberam a notícia da nova gravidez da Patrícia?
– Ficaram um bocadinho em pânico, pois pensaram imenso na bebé. Mas é giro e a família delas está a crescer cada vez mais. Já disse isto e é verdade: sinto que a minha família também cresce e fico sempre comovida quando nasce uma criança.

– Elas não lhe pedem para se casar e ter filhos?
– Imenso! Mas já lhes expliquei que estou velha e que já não é aconselhável ter filhos. Elas queriam muito, mas agora estão mais calmas e eu também. Houve uma altura em que tinha muita vontade de voltar a ser mãe, mas agora já estou mais resignada com o facto de isso não vir a acontecer.

– Ao ver o seu ex-marido com a vida refeita, não se sente triste por não ter refeito a sua até agora?
– Claro que sim. Fico muito feliz por eles os dois e por sentir que conseguem continuar a dar um sentido de família, e ainda por cima numerosa, como eu sempre quis, às minhas filhas. Acho isso maravilhoso, mas fico triste porque gostaria que também me tivesse acontecido. Era um sonho que eu tinha e, se calhar, uma visão muito romanceada da vida. Eu achava que ia ter imensos filhos e uma família gigante. Mas começo a perceber que teria de ter feito opções muito complicadas... Deus escreve direito por linhas tortas e se calhar é o melhor para mim.

– Sente falta de um companheiro?
– Muitas vezes sinto, mas outras sinto-me muito bem sozinha. E prefiro continuar assim do que enganar-me novamente, ter outra desilusão e magoar pessoas de quem gosto, como a minha família. Prefiro avançar muito cautelosamente. Mas continuo a acreditar que há alguém à minha espera. Ainda não nos encontrámos, mas sinto-me cada vez mais forte para abraçar uma relação séria. Não me apetece, nem nunca foi o meu género, ter aventuras, apesar de haver essa imagem a meu respeito. Sempre me assustou imenso. Estou à espera e acredito que ainda me vai acontecer.

– Essa espera é tranquila?
– Depende. Há dias em que me faz imensa falta ter a chamada cara-metade para partilhar os pequenos nadas do dia-a-dia e outras coisas mais bonitas, importantes, profundas e maravilhosas. Há alturas em que há alguma impaciência, mas já me habituei e acho que é uma espera tranquila.

– E da parte física, dos mimos, sente falta?
– Sim, mas eu sou uma pessoa muito física por natureza. Gosto de dar abraços, beijos, dançar com os meus colegas... Gosto imenso de tocar e de manifestar os meus sentimentos de uma forma visível. Mas acho que, em todo o caso, é preferível preservar-me a desperdiçar-me.

– A Imprensa arranja-lhe constantemente namorados...
– Ainda não percebi porquê! Até porque são coisas chatas e que podem estar a magoar terceiros. Dói-me que isso aconteça.

– Isso afecta a sua família?
– Com certeza. Mesmo que as minhas filhas não leiam as revistas e que eu tente preservá-las, no colégio há sempre alguém que leu e faz perguntas, e o mesmo acontece com os meus pais. Mesmo que as pessoas me conheçam e confiem em mim, instala-se uma dúvida muito desagradável.

TVI: Centro comercial de 800 m2 para novela

Nos estúdios Vale Verde em Bucelas, onde são gravadas as cenas interiores da nova novela da TVI, ‘Imperium’, que vai substituir ‘Ilha dos Amores’ nos finais de Novembro, foi edificado um centro comercial com 800 m2.
A Actriz vai gravar cenas da trama na Casa da Criação em Goa, Damão e Diu

A Actriz vai gravar cenas da trama na Casa da Criação em Goa, Damão e Diu

Na sede do império gerido por ‘Óscar Ventura’, personagem interpretado por João Perry, funcionarão, além de inúmeras lojas com as ‘grifes’ da moda, spas, cabeleireiros e vários espaços de restauração. O centro comercial foi construído com materiais luxuosos.

A telenovela ‘Imperium’, que tem cenas gravadas em Goa, Damão e Diu, na Índia – para onde partem hoje de manhã Alexandra Lencastre, a intérprete de ‘Margarida’, a megera da trama, e João Perry, que fará de seu marido na trama da Casa da Criação –, é um dos maiores investimentos feitos até agora no nosso país na área da ficção nacional.

A ideia de construir de raiz um grande espaço já não é novidade em Portugal. Em 2000, a NBP criou o ‘Bairro da Fonte’, uma série recentemente reposta nas madrugadas da SIC. No formato não faltaram as ruas alcatroadas, onde circulavam carros, oficinas de reparação de automóveis, uma padaria, um café, uma retrosaria, uma loja de decoração, um quiosque e, claro, casas de habitação, dando, assim, a imagem de um bairro de Lisboa.

Também a rua de ‘Conta-me como Foi’, série que passa na RTP 1, foi construída de propósito com o estilo arquitectónico dos anos 60.

A ideia do centro comercial de ‘Imperium’ poderá até parecer um déjà vu, porque na memória dos telespectadores ainda está gravado o esplendor de ‘Luxus’ da telenovela brasileira ‘Cobras & Lagartos’, exibida pela SIC, onde se desenrolaram muitas cenas da produção da Globo, protagonizada por Carolina Dieckman, Taís Araújo e Lázaro Ramos.

Outro centro comercial que ficou na história da ficção foi o de ‘Torre de Babel’, novela, também da Globo, que a SIC passou em 1998.

HISTÓRIA CONTA GUERRA E SAÍDA FORÇADA DA ÍNDIA

A trama de ‘Imperium’ vai levar-nos a locais e épocas que marcaram os portugueses que viviam em Goa, Damão e Diu, territórios situados na Índia, mas que faziam parte de Portugal até terem sido invadidos pelas tropas indianas em 1961. O trauma que a guerra e o abandono forçado provocou, directa ou indirectamente, será retratado nesta história que conta com um elenco de luxo e cenários grandiosos. Para ser fiel aos factos reais, a produtora NBP vai gravar em vários locais da Índia, nomeadamente nas antigas possessões portuguesas e também noutras cidades indianas, como, por exemplo, Bombaim. Alexandra Lencastre, João Perry, Rita Pereira e André Cerqueira são os primeiros actores a viajar para aquele país.

Correio da Manhã

Quinta-feira, 25 de Outubro de 2007

Alexandra e Perry a caminho de Goa

Alexandra Lencastre e João Perry partem sexta-feira para Goa, na Índia, para dar início às gravações de ‘Imperius’, nome provisório da novela da TVI que irá substituir a líder de audiências,‘Ilha dos Amores’.
Os dois actores são protagonistas da nova novela da TVI

Na novela da Casa da Criação, Alexandra Lencastre dá vida à vilã ‘Margarida Ventura’ , precisamente o oposto da sua mais recente personagem no pequeno ecrã: ‘Fátima’, de ‘Tempo de Viver’ (TVI).

A história de ‘Imperius’ centra-se em duas épocas: o presente, que retrata o Portugal dos nossos dias, e o passado, situado nos anos 60 em Goa, aquando da invasão do antigo território português pelas tropas indianas.

Agora a actriz assume o papel de uma mulher que não vai olhar a meios para atingir os fins. E, neste caso, o seu objectivo é a fortuna de ‘Óscar Ventura’, personagem interpretada por João Perry, com quem está casada.

Após a morte de ‘Óscar’, ‘Margarida’ descobre que não tem direito à herança e com a ajuda do amante, ‘Raul Carvalho’ (Rogério Samora), tenta apoderar-se dos negócios, agora dos enteados. ‘Margarida’ e ‘Raul’ engendram um plano para ficarem ricos. A viúva vai contar com a ajuda de ‘Vicente’ (Nuno Janeiro), um jovem que se vai apaixonar por ela.

O restante elenco, composto por Paula Neves, José Fidalgo, entre outros, já está a gravar nos estúdios da NBP.

Merche Romero conduziu a gala do Biography Channel

Alexandra Lencastre e Herman José foram os portugueses distinguidos pelo Biography Channel como as celebridades do ano. Em concurso com figuras públicas como a estilista Fátima Lopes, Mariza e Fernanda Serrano, foi Alexandra Lencastre quem levou a melhor e recebeu o galardão, numa gala conduzida por Merche Romero, na discoteca BBC, em Lisboa.
Merche Romero anunciou os vencedores

Bem-disposta, a actriz mostrou-se surpreendida com a distinção e garantiu que o prémio só lhe dá mais alento para encarar novos desafios profissionais. “Fico um bocado sem jeito, mas este prémio deixa-me motivada até para esta nova novela que estou a fazer. Mas o mais importante é pensar que, graças ao trabalho que este canal fez comigo, deu para perceber o que é que ainda me falta fazer na carreira”, contou a actriz.

Herman José não pôde estar presente, mas esteve representado pela equipa do seu programa.
  CM

Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007

Alexandra Lencastre protagoniza «Imperius»

Alexandra Lencastre na apresentação de «Julgamento»,10 Julho 2007 (foto de Maunel Lino)

 

A actriz Alexandra Lencastre é a protagonista da nova telenovela da TVI «Imperius».

 

Conta a revista TV do Correio da Manhã, que a actriz está prestes a partir para Goa, onde irá gravar ao lado de Rogério Samora, Pedro Granger e João Perry, entre outros.

 

Apesar de as gravações ainda não terem começado, a TV revela que «Imperius» irá para o ar em Novembro, em substituição de «Ilha dos Amores».

Segunda-feira, 30 de Julho de 2007

Margarida Vila-Nova está uma ‘Sofia’ muito convincente em «Corrupção»

Foto Correio da Manhã

 

Começou este domingo (29) a filmagem do filme “Corrupção” , a adaptação ao cinema do livro «Eu, Carolina», sobre corrupção no futebol português. A autora Carolina Salgado estava presente.

Com um calor abrasador, o nervosismo e a tensão habituais do início da rodagem, iniciada pela manhã, ultimavam-se os pormenores da produção, que se vai estender por sete semanas, mas a que só um par de órgãos de comunicação social teve acesso, incluindo Lusa.

 Nicolau Breyner e Margarida Vila-Nova vestiram ontem, pela primeira vez, a pele de o ‘Presidente’ e ‘Sofia’, pesonagens do filme. 

“É a primeira vez que estou num ‘décor’ cinematográico. Estou a adorar”, confessa Carolina Salgado ao Correio da Manhã, que ficou surpreendida com o visual de Margarida Vila-Nova: “A Margarida está muito bem. Está uma ‘Sofia’ muito convincente em todos os aspectos.”

A ex-companheira de Pinto da Costa admitiu ainda que as sensações transmitidas pelo filme a tinham tocado.

 “Não pensei ter assim tantas emoções neste dia”, explicou sem querer adiantar mais pormenores ou admitir se as cenas filmadas a faziam recordar momentos semelhantes. Sobre a companhia permanente dos tais elementos do Corpo de Segurança Pessoal da Polícia, Carolina Salgado, confessa: “Adaptei-me bem.”

O projecto «Corrupção», a cargo da produtora Utopia Filmes e orçado em cerca de um milhão de euros, terá 40 cópias distribuídas por todo o País no início de Novembro, contando no seu elenco com os actores Nicolau Breyner, Margarida Vila Nova, Alexandra Lencastre e Rita Blanco, entre outros, dirigidos pelo realizador João Botelho.

A obra, cujo guião foi escrito pela ex-jornalista e companheira de Botelho, Leonor Pinhão, sócia do Benfica, à semelhança do cineasta, será um «filme negro» sobre «uma sobrevivente», em adaptação livre de «Eu, Carolina».

FONTE: http://port.pravda.ru/sociedade/cultura/30-07-2007/18395-sofia-0

Quarta-feira, 29 de Novembro de 2006

Alexandra Lencastre escolhe Bairro Alto para uma saída descontraída com amigos

Numa altura de grande stresse, com as gravações da novela em que participa, Alexandra Lencastre aproveitou um tempinho livre para sair e divertir-se um pouco com amigos e colegas de trabalho. A actriz, que na passada semana afirmou a uma revista ter sido “apanhada de surpresa” com o casamento do ex-marido e pai das suas duas filhas, Piet-Hein, confessou sentir alguma necessidade de descansar da carga horária da sua rotina de gravações.

“Gostava de parar um pouco e fazer uma grande viagem, mas não posso fazer isso às minhas filhas. Vou sair uns dias só para recuperar e depois espero pelas férias da Páscoa e vou com elas”, contou Alexandra, que continua a ser uma das actrizes de maior destaque em Portugal.

Sábado, 18 de Novembro de 2006

Polémica em ‘Canta por Mim’

Falta de tempo para ensaiar, respeito pelo contrato com a TVI e abuso de protagonismo são algumas das queixas que famosos e anónimos levantam ao concurso ‘Canta por Mim’.

Nem tudo corre bem no ‘Canta por Mim’. Depois da polémica em torno de Rui Veloso que recusou cantar no programa, a Correio TV apurou que algumas das caras conhecidas do universo televisivo da TVI podem estar a ser pressionadas para cantar no programa dos domingos à noite. Alexandra Lencastre, a Fátima da novela ‘Tempo de Viver’, terá sido a primeira a sentir essa pressão ao ser contactada directamente pelo próprio José Eduardo Moniz, director-geral da TVI que a lembrou do contrato que tem com a estação.

“Tivemos uma conversa muito elegante. Foi a última instância a pedir-me para ir! Disse-me que compreendia as minhas razões em não querer participar, mas pediu-me que fosse... E eu percebi! Afinal tenho um contrato com a estação de Queluz, e é para a TVI poder contar comigo quando precisa”, revelou à Correio TV no dia da primeira gala. No primeiro contacto feito pela produção do programa, a actriz mostrou-se relutante e não queria aceitar. Mas Alexandra acabou por ceder e assumir o desafio de cantar em público e defender a causa de Marcelino.

A actriz teve apenas uma semana para se preparar, pelo que quase não teve tempo de ensaiar os temas que cantou ao lado de Luís Represas. O facto de ser o rosto da edição de estreia de ‘Canta por Mim’ também não foi do agrado de Alexandra. “Eu não queria mas o José Eduardo Moniz explicou-me porque pretendia que estivesse na estreia e convenceu-me de que era importante ser eu a abrir o programa”, explicou. E confessou ainda que o seu “primeiro ensaio foi por telefone”. Alexandra acrescentou que a sua prestação ficou aquém do que pretendia. “Estava com mau pressentimento porque toda a gente trabalhou. A Dalila Carmo então dedicou-se imenso, até nos intervalos das gravações cantava... Mas ela grava menos do que eu e começou a trabalhar muito antes. Ela teve um mês e eu só tive uma semana”.

POPULARIDADE DOS CONCORRENTES

A verdade é que o êxito de ‘Canta por Mim’ vive das caras da TVI. O programa conta com apresentadores da estação, actores das novelas em exibição, famosos que participaram nos ‘reality shows’ e até jornalistas da estação. A popularidade destas figuras é tal que o próprio maestro António Victorino d’ Almeida, um dos membros do júri, reconhece: “As pessoas estão a votar nos actores e não no desempenho”. Rui Veloso cancelou mesmo a sua participação no ‘Canta por Mim’ por não concordar com o formato. O cantor desistiu porque em sua opinião o formato da TVI não correspondia ao original ‘Stars On Stage’ em que se baseia. No formato inglês o objectivo é levar pessoas conhecidas a recriar actuações das maiores lendas musicais.

Todos os cantores amadores cantam sozinhos e usam a própria voz para imitarem as suas estrelas favoritas. Recorde-se que Rui Veloso deu o dito por não dito com poucos dias de antecedência o que obrigou a produção a arranjar outro parceiro para Manuela Moura Guedes, que cantou em dueto com André Sardet. A subdirectora de informação da estação de Queluz, que passou à semifinal, disse na altura que preferiu cantar ao lado de André Sardet e não se poupou a elogios ao cantor que lidera o top de vendas da Associação Fonográfica Portuguesa.

PACO BANDEIRA LAMENTA

Quem lamenta ter participado é Paco Bandeira, que considera o formato “desonesto e uma imoralidade, estando a TVI a aproveitar-se da miséria alheia para aumentar as audiências”. O cantor foi substituir José Cid no dueto com Cristina Ferreira. A troca de pares podia ter sido evitada se a produção não estivesse interessada em colocar a apresentadora a cantar nos primeiros programas. “A produção queria que eu estivesse no terceiro programa por isso sugeriu--me o Paco Bandeira e aceitei”, disse Cristina Ferreira. No entanto, a apresentadora “preferia ter cantado com os dois. Tenho pena de não haver outro programa para cantar, também, com o José Cid”.

Os profissionais da informação também vão cantar no programa líder de audiências da TVI. Depois de Manuela Moura Guedes, o segundo a estrear-se será Júlio Magalhães já este domingo. O jornalista e pivô irá cantar ao lado de Lara Lee o tema ‘Telepatia’, da própria. Fonte da estação de Queluz garantiu à Correio TV que mais jornalistas irão subir ao palco das estrelas. Para já, na gala de dia 19 actuam também Rute Marques com Nuno Norte, Manuela Couto com Maria João e Lurdes Baeta com Pedro Camilo.

O ‘Canta por Mim’, apresentado por Júlia Pinheiro, terá a participação de 36 celebridades. Em dueto com um cantor conhecido, os famosos lutam por uma causa para chegar até à final e ganhar o prémio de 100 mil euros. Todavia, apenas uma única causa terá solução. Deste critério discorda Nuno Guerreiro, que cantou ao lado de Ana Paula Reis, uma das vencedoras da última edição. “Um ganha e o que acontece depois aos outros casos?”, questiona o cantor. Simone de Oliveira também lamenta que apenas uma causa possa ser resolvida. Mas a cantora e actriz de ‘Tu e Eu’ não poupa elogios ao programa da TVI e adianta que “estas acções para ajudar as pessoas são muito importantes”.

VOTAÇÕES DOS TELESPECTADORES

Ainda assim, as polémicas não ficam por aqui. As votações dos telespectadores não agradam ao júri de ‘Canta por Mim’ nem estão em sintonia com a pontuação dada em estúdio. Em dois programas, o famoso menos votado pelo júri foi o preferido do público. Aconteceu primeiro com Tomás Santos, actor da novela ‘Fala-me de Amor’, e depois com Ana Guiomar, ex-’Morangos’ e actual actriz de ‘Tempo de Viver’. “As pessoas estão a votar nos actores dos ‘Morangos com Açúcar’. A pontuação de Tomás Santos foi injustíssima, os telespectadores votaram no acompanhante ‘FF’ (ex-moranguito) e não no Tomás, quando havia dois talentos inquestionáveis [Margarida Vila-Nova e Leonor Poeiras]”, disse o maestro António Victorino d’ Almeida. Na última edição, Ana Guiomar, que cantou em dueto com Zé Manel, dos Fingertips, foi a menos pontuada pelo júri e a eleita pelo público. Essa diferença de critérios levou o maestro a fazer um apelo para que as “pessoas votem no desempenho do famoso e não nas causas, nem em quem está a cantar”.

MANUEL LUÍS GOUCHA

Manuel Luís Goucha estava de férias quando o convidaram e aceitou de imediato, mas só depois percebeu a dimensão de ‘Canta por Mim’. “Arrependi-me mais tarde, mas já não podia voltar com a minha palavra atrás. Não fui obrigado porque tenho um contrato muito honesto com a TVI em que não faço nada do que não quero”. O apresentador, que cantou ao lado de Rita Guerra, tem acompanhado a causa de um jovem com deficiências motoras. “Já o levámos ao ‘Você na TV!’ e conseguimos dar-lhe aulas de condução. Dou-lhe informação de exposições de pintura para que possa vender os seus quadros e assim conseguir comprar o carro que precisa”.

Apesar do entusiasmo, Cinha Jardim não aceitou de imediato concorrer a ‘Canta por Mim’. A ex-participante do ‘reality show’ ‘Quinta das Celebridades’, também da TVI, confessou não se sentir capaz de defender a causa. “Tenho uma voz rouca e fico afónica com facilidade”, admitiu à Correio TV. Mas cantou e encantou o júri que lhe deu o primeiro lugar na edição em que participou. Apesar de não ter passado à final, Cinha Jardim mantém contacto com a causa que apadrinhou, um empreiteiro que sofreu um acidente que o deixou paraplégico. “Fomos ao ‘Você na TV!’ – o programa matinal da estação de Queluz – onde lhe foram dadas canalizações e uma grua para que se pudesse movimentar melhor dentro da própria casa que está a construir”, revelou.

“EXPOSIÇÃO DA MISÉRIA” (Paco Bandeira, músico, 61 anos)

Paco Bandeira também aceitou participar no ‘Canta por Mim’. Mas apenas, como diz o próprio, “por uma questão de ética”. O cantor desconhecia o formato do programa e quando se apercebeu já tinha dito sim ao par Cristina Ferreira (apresentadora de ‘Você na TV!’, da TVI). “Ao perceber o formato disse que não concordava com a exposição da miséria alheia e do respectivo negócio de lágrimas que está por trás”, disse. E acrescenta: “Não é das pessoas que lá aparecem que tenho mais pena, é do maestro Victorino d’ Almeida e da Júlia Pinheiro. Acho que alguém que escolhe o lodo em vez das águas límpidas é que precisa de ajuda”. E as críticas ao ‘Canta por Mim’ não se ficam por aqui. O cantor vai mais longe ao afirmar que “os que mandam na TVI parecem os grandes senhores que andam de fraque e cartola a mendigar na lixeira”. Paco Bandeira não acredita na boa vontade da estação de Queluz e o próprio afirma: “penso que ninguém daquela casa esteja disposto a ajudar seja quem for. Estão sim interessados em explorar a miséria daquelas pessoas”.

O JÚRI REMUNERADO: NINGUÉM VOTA NAS CAUSAS

Jan van Dijck, produtor, apenas avalia as vozes e a presença dos famosos e afirma: “Não ligo às causas”. Também o maestro António Victorino d’Almeida tenta alhear-se das causas e concentrar-se nas vozes, algo que “os telespectadores também deveriam fazer”. “O público não está a ser isento. Está a votar nas causas e nas pessoas que já pertenceram aos ‘Morangos com Açúcar”, sustenta. Felipa Garnel é o único jurado que não está ligado à música: “Acredito que tenha sido escolhida por isso mesmo”. O júri é pago. “Estamos a trabalhar e por isso recebemos uma quantia discreta e justa”, admite o maestro.

'CANTA POR MIM'

O concurso apresentado por Júlia Pinheiro é um dos mais vistos ao domingo.

42,5% de share médio

14,6% de audiência média

Segunda-feira, 13 de Novembro de 2006

As confissões de Alexandra Lencastre

Alexandra Lencastre, de 41 anos, é a primeira a identificar-se com a expressão “uma boa imagem vale mais do que mil palavras”. Por isso, não hesitou quando recebeu a proposta de vestir a pele da carismática Evita Perón para o calendário da Karacter, cujas receitas reverterão a favor da Fundação do Gil.

Foi precisamente na tarde em que fez essa produção fotográfica que a actriz, a Fátima da novela Tempo de Viver, teve connosco uma conversa sincera e aberta sobre a sua vida, cujo centro continua a ser as filhas, Margarida, de nove anos, e Catarina, de sete. Esclareça-se ainda que, questionada sobre o boato que a dava como tendo uma relação com o actor Marcantonio del Carlo, com quem contracena na novela, a actriz respondeu, sem hesitações: “É tudo mentira.”

– Sente algum ponto de identificação com a Evita Perón?
Alexandra Lencastre – Não. Era uma mulher admirável, mas julgo que não tenho a força dela, nem a sua capacidade de liderança, e muito menos de ser uma grande mulher atrás de um grande homem.

– É curioso dizê-lo, porque para o grande público acho que a Alexandra até transmite uma imagem de força…
– Mas há tanta gente como eu... Tendo esta profissão que nos obriga a expormo-nos tanto, e por vezes de forma violenta, depois a nossa luta acaba por ser a tentativa de nos mantermos o mais fiéis e iguais a nós próprios. Se a Evita tinha isso, muitas mulheres também o têm pelo mundo fora. Já é tão difícil gerir a minha casa, a minha carreira, quanto mais sentir-me responsável pela vida de tantas pessoas e de tantas situações, como aconteceu com a Evita. Por outro lado, ela acabou por conquistar as pessoas pelo coração, e talvez aí me assemelhe a ela, mas também isso lhe foi cobrado.

– Porque aceitou o convite?
– Já colaborei com a Karacter no calendário do ano passado e gostei imenso da forma como eles trabalham. São pessoas com talentos múltiplos e que entendem uma série de pormenores.

– Tem uma vida profissional bastante preenchida. Alguma vez sentiu que faltou nalgum momento às suas filhas?
– Todos os dias sinto isso, mas já me penalizei mais do que o faço hoje em dia. No outro dia, uma amiga disse-me uma coisa que fixei e jamais esquecerei: muitas vezes estamos preocupados com os nossos filhos da maneira errada, pois na maioria das vezes queremos poupá-los a situações pelas quais já passámos e por vezes esquecemo-nos que eles precisam é que nos preocupemos com outras coisas. As minhas filhas já interiorizaram o meu trabalho, faz parte da vida delas, e já estão imunes à história da mãe ausente. As minhas ausências são compensadas com uma presença especial, e quando estou com elas procuro estar muito atenta ao que precisam. Julgo que com toda a educação, rigor, disciplina e princípios que procuro incutir, aquilo que definitivamente elas precisam nesta altura é de mim, do melhor de mim, dos meus beijos, mimos e afecto.

– Por outro lado, elas próprias também a mimam nos momentos em que se sente mais triste ou cansada…
– Claro que sim. Já são duas mulherzinhas e interessam-se muito por aquilo que faço e pela minha vida. Ficam bastante sensibilizadas quando sabem que vou fazer trabalhos como este, e a sua curiosidade é maior.

– Desde que se separou do Piet-Hein, não se tornaram especialmente protectoras da mãe?
– Temos uma cumplicidade feminina enorme, e quando olho para elas percebo imediatamente se estão tristes ou contentes, e também eu tenho essa transparência em relação a elas. Elas percebem perfeitamente se no meu olhar transmito apenas cansaço, ou também alguma nostalgia ou tristeza, e, depois, como temos uma relação muito aberta, elas perguntam e eu respondo. Elas são os meus alicerces e a minha força. Os nossos filhos não são nossos, cada uma irá ter o seu percurso, e respeito e compreendo que isso aconteça. Também elas me respeitam a mim e julgo que isso é a base de qualquer relação.

– E isso tem acontecido muitas vezes, sentir-se triste, ou refugia-se um pouco no trabalho?
– Já referi isto algumas vezes, e quando estou a trabalhar, sou um pouco obsessiva. Fico muito concentrada e vidrada naquilo que estou a fazer, e mesmo que uma novela pareça que já está a andar sozinha, isso nunca acontece, pois há sempre um desafio à nossa frente.

– Parece ser uma mulher com necessidade de amar e ser amada. Visto que está sozinha neste momento, isso acentua-se?
– Cheguei a uma fase da minha vida em que estou mais pacificada com a questão da procura. Aliás, neste momento a procura é uma palavra quase feia para mim. Não procuro ninguém, e julgo que quanto menos o fizer, mais tranquila estiver e melhor me sentir comigo própria, com o meu trabalho, as minhas filhas e família, naturalmente irei atrair a pessoa certa, uma pessoa que esteja no mesmo comprimento de onda e com a mesma tipo de energia que eu. Nessa altura, quando isso acontecer, será um bom encontro. Nunca fui muito namoradeira e tenho uma certa inveja das pessoas que o são, pois acho que se divertem muito mais. Se calhar, vivo as coisas de uma forma mais profunda e intensa, e quando sou feliz, sou-o até ao limite, mas quando estou triste, também sou triste. Ajo mais com o coração e menos com a razão, e defendo-me pouco. Mas é tão bom confiar, entregarmo-nos e não precisarmos de nos defender….

– Então não deixou de acreditar no amor…
– Não, não deixei. Vai chegar na altura que tiver de ser.

– Não há noites em que se sente mais só?
– Há, mas também é uma boa altura para não se fazer fugas para a frente. É óptimo sair com os nossos amigos e divertirmo-nos até chegarmos a casa, cairmos na cama e não pensarmos em mais nada, mas também é interessante o desafio de estarmos connosco próprios, de nos conhecermos cada vez mais e tornarmo-nos pessoas cada vez melhores. No fundo, é o saber estar, esperar e compreender, mas, principalmente, saber aceitar. É nisso que tenho trabalhado e já vejo alguns resultados. Embora continue uma pessoa ansiosa, isso já não determina a minha má disposição.

– O seu ex-marido vai ser pai novamente. Alguma vez pensou que ele está a dar uma família às suas filhas, no sentido tradicional da palavra, e a Alexandra não?
– Também eu já lhes dei isso. Aliás, acho que já lhes dei o melhor do mundo e penso que elas sabem ver isso. Penso que há fases para tudo e elas já sentiram essa segurança em relação à nossa família. Agora, a família delas comigo é uma e vão ainda ter outra com o pai. No fundo, isso é uma multiplicidade de ex­periências fantástica que as vai preparar para a vida.

– Não sente, de todo, o seu lugar ocupado?
– Nem pensar. Aliás, tem sido fascinante. Elas separam muito bem as coisas, e cada vez tenho mais a certeza de que os adultos têm a aprender muito com as crianças.

– E como é que elas têm reagido à ideia de terem uma irmã? Não se mostram preocupadas?
– Eu e o Piet-Hein conversamos muito com elas e tentamos explicar as coisas da melhor maneira possível. Por muito que isso seja quase instintivo, a pessoa sentir o seu lugar posto em causa e ter medo da substituição, acho que as coisas estão muito equilibradas e doseadas. Além do mais, a Patrícia (Silva) também tem um filho e elas já se habituaram a tratá-lo como irmão, por isso, a diferença não é muita. Está tudo a correr de uma forma muito calma e pacífica e julgo que elas nunca vão passar pelo sentimento de insegurança em relação aos pais. Graças a Deus estamos a fazer um bom trabalho, um trabalho de equipa.

– E a Alexandra não tem desejo de ser mãe novamente?
– Isso tenho sempre, e penso que terei até morrer. (risos)

Segunda-feira, 23 de Outubro de 2006

Alexandra Lencastre:"As minhas filhas andam furiosas. Acham que chega de tanto trabalho"

A vida de um protagonista de novela é assim mesmo. Se por um lado existem todas as compensações inerentes ao sucesso profissional, por outro saltam à vista alguns aspectos menos positivos. Que o diga Alexandra Lencastre, que dá vida a Fátima na novela da TVI Tempo de Viver, um papel que tem exigido da actriz uma extrema dedicação, física e psicológica.


“Esta é a terceira semana consecutiva que não tenho nenhuma folga, começo a ressentir-me bastante. Estou até um bocado adoentada”, sublinhou a actriz, que fez parte do júri no concurso Trend Vision Award 2006, que teve lugar no Pavilhão Atlântico, no Parque das Nações. Foi no fim do evento que Alexandra Lencastre confessou que o seu ritmo de trabalho começa a reflectir-se na relação com as duas filhas, Margarida e Catarina.


“As minhas filhas andam furiosas comigo. Acham que chega de tanto trabalho. E ficaram um bocadinho tristes por saber que este Natal vão ter a mãe a trabalhar. Andam descontentes. Mas depois vou tentar compensá-las ao máximo, obviamente.” A palavra ‘férias’ só fará parte do vocabulário da actriz em Janeiro, altura em que terminam as gravações da novela que protagoniza.

CARAS

Quinta-feira, 30 de Março de 2006

Alexandra já tem novo papel

Alexandra Lencastre

Após um período de merecido descanso, a actriz Alexandra Lencastre prepara o seu regresso ao horário nobre e já tem personagem definida na novela ‘Dinheiro Vivo’. Em entrevista à Correio TV, o autor Rui Vilhena revela alguns pormenores da trama da nova aposta da TVI e adianta que, desta vez, Alexandra Lencastre será “o oposto de Luiza”, a vilã que se celebrizou em ‘Ninguém como Tu’.

“Não seria justo dar-lhe um papel semelhante”, diz Rui Vilhena, que assinou também o argumento do último grande sucesso da estação de Queluz.

Crédito: Correio da Manhã

Segunda-feira, 27 de Março de 2006

Traição na relação entre Alexandra e Gamito?

O relacionamento entre Alexandra Lencastre e António Gamito acabou e os amigos do casal garantem que o motivo foi uma traição do fotógrafo. Na revista "Vidas", uma fonte revelou que António apaixonou-se por uma manequim e já está a viver com ela. A mesma fonte garante que a actriz descobriu que ele tinha uma relação paralela e diz que ela nunca o perdoará.
Quinta-feira, 23 de Março de 2006

Alexandra com Ruy de Carvalho, na nova produção da TVI

A novela que estreará para substituir Dei-te quase Tudo (que ainda há pouco começou), já anda nas bocas do povo. Isto tudo por causa da dita cuja montanha russa de Rui Vilhena. Estão já varios nomes confirmados, como Alexandra Lencastre( o que já não é nunhuma novidade) , Ruy de Carvalho, Manuela Couto, Dalila Carmo(em princípio), mais, Margarida Vila-Nova, Joana Solnado, Frederico Barata, Marco Delgado, José Fidalgo, ...e outros que virão...

Créditos: Revista Maria

Relacionamento entre Alexandra e Gamito chegou ao fim

Alex e gamito

O relacionamento entre Alexandra Lencastre e António Gamito parece ter acabado. O fim do romance foi várias vezes anunciado na imprensa, mas sempre negado. A revista "Lux" revelou que a actriz e o fotógrafo ainda tentaram salvar a relação em Cabo Verde. Num exclusivo, da mesma revista, a actriz revelou "Ele desiludiu-me! Não o quero ao meu lado".
Terça-feira, 7 de Março de 2006

Trio de peso!(Alexandra Lencastre, Marcantonio Del Carlo e Margarida Vila-Nova)

Alexandra Lencastre, Margarida Vila Nova e Marcantónio Del Carmo, são já alguns dos nomes confirmados para a próxima novela de Rui Vilhena  

  

Na NBP, a maior produtora nacional de ficção, está tudo a postos para fechar o elenco da próxima novela da TVI, da autoria de Rui Vilhena, o responsável pelo guião de “Ninguém Como Tu”.
Até há pouco tempo, a única actriz confirmada no papel de protagonista era Alexandra Lencastre, mas outros nomes se juntam a ela. É certo que Marcantonio Del Carlo, o trapalhão António de “Os Serranos”, também fará parte do projecto, bem como Margarida Vila-Nova, que ainda vemos no ecrã como Rita em “Mundo Meu” e que poderá ser filha de Alexandra nesta produção. Um trio poderoso e capaz de agarrar audiências desde o primeiro episódio.
Mas há mais. Dalila Carmo, Manuela Couto, Frederico Barata e José Fidalgo, curiosamente todos pertencentes ao sucesso “Ninguém Como Tu”, também estão praticamente confirmados. A estes juntam-se ainda Joana Solnado, afastada do pequeno ecrã desde que fez a novela brasileira “Como Uma Onda” e, eventualmente, Bárbara Norton de Matos, que regressará ao activo depois de ter sido mãe.
Rui Vilhena não se intromete na escolha, mas diz quais seriam os seus actores de eleição. “Adoraria ter o mesmo elenco de ‘Ninguém Como Tu’”, garante. Não terá o mesmo, mas muitos nomes repetir-se-ão.

Entre o drama
e a polémica
Já no que diz respeito à história, ele é o homem que guarda o grande segredo e a quem cabe definir as linhas mestras. De volta ao trabalho depois de umas merecidas férias, Rui Vilhena escreve neste momento o primeiro episódio da novela. “É o mais importante. Levei um dia inteiro para escrever uma cena de uma página e 20 minutos a escrever uma frase de linha meia. Escrevo com o mesmo cuidado de uma longa-metragem”, garante.
Sem querer desvendar a teia, o autor revela, no entanto, que “tem uma carga emocional mais dramática, mais conflituosa e mais polémica que ‘Ninguém Como Tu’”. O tema central é forte, os outros serão quotidianos, de fácil identificação. “Do tipo que acontece ao vizinho do lado”, conta.
Segundo o autor, a substituta de “Dei-te Quase Tudo”, vai “fazer os telespectadores ficarem agarrados à televisão”. Mas atenção. Desta vez, não vai haver nenhum crime para desvendar e a protagonista não será uma vilã.
Ao lado de Vilhena volta a estar a guionista Irina Gomes e dois novos colaboradores que foram convidados depois de terem frequentado os workshops do guionista.
A novela está agora numa fase de pré-produção e deverá iniciar as gravações ainda antes do próximo Verão.

Fonte: TV Mais

Quarta-feira, 1 de Março de 2006

Alexandra revelou "está farta do País"

Alex e gamito

Fonte próxima de Alexandra Lencastre revelou à revista do jornal Correio da Manhã: "Vidas", que a actriz "está farta do País". Segundo a mesma fonte, Alexandra está saturada e furiosa com as últimas notícias que têm sido publicadas. As notícias sobre o fim do seu namoro, a relação com o ex-marido, filhas, mãe e irmão, deixaram a actriz triste e com vontade de mudar de profissão e "a possibilidade de ir viver para o estrangeiro não está posta de parte".

Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2006

Alexandra Lencastre e António Gamito Juntos e felizes!

 


Alexandra Lencastre e António Gamito estiveram na festa que serviu para apresentar o novo calendário da Central Models, agência de Mi Tó Romano. Foi aqui, no The Pump House, em Lisboa, que a tvmais aproveitou para falar com o casal, que, em pleno Dia dos Namorados, desmentiu os recentes rumores de separação. “Acho graça às coisas que saem na Imprensa. Em vez de sofrer, rio-me”, disse Alexandra, divertida. A actriz continuou: “Há uma grande crise de valores e vale tudo... As tragédias e desgraças vendem mais...”.


À pergunta se se consideram um casal apaixonado, Alexandra respondeu citando Oscar Wilde: “A única diferença entre um capricho e uma paixão eterna é que o capricho dura um pouco mais”. Se o caso deles é paixão ou capricho só o futuro dirá. O certo é que os dois pombinhos passaram o resto da noite a trocar muitos beijos e carinhos.

 TV MAIS

Sábado, 11 de Fevereiro de 2006

Alexandra Lencastre constrói piscina na casa da Quinta da Marinha

Alexandra Lencastre aproveitou o facto de ter algum tempo entre trabalhos televisivos para fazer algumas mudanças na sua vida.


Com o namorado, António Gamito, na Suíça em trabalho, a actriz arregaçou as mangas e fez umas obras na sua casa da Quinta da Marinha. A antever que o trabalho quando voltar é em força, investiu numa relaxante (e refrescante) piscina. Contratou uma empresa especializada e encarregou-se de tratar de tudo pessoalmente, passo a passo.


Com a energia que lhe é característica, Alexandra Lencastre não descansou enquanto não ficou tudo bem encaminhado. A tvmais ligou à actriz para saber como estava a viver esta fase de mudanças e obras, mas a única resposta foi a do atendedor de chamadas. Sem gravações, mas preocupada com outros afazeres, não resta muito tempo para “desabafos”.


A nova casa junto à praia O stresse e o cansaço podem ser um grande inimigo para um actor, por isso há que apostar no bem-estar. tal como a publicou na semana passada, Alexandra Lencastre esteve em mudanças. o destino dos móveis é a nova casa de praia da actriz. Quando António Gamito regressar a Portugal, vai ter mais
uma surpresa à sua espera. Com a brisa do mar por perto, o romantismo vai certamente estar no ar.

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.pesquisar

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Últimas:

. Cachet das estrelas

. Alexandra Lencastre parte...

. Alexandra Lencastre:"Fico...

. TVI: Centro comercial de ...

. Alexandra e Perry a camin...

. Merche Romero conduziu a ...

. Alexandra Lencastre prota...

. Margarida Vila-Nova está ...

. Alexandra Lencastre escol...

. Polémica em ‘Canta por Mi...

. As confissões de Alexandr...

. Alexandra Lencastre:"As m...

. Alexandra já tem novo pap...

. Traição na relação entre ...

. Alexandra com Ruy de Carv...

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.tags

. a bela e o mestre(6)

. alexandra lencastre(29)

. alinne moraes(8)

. ana guiomar(5)

. angelico vieira(16)

. angelina jolie(20)

. antonio pedro cerdeira(13)

. band(8)

. barbara guimaraes(6)

. barbara norton de matos(5)

. belissima(9)

. benedita pereira(6)

. brad pitt(13)

. britney spears(8)

. canta por mim(4)

. carolina dieckmann(5)

. catarina furtado(20)

. caua reymond(9)

. cesar peixoto(11)

. christina aguilera(6)

. cinha jardim(5)

. claudia semedo(5)

. claudia vieira(28)

. cleo pires(7)

. cristiano ronaldo(29)

. dalila carmo(9)

. dança comigo(11)

. dani(7)

. daniela mercury(5)

. daniela ruah(13)

. danielle suzuki(6)

. deborah secco(7)

. deixa-me amar(9)

. diana chaves(22)

. diogo amaral(10)

. doce fugitiva(5)

. dzrt(6)

. elsa raposo(7)

. fala-me de amor(4)

. fernanda serrano(15)

. floribella(13)

. francisco adam(5)

. francisco penim(5)

. gato fedorento(7)

. globo(25)

. gloria pires(4)

. guilherme berenguer(4)

. helena isabel(4)

. henri castelli(4)

. herman josé(4)

. ilha dos amores(16)

. imperius(7)

. ines castel-branco(6)

. ines simoes(4)

. isabel figueira(34)

. ivete sangalo(4)

. jennifer lopez(5)

. jessica athaide(4)

. joana duarte(11)

. joana solnado(13)

. joão reis(9)

. jose fidalgo(6)

. juliana paes(6)

. luciana abreu(15)

. mafalda pinto(6)

. margarida vila nova(18)

. maria joão bastos(15)

. mariana monteiro(7)

. marisa cruz(8)

. melanie c(5)

. merche romero(46)

. morangos com açucar(51)

. nbp(5)

. operaçao triunfo(5)

. paixões proibidas(7)

. paula lobo antunes(6)

. paula neves(6)

. paulo pires(7)

. pedro granger(6)

. pedro miguel ramos(8)

. pedro teixeira(10)

. ricardo pereira(16)

. rita andrade(5)

. rita pereira(20)

. rodrigo menezes(6)

. rtp(43)

. rtp1(30)

. rtp2(5)

. ruy de carvalho(5)

. são josé correia(11)

. shakira(8)

. sic(71)

. silvia alberto(11)

. sofia alves(9)

. sonia araujo(6)

. soraia chaves(24)

. tempo de viver(9)

. tu e eu(8)

. tvi(126)

. vila faia(5)

. todas as tags

.Links:

blogs SAPO

.subscrever feeds