Sábado, 25 de Agosto de 2007

Benedita e Tiago apaixonados

Ambos pautam as suas vidas pela discrição e, por isso, tudo estão a fazer para manterem o namoro longe dos olhares públicos. Mas o Correio Vidas apurou que Benedita Pereira e Tiago Bettencourt estão muito apaixonados.

Benedita Pereira em clima de romance com vocalista dos Toranja 

Na última semana, os dois aproveitaram o dia de sol para um almoço romântico. A actriz e o vocalista dos Toranja escolheram A Margem, uma esplanada na zona de Belém, em Lisboa. Segundo uma testemunha contou ao Correio Vidas, o casal manteve-se sempre discreto.

“Eles estiveram sempre a trocar carinhos, mas sempre de uma forma que não desse nas vistas”, afirmou a nossa fonte, declarando que as atitudes do casal demonstraram que a paixão está no ar.

Durante mais de duas horas, Benedita Pereira e Tiago Bettencourt deliciaram-se com o almoço, ao mesmo tempo que aproveitaram para namorar.

A mesma testemunha disse que, apesar de ambos tentarem manter a discrição, muitos foram aqueles que reconheceram não só Benedita Pereira – que recentemente vimos na telenovela da TVI ‘Tempo de Viver’ – como Tiago Bettencourt, líder da banda Toranja, No entanto, talvez por perceberem o clima romântico que pairava no ar, nenhum transeunte incomodou o casal.

Após o almoço, segundo a mesma fonte, Benedita Pereira e Tiago Bettencourt deixaram a esplanada A Margem e novamente pautaram o seu comportamento pela discrição. Apesar de terem saído algo afastados do restaurante, os dois artistas seguiram viagem no mesmo carro.

Depois de deixar o Porto para viver em Lisboa desde os ‘Morangos com Açúcar’, Benedita Pereira viu o seu namoro de três anos com Carlos Miguel Costa terminar durante as gravações da série da TVI, em 2004. Desde então nunca mais se lhe conheceu um amor. Já Tiago Bettencourt apaixonou-se por Jessica Athayde, mas foi um namoro curto.

ALMOÇO ROMÂNTICO NUMA ESPLANADA

Na esplanada A Margem, em Belém, Lisboa, Benedita Pereira e Tiago Bettencourt não se pouparam nos carinhos, mas fizeram tudo para não dar nas vistas.

O namoro é recente mas, segundo algumas testemunhas, a cumplicidade era muito forte.

SEIS MESES COM JESSICA

Tiago Bettencourt não gosta mesmo de expor a sua privacidade. Por isso, poucos sabem que terminou recentemente o seu namoro com Jessica Athayde.

O músico viveu um romance discreto com a actriz, que interpreta a ‘Carlota’ na telenovela da TVI ‘Ilha dos Amores’, durante pouco mais de seis meses.

Nessa altura o casal raramente apareceu publicamente junto e, quando o fazia, surgiam sempre cada um para o seu lado.

CM

Quarta-feira, 25 de Julho de 2007

Benedita Pereira vai para Nova Iorque




A jovem actriz portuguesa Benedita Pereira vai estudar para Nova Iorque em Setembro e já não consegue pensar noutra coisa, conta hoje o jornal 24 Horas.

«Estou super ansiosa, ando a preparar algumas coisas, mas em Agosto é que trato de tudo», contou a actriz ao jornal.





Benedita Pereira vai para Nova Iorque fazer um curso de representação com a duração de um ano lectivo, e terá como companheira de casa uma outra jovem actriz portuguesa, Daniela Ruah.


Daniela e Benedita não são as primeiras «promessas» portuguesas a atravessar o Atlântico para estudar a arte da representação. Pela «grande maçã» já passaram também, para receber formação, Soraia Chaves, Adelaide de Sousa, Vera Kolodzig, Pedro Granger e Ivo Canelas, entre outros.

 

 




Até partir para Nova Iorque, Benedita Pereira terá ainda muito que fazer.



Conta o 24 Horas que a actriz vai fazer um workshop de teatro em Berlim, gravar mais dois anúncios para a Rede4 e continuar a fazer locução para spots televisivos.

Domingo, 29 de Outubro de 2006

Famosas rendidas à moda das botas

Tendência - Ao estilo das celebridades internacionais

Soraia Chaves, Benedita Pereira, Andreia Diniz, Sara Esteves Cardoso, Margarida Vila-Nova e Katty Xiomara, à semelhança das celebridades internacionais, renderam-se às botas de cano alto que este ano são sinónimo de bom gosto e elegância. “Não faço ideia de quantos pares de botas tenho, mas garantidamente muitos”, revela a actriz Soraia Chaves, que nem se lembra de quanto já gastou nesse prazer.

SOraia Chaves Soraia Chaves

Menos desligada do que a bela ‘Amélia’ de ‘O crime do Padre Amaro’ é a modelo Andreia Diniz, que investe neste tipo de calçado a sério: “Adoro botas, tenho para aí uns dez pares: desde os mais práticos de salto raso e confortáveis a outros mais ‘sexy’ e de tacão alto ou em estilo texanas. Quanto a valores acho que o mais alto que já paguei foi 200 euros.” Já a actriz Benedita Pereira confessa ser incapaz de dar mais de 150 euros por um par de botas. “Acho que as mais caras são umas texanas que comprei por 150 euros. “Ainda assim, também ela tem uma colecção de dez pares. Quanto ao seu estilo favorito, Benedita diz que são mesmo estas, estilo galochas, e até sorri quando admite ser uma ‘fashion victim’, como Sienna Miller.

Num retorno ao ‘glamour’ dos anos 60-70, as botas surgem agora como um acessório indispensável na moda feminina. Com detalhes discretos, aplicações ousadas e materiais nobres, as botas conquistam as celebridades que não as dispensam em nenhuma ocasião. Mas o segredo do sucesso deste calçado reside na conquista inteligente dos criadores que, desde o ano passado, o impõem, subtilmente, nos seus desfiles.

A ideia acabou por pegar e sair da timidez das ‘passerelles’ para a rua e tornar-se moda. As beldades nacionais destacam ainda as mil e uma possibilidades de um acessório que agora domina a ‘toillette.’ De dia e de noite. Com vestidos justos, calções, saias, calças, tornam-se indispensáveis quando se trata de compor um guarda-roupa.

E porque a moda é, cada vez mais, ecléctica, quer a bota preta clássica, a estilo ‘cowboy’, a bota-galocha, as azetecas, as esquimó (ou Uggs) ou as de estilo alentejano, todas elas são ‘fashion’.

MARGARIDA VILA-NOVA, ACTRIZ

Bota tipo alentejana é a que mais seduz as actrizes Margarida Vila-Nova e Julia Roberts.

BENEDITA PEREIRA, ACTRIZ

‘Fashion victim’ assumida, Benedita Pereira opta pela bota-galocha, tal como Sienna Miller.

SARA E. CARDOSO, PSICÓLOGA

A bota à ‘cowboy’ agrada a Sara Esteves Cardoso e à mulher de David Beckham, Victoria.

ANDREIA DINIZ, MODELO

O estilo azeteca agrada sobremaneira às actrizes Andreia Diniz e Gwyneth Paltrow.

KATTY XIOMARA, ESTILISTA

A estilista Katty Xiomara identifica-se com a bota esquimó, tal como a actriz Jodie Foster.

Fonte: CM

Terça-feira, 11 de Abril de 2006

«1755 O Grande Terramoto»,

O Teatro da Trindade/Inatel, de Lisboa, estreia dia 19 de Abril a peça «1755 O Grande Terramoto», uma produção que envolve 36 actores sob a direcção de Jorge Fraga.

 

Esta peça de teatro recria ficcionalmente a cidade de Lisboa no século XVIII e os conflitos entre grupos sociais da época, na luta por privilégios, influências, interesses e poder.

   

Em comunicado, o Teatro da Trindade explica que a acção dramática de duas horas e meia, retrata Lisboa antes, durante e depois do terramoto com a ascensão ao poder de Sebastião José de Carvalho e Melo, Conde de Oeiras e Marquês de Pombal.

O processo do texto escrito, que demorou cerca de um ano a concluir, é da autoria de Filomena Oliveira e Miguel Real.

Do vasto elenco de actores fazem parte nomes conhecidos do teatro e da televisão como Ana Bustorff, Benedita Pereira e João Lagarto.

O espectáculo estará em cena até 29 de Julho de 2006.

Fonte: Diário Digital / Lusa

Sábado, 1 de Outubro de 2005

Benedita Pereira é Teresa em Ninguém como Tu

Depois da menina mimada em Morangos Com Açucar, a forte e determinada Teresa da novela da noite da tvi.

SAIBA TUDO sobre uma das mais requisitadas actrizes do momento. Apesar de contar ainda com um curto percurso na área da representação, a verdade é que Benedita Pereira não pára de surpreender com o seu talento e é hoje uma das mais faladas actrizes da ficção nacional.

Segura da profissão que escolheu, Benedita assume que seria infeliz se não pudesse representar. Conheça mais sobre esta jovem actriz que assume estar preparada para novos desafios.

Como tem sido vestir o papel de Teresa?

Tem sido óptimo. Uma boa surpresa, por estar a aprender com os grandes actores que admirava e com quem agora me dou bem. Os MORANGOS foram muito importantes para me dar experiencia para este e outros trabalhos.

Que surpresas reserva a personagem?

Ela vai mostrar toda a força que tem ao lidar com as atitudes da mãe e, consequentemente, vai ter de mudar, mas a personalidade dela mantém-se. Ela sacrifica-se e vive para o bem-estar dela e dos que ama.

 

E sentimentalmente? Não lhe vai correr muito bem. Primeiro vai dedicar-se muito ao trabalho para esquecer a vida amorosa, o que, por outro lado, também a vai afastar da felicidade no amor. Porém acredito que o amor vá vencer e ela terminará feliz.

 

E a relação com os pais? A mãe é que tem o poder nas mão para mudar a história e ela vai tentando fazer com que as suas maldades sejam um mal menor. Vai enfrentar a mãe corajosamente em função do pai e da agencia.

A Teresa vai engravidar e ser abandonada? Não. Que eu saiba não.

Se pudesse escolher um final qual seria? Acho que ela merecia um final feliz. Penso que deveria ficar com o Miguel, devia aceita-lo como ele é. Contudo, ele também devia ter a noção de que tem de fazer algo pela vida, senão ela também não iria ser feliz. As pessoas que ela ama também deveriam ter um grande final.

É uma mulher de grandes paixões? Sim. Sou uma mulher que luta pelo que quer e acredita.

Como lida com as cenas íntimas? Agora, com naturalidade. Vamo-nos habituando.

Sente-se feliz com a sua imagem? Ás vezes....Sou mais insegura do que pareço...Há dias.

Sexta-feira, 23 de Setembro de 2005

Benedita Pereira

 

Quando era miúda, fazia com a família passeios pela Europa: Espanha, França, Itália, Suíça e também Estados Unidos e Brasil. O Rio da Janeiro é «a sua cidade». «A violência é que é uma chatice, mas no outro dia também houve tiroteio à porta da minha casa...»
A sua casa é agora em Lisboa, junto ao rio. Mudou-se para ser a Joana da série «Morangos com Açúcar» em Junho de 2003. Que foi quando toda esta aventura começou.

 

 


 

A aventura fez dela uma das actrizes mais famosas junto do grande público, em especial o mais jovem. Também na TVI, é possível vê-la neste momento na telenovela «Ninguém como Tu». Nasceu no Porto, filha de um engenheiro civil que a pôs no teatro, e de uma senhora que agora está reformada e que se preocupou em fazer dela uma criatura delicada e feminina. Benedita Pereira adora a vida que tem.

 

 – Tem consciência de ser famosa? O que é que faz as pessoas famosas? O talento, a beleza, o carisma...

Benedita Pereira – Foi um mero acaso. Entrei numa série («Morangos com Açúcar») que teve um sucesso enorme — um sucesso de que ninguém estava à espera... Uma série inovadora, os protagonistas eram miúdos de dezoito anos, dezassete. Os intervenientes também tiveram sucesso ou ficaram famosos. Os meus amigos é que dizem: «Ai, estão sempre a olhar para ti»; mas eu sou um bocado cabeça no ar em tudo, e estou sempre no meu mundo.

 – Recebe muitas cartas de fãs. O que é que dizem?

BP – Não sei se é por ser nova, se por ter algum tipo de carisma, (que não sei qual é), gostam de mim. E exageram: dizem que sou a melhor actriz do Mundo! E dizem: «Gostava de ser actriz, gostava de ser como tu, gostava que fosses a minha irmã mais velha, não queres ser minha amiga?, liga-me!» E eu fico assim um bocado... Quem sou eu?

 – Os jovens, sobretudo as raparigas, imitam o seu comportamento, a sua maneira de vestir e de estar.

BP – Sim. Tenho uma loja no Porto com a minha mãe e a minha irmã, e vão muitas raparigas lá pedir as coisas que eu tenho, para terem a mesma roupa que eu. Não quero dar um mau exemplo. Uma vez fui a um programa antitabaco dizer que não era fumadora e porquê.

 

 – E a sua família, como é que reage ao seu sucesso? Como é que lidam consigo?

BP– Os meus pais e a minha irmã..., até fico envergonhada!, porque começam a entusiasmar-se. «A minha filha isto», «A minha irmã aquilo»! O meu pai é que me pôs no teatro com oito anos. Foi um sonho que ele nunca concretizou. Fomos à única escola de teatro para crianças e jovens lá no Porto. Eu não sabia o que era, sabia lá o que era ir para o teatro! Mas, a partir daí, sempre quis ser actriz.

– Então, foi educada para ser actriz?

BP – Sim, fui educada para ser actriz, para seguir o meu sonho. Era uma coisa em que sentia imenso orgulho: eu sabia o que queria. Os miúdos umas vezes querem ser veterinários, outras vezes professores. «O que é que queres ser?», e eu, desde pequenina: «Actriz.» Hoje em dia, as miúdas todas querem ser actrizes para ser famosas, para aparecer na televisão, para ser iguais ao Pipo e à Joana (par central dos «Morangos»; Benedita interpretava «Joana»).

 – Esse sonho infantil de ser actriz traduzia-se em quê? Que vida imaginava que ia ter?

BP – Imaginava o teatro, porque estava numa escola de teatro, e não uma novela. E era Lisboa, eu sabia que não podia ficar lá. Era um bocado aquela aventura... Sempre adorei a vida dos camarins. «E se fosse isto a minha vida toda?» Aquele ambiente, aquela correria, aquela tensão que ao mesmo tempo é tão boa. Aquele nervoso que depois se transforma numa peça toda. Aquele medo de falhar. E todos os preparativos... Para mim, é o melhor.

 – E a ideia de que os artistas são sempre muito criativos, muito extravagantes?

BP – Também é por aí. A minha mãe dizia-me sempre: «És muito teatreira.» Sempre fui de falar muito, de gritar muito, de cantar muito. Eu enchia a casa. Quando me vim embora, a minha mãe sofreu muito. Por um lado, era um descanso para os ouvidos, por outro, parecia que não tinha ninguém. O meu pai sempre adorou e puxava imenso por mim. «Faz isto, faz aquilo» - para provocar a minha mãe. Fazia imensas coisas, dizia palavrões... Acho que sou mesmo aquilo que ele podia ter sido.

 – Cresceu a admirar a beleza da mãe, aquela classe e distinção que as mães têm e as meninas querem ter?

BP – Desde pequenina que queria ser como a minha mãe, que é muito bonita, toda bem-feitinha, magrinha, veste o mesmo tipo de roupa que eu. Eu não era maria-rapaz, mas era bruta (e sou) no modo de dizer as coisas, não era muito feminina; e a minha mãe puxava sempre: «Não digas isso, não faças assim.» Eu gozava, começava a imitar o mecânico da esquina ou a falar à Porto, mas no outro dia fui-lhe agradecer.

 – Esta aventura começou há exactamente dois anos. Quando foi fazer o casting para os «Morangos com Açúcar», pensou que esta podia ser a sua grande oportunidade?

BP – Eu não sabia para o que é que ia. Ninguém nos diz nada. Dão-nos um papel e depois logo se vê. Já tinha feito outros castings, para mim era mais um. Nem sabia que era para protagonista. E a esses castings vai tanta gente... Não estou à espera de que me digam, mesmo um não...

 – Mas foi uma mudança extraordinária na vida de uma rapariga muito, muito jovem no espaço de meia dúzia de meses. Portanto, mudou-se para Lisboa e foi viver sozinha.

BP – A minha mãe ficou comigo durante um mês, mas depois não podia, tinha outra vida. Mas, sim, foi uma grande mudança. Fez-me crescer assim... Eu olho para trás, para o que era há dois anos, e vejo uma grande diferença. Os meus pais sempre me incutiram a noção da responsabilidade. Fazia sempre tudo sozinha. Tinha um teste, um trabalho de moda, o instituto, isto ou aquilo, precisava da minha mãe para a boleia, mas tinha tudo organizado e nada falhava.

 – Mas não se permite falhar... É muito orgulhosa, não é?

BP – Sou!!

 – Aquela coisa de não querer que digam: «Demos-te responsabilidade e tu falhaste.»

BP – Não queria mesmo dar-lhes motivos para me chamarem a atenção, queria mesmo fazer as coisas por mim própria. Ajudou-me imenso: de repente, vim para aqui e já estava habituada a gerir o meu tempo, as minhas coisas. Estar sozinha mesmo..., aí é que comecei a aprender a conhecer-me, a ver como é que funcionava.

 – E então, como é que funciona?

BP – Sou super preguiçosa, super desorganizada. Com as roupas, a casa, os textos, tudo. Perco muito tempo a procurar isto, aquilo, eu sei, mas gosto de viver assim. Adoro aqueles momentos em que não estou a fazer nada e estou sozinha; e às vezes sinto uma necessidade enorme de estar com os meus amigos, de explodir um bocadinho. Sou também um bocadinho egoísta e independente.

 – Tem medo de falhar?

BP – Tenho sempre. Em tudo. Mas acho que é isso que me faz lutar mais. Falho muitas vezes.

 – É muito exuberante, muito bonita. Num grupo, foi sempre o centro das atenções?

BP – Em casa, sim. Por ser assim, nunca tive um grupo de amigos. Ou seja, dava-me com quase toda a gente. Sempre odiei essa história dos «grupos». O meu pai era exactamente igual, nunca teve nenhum grupo. E mesmo agora, cá, comecei por ter um grupo, que era o dos «Morangos», e são os meus amigos, mas tenho mais três ou quatro grupos de amigos. Agora, vou fazer anos, vou fazer uma festa e vou juntar toda a gente!

 – As suas relações de amizade baseiam-se em quê? De que tipo de assuntos é que falam?

 – Depende do grupo. Com os meus amigos dos «Morangos», falamos de tudo, vivemos tudo... Assuntos profissionais, projectos para fazer em comum. Sou incapaz de passar um dia sem falar com um deles. Quando estou feliz, ligo-lhes a todos; quando estou triste, também sou capaz de ligar. E sentimos a necessidade de partilhar tudo, sejam os ataques terroristas, seja «fui comprar umas calças».

 – Mas se tiver um grande segredo, uma coisa íntima e muito delicada, a quem é que a conta?

BP – (Silêncio)

SRD – A ninguém, não é?

BP – Pois. Há assuntos de que devo falar com a minha irmã ou a minha mãe, e há assuntos de que devo falar com eles (amigos), depende.

 

 


 

– Cresceu bem com o seu corpo?

BP – Sempre foi uma relação bastante pacífica. Mas quando era miúda, tinha mais auto-estima do que tenho agora. Deve ser por causa desta tensão e desta atenção toda. Somos todos tão observados, há tanta gente a querer pôr defeitos e a criticar, seja o trabalho, seja o corpo, que acabo por me sentir muito mais insegura.

 – O corpo é um instrumento de trabalho, no seu caso.

BP – Exactamente. Por isso é que me sinto mais insegura, porque sei que preciso dele e há muita gente a olhar para mim.

 – Vive obcecada com o que come, com o que faz, com a maneira como a roupa cai, como vai à rua?

BP – Obcecada, não. Mas preocupa-me. A minha mãe preocupa-se tanto que até me chateia a cabeça! A minha mãe tem muito a mania da dieta...

 – Ela também se ocupa da sua alimentação? Diz-lhe: «Precisas de fazer dieta!, não comas esse bolo!»?

BP – É, é. O meu pai também é um bocadinho assim. No trabalho, em estúdio ou em exteriores, há uns caterings todos malucos. Eu nem sequer toco na comida quente... Agora que me conheço melhor, tenho muito mais cuidado. Sei que nunca poderei comer tudo aquilo que me apetece, tenho tendência para inchar.

 – Fica enciumada se pensa numa menina mais magra e mais bonita que possa rivalizar consigo nas novelas?

BP – Não. A actual protagonista dos «Morangos» é bonita e tem um corpo fantástico. Eu dou-me com ela, trabalho no estúdio com ela. Lido muito bem com isso. Preocupo-me muito mais comigo do que com os outros ou a comparar-me com os outros.

 – Que coisas a fazem chorar?

BP – As coisas que me fazem chorar estão relacionadas com os sentimentos: o amor ou a amizade. Ou a desilusão. Fazermos um castelo na areia e depois desmoronar-se..., tanto os amigos como as paixões. As grandes desilusões são o pior. Ou as pequenas, até as pequeninas coisas me fazem explodir.

 – Como é que imagina a sua vida daqui a cinco anos, dez anos, vinte anos?

BP – É tão difícil imaginar... Obviamente que quero ter filhos e, quem sabe, casar, mas não é um objectivo de vida. Eu não quero. Eu quero o que acontecer. Aos trinta, aos quarenta, gostava de ter viajado, de ter montes de experiências diferentes, teatro, cinema, lá fora, cá dentro. Isto era o que eu gostava, mas daí a ser realidade vai um grande caminho.

 


 

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.pesquisar

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Últimas:

. Benedita e Tiago apaixona...

. Benedita Pereira vai para...

. Famosas rendidas à moda d...

. «1755 O Grande Terramoto»...

. Benedita Pereira é Teresa...

. Benedita Pereira

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.tags

. a bela e o mestre(6)

. alexandra lencastre(29)

. alinne moraes(8)

. ana guiomar(5)

. angelico vieira(16)

. angelina jolie(20)

. antonio pedro cerdeira(13)

. band(8)

. barbara guimaraes(6)

. barbara norton de matos(5)

. belissima(9)

. benedita pereira(6)

. brad pitt(13)

. britney spears(8)

. canta por mim(4)

. carolina dieckmann(5)

. catarina furtado(20)

. caua reymond(9)

. cesar peixoto(11)

. christina aguilera(6)

. cinha jardim(5)

. claudia semedo(5)

. claudia vieira(28)

. cleo pires(7)

. cristiano ronaldo(29)

. dalila carmo(9)

. dança comigo(11)

. dani(7)

. daniela mercury(5)

. daniela ruah(13)

. danielle suzuki(6)

. deborah secco(7)

. deixa-me amar(9)

. diana chaves(22)

. diogo amaral(10)

. doce fugitiva(5)

. dzrt(6)

. elsa raposo(7)

. fala-me de amor(4)

. fernanda serrano(15)

. floribella(13)

. francisco adam(5)

. francisco penim(5)

. gato fedorento(7)

. globo(25)

. gloria pires(4)

. guilherme berenguer(4)

. helena isabel(4)

. henri castelli(4)

. herman josé(4)

. ilha dos amores(16)

. imperius(7)

. ines castel-branco(6)

. ines simoes(4)

. isabel figueira(34)

. ivete sangalo(4)

. jennifer lopez(5)

. jessica athaide(4)

. joana duarte(11)

. joana solnado(13)

. joão reis(9)

. jose fidalgo(6)

. juliana paes(6)

. luciana abreu(15)

. mafalda pinto(6)

. margarida vila nova(18)

. maria joão bastos(15)

. mariana monteiro(7)

. marisa cruz(8)

. melanie c(5)

. merche romero(46)

. morangos com açucar(51)

. nbp(5)

. operaçao triunfo(5)

. paixões proibidas(7)

. paula lobo antunes(6)

. paula neves(6)

. paulo pires(7)

. pedro granger(6)

. pedro miguel ramos(8)

. pedro teixeira(10)

. ricardo pereira(16)

. rita andrade(5)

. rita pereira(20)

. rodrigo menezes(6)

. rtp(43)

. rtp1(30)

. rtp2(5)

. ruy de carvalho(5)

. são josé correia(11)

. shakira(8)

. sic(71)

. silvia alberto(11)

. sofia alves(9)

. sonia araujo(6)

. soraia chaves(24)

. tempo de viver(9)

. tu e eu(8)

. tvi(126)

. vila faia(5)

. todas as tags

.Links:

blogs SAPO

.subscrever feeds