Segunda-feira, 19 de Novembro de 2007

Paixão com realizador

A relação já dura há algum tempo mas Joana Solnado tem tentado, por tudo, manter a identidade do seu namorado em segredo. Mas o Correio Vidas apurou que André Cerqueira é o seu companheiro, com quem até já partilha casa.
Actriz e André Cerqueira já partilham casa

A actriz, de 23 anos, e o realizador, de 37, trabalham juntos desde a telenovela ‘Tempo de Viver’, altura em que se apaixonaram. A aproximação aconteceu não só devido ao trabalho mas também pelo facto de Joana Solnado ter procurado apoio junto de André Cerqueira quando surgiram os rumores de que o seu ex-namorado, Diogo Amaral, estaria envolvido com Luciana Abreu.

A verdade é que desde então a actriz e o realizador nunca mais se largaram e os projectos em parceria continuam. Depois de ‘Tempo de Viver’, Joana Solnado participou em ‘Ilha dos Amores’, que também tem a assinatura de André Cerqueira. Voltarão a trabalhar juntos em mais um projecto da TVI, ‘Equador’.

Enquanto não regressam em força aos estúdios, o casal prepara-se para uns dias de romance no Brasil. O realizador, um dos homens de confiança de José Eduardo Moniz, acaba de regressar de Goa, onde esteve a gravar a próxima produção da TVI, ‘Fascínio’ (conhecida até agora como ‘Imperium’), enquanto Joana Solnado já terminou as gravações de ‘Ilha dos Amores’.

Foi a própria actriz quem contou a viagem que se prepara para fazer, negando-se, contudo, a revelar o local e a companhia. Tanto Joana Solnado como André Cerqueira têm mantido o romance resguardado e poucos são os colegas a par.

O Correio Vidas tentou contactar Joana Solnado mas até ao fecho desta edição não foi possível chegar à fala com a actriz. Já o realizador André Cerqueira preferiu não confirmar a relação, justificando: “Não tenho por hábito falar da minha vida privada e não é agora que vou fazê-lo.”

CASAMENTO COM 'MORANGUITA'

André Cerqueira já foi casado com a actriz Ana Catarina Afonso, que participou na segunda temporada de ‘Morangos com Açúcar’, interpretando a namoradeira ‘Rosete’.

CASAL

Prepara-se para viajar até ao Brasil.

ROMANCE

Tem sido bastante discreto.

CM

Terça-feira, 7 de Agosto de 2007

A Mariana tem vida própria e às vezes troca-me as voltas

Alguma técnica e muita emoção fazem Joana Solnado brilhar na telenovela ‘Ilha dos Amores’, exibida na TVI. A actriz, de 23 anos, falou à revista 'Correio TV' da sua experiência neste trabalho, nomeadamente nas cenas do parto de Mariana.

 

 

 

Foi difícil gravar o parto de Mariana?

Foram cenas complicadas, porque tinham uma carga emocional muito grande, uma vez que Mariana teve a filha sozinha. Inspirámo-nos nos partos das índias que dão à luz agarradas a um pau e na vertical para contar com a ajuda da lei da gravidade. Pensámos que seria a melhor opção, porque a Mariana é muito instintiva.

A bebé portou-se bem nas gravações?

Coitadinha, ela só tinha três semanas de vida... era muito pequenina... E teve um bocadinho de frio! Mas portou-se lindamente.

O espírito da mãe de Mariana aparece no momento do parto. Que acha da introdução da espiritualidade no enredo da novela?

Desde o primeiro episódio, quando morre a mãe, que a Mariana fala com ela. Fala em pensamentos. É a mãe que a ajuda no parto e é por isso que ela dá o nome de Beatriz à recém-nascida. Nos momentos muito importantes da vida da Mariana ela contou sempre com a ajuda da mãe.

É verdade que a Joana sai dos estúdios, vai para casa estudar os textos e, no dia seguinte, regressa com propostas de trabalho?

Qualquer actor que é apaixonado pelo que faz chega aos estúdios com ideias novas e entusiasmado. Isso faz parte da profissão. Trabalho em casa, sim, bastante. Mas isto é um trabalho de equipa e todos discutimos o que cada um pensou em casa quando leu os textos para o dia seguinte.

Onde se inspirou para fazer esta Mariana?

Andei muito tempo à procura da Mariana e, um dia, ela chegou e eu senti que a sua presença era tão forte que eu não estava preparada para ela, porque a Mariana tem vida própria. Às vezes planeio fazer uma cena de uma determinada maneira, chego ao plateau e ela troca-me as voltas todas! Ela reage como Mariana, instintivamente, antes mesmo de eu, Joana, ter tempo de me preparar para isso.

Considera-se uma actriz muito intuitiva?

Sou. Tento respeitar esta minha faceta. Mas a técnica também é muito importante.

Ouvi dizer que quando sai com as suas amigas, às vezes elas não sabem se saíram com a Joana ou com a Mariana. Explique-nos o que se passa.

(Risos)... Não é bem assim! (Risos). Uma vez ou outra elas brincaram comigo dizendo que eu estava a reagir mais como a Mariana do que a Joana. Nós nunca descolamos completamente da personagem. E eu tenho uma ligação muito forte às minhas personagens. E quando não estou a gravar elas estão muito presentes na minhas rotinas. Às vezes dou por mim a colocar as pernas em cima das cadeiras como faz a Mariana!

E como convive com o isolamento que a interpretação da personagem exige?

No começo, tive alguma dificuldade, porque estava sempre a gravar sozinha... Sinto a falta de um rosto, de um olhar, uma voz para a contracena... A Mariana simboliza os Açores, a natureza ainda selvagem e imponente. Ela é um pouco as rochas, os vulcões, o mar e o verde dos Açores!

Os açorianos como a tratam?

Por Mariana! Em Lisboa já sou a Joana.

É a primeira vez que se cruza numa ficção com o seu avô Raul Solnado?

É a primeira vez, sim. Cruzámo-nos apenas umas duas vezes na novela e nem falámos um com o outro. Talvez lá mais para a frente tenhamos possibilidade de contracenar mais.

A Mariana anda descalça. E corre assim pelos campos. Nunca se magoou?

Inicialmente piquei-me algumas vezes. Agora já tenho os pés mais calejados! Hoje, até paro os ensaios para me descalçar. Preciso de sentir a energia da terra que faz vibrar a Mariana. Na rua, as crianças quando me vêem estranham ver-me calçada.

Dá muito trabalho ter essa cabeleira longa, ondulada e aparentemente desalinhada?

Dá imenso trabalho, tenho de me pentear o dobro das vezes e tratá-la muito bem para se poder fazer dela o que se precisa.

Como correram os testes de imagem da sua personagem?

Pela primeira vez numa novela não fiz testes de imagem, porque acabei o ‘Tempo de Viver’, tive uns dias de férias, pus as extensões e comecei logo a gravar. A personagem já estava muito delineada na cabeça dos produtores.

E como resistiu ao Inverno envergando vestidinhos tão leves?

Tinha de tomar um antipirético antes de começar a gravar, outro durante as gravações e ainda outro no final. Nunca apanhei uma gripe, mas estive sempre na eminência... E tomei imensa vitamina C e muito sumo de laranja.

Qual foi o contributo maior que deu à Mariana?

Ela é a personagem de televisão que mais me obriga a ir à Joana buscar emoções para emprestar à Mariana.

Que vai fazer a seguir à novela?

Vou tirar umas férias que bem preciso. Tenho muitos projectos, mas nada de concreto. Porém, deverei fazer uma pausa em TV. Está na altura de fazer uma reciclagem.

Como estão a correr as contracenas com Eunice Muñoz?

No primeiro dia de gravações estava nervosíssima. Senti uma grande responsabilidade. E tem sido muito especial gravar com ela. Foi um grande presente que me deram.

Que aprendeu com ela?

Muita coisa.... mas, como ainda só gravei duas vezes com a Eunice Muñoz, não sei dizer o que foi que me fez crescer mais. Mas há detalhes, coisas aparentemente sem importância, mas que são fundamentais. Às vezes só um olhar ou a respiração da Eunice são uma grande riqueza na contracena.

FASCÍNIO PELA LIBERDADE

“EU MESMA ADORAVA SER A MARIANA”

Joana Solnado não tem dúvidas. É a liberdade da sua personagem, que desconhece a rigidez das normas e horários, e que vive em comunhão com a Natureza, que tanto cativa os telespectadores de ‘Ilha dos Amores’, na TVI. “A nossa vida em sociedade é tão regrada, tão cheia de imposições e limitações que qualquer fresta de liberdade encanta o público. Eu mesma adorava ser a Mariana”, diz Joana Solnado explicando a empatia que a personagem cria não só com o público adulto mas também com o mais jovem.

PERFIL

Estreou-se no teatro em 2002 com ‘Confissões de Adolescente’. Na TV fez ‘Morangos Com Açúcar, ‘O Último Beijo’ e ‘Tempo de Viver’. A convite da TV Globo integrou o elenco da novela ‘Como Uma Onda’ com Ricardo Pereira. No cinema, a neta de Raul Solnado fez duas curtas-metragens.

Correio TV (CM)

 

Novos amores na TVI

É verdade que o Sol e as temperaturas elevadas costumam trazer novos amores. Só que desta vez a Lua substituiu o astro-rei, já que foi de noite que os novos amores de algumas caras conhecidas dos portugueses se deram a conhecer.




O Sasha Beach, na marina de Portimão, foi uma autêntica passerelle de apaixonados de Verão, naquela que foi a animada festa da TVI. Alguns profissionais do canal de Queluz de Baixo não conseguiram esconder a sua cumplicidade, deixando falar mais alto o coração.

A jornalista Raquel Matos Cruz foi uma das que se mostrou mais animada durante toda a noite. Desde que se separou do actor Marcantónio del Carlo que não lhe era conhecido nenhum relacionamento. Na madrugada de sábado, contudo, a jornalista não se coibiu em trocar carícias e beijos com o médico dentista Miguel Stanley, ao serviço da TVI no programa ‘Doutor, preciso de ajuda’, apresentado por Júlia Pinheiro. Parece, deste modo, ter chegado ao fim o namoro do dentista com a filha do cirurgião plástico Ibérico Nogueira, já que Miguel Stanley se deixou cair nos braços da jornalista.

 
Mas também as ‘Joanas’ da TVI se apaixonaram. Joana Solnado foi vista em clima de romance com um rapaz desconhecido e Joana Duarte  mostrou cumplicidade com Granger durante toda a noite. António Feio, por seu lado, trocou carinhos com a actriz Rita Lello.

 



TREINAR PARA AS NOVELAS

A actriz Joana Duarte está sempre a pensar em trabalho. Mesmo quando não está a trabalhar. Até mesmo nas folgas da novela ‘Ilha dos Amores’ aproveita para treinar a técnica de bem beijar. Joana Duarte distribuiu beijos ‘tórridos’ entre os seus colegas, como Tiago Felizardo, Miguel Bogalho, mas principalmente com Pedro Granger. Durante toda a noite não se coibiram de trocar abraços e beijos, mesmo apesar da presença dos jornalistas. Até parecia que queria tornar a relação oficial.


 

 

 


FEIO CÚMPLICE COM RITA LELLO

António Feio parece ser um verdadeiro D. Juan dissimulado. Nos últimos tempos trocou diversas vezes de namorada. A agora eleita é Rita lello.

 



 

NOVO AMOR DE SOFIA ARRUDA

Sofia Arruda apresentou pela primeira vez o seu novo namorado, Francisco Crispim, na festa da TVI do Sasha, em Portimão.



Créditos: correio da manhã

Sexta-feira, 30 de Março de 2007

Joana Solnado: “Já perdi a minha privacidade, mas não a intimidade”

Assim que terminou as gravações da novela Tempo de Viver, Joana Solnado rumou à ilha de S. Miguel, nos Açores, para começar a gravar as primeiras cenas da nova novela da TVI, Ilha dos Amores, onde interpretará o papel de Mariana Machado da Câmara. “Não queria fazer duas novelas seguidas, mas assim que conheci a Mariana, não consegui recusar. Este é, sem dúvida, o maior desafio em televisão que já fiz até hoje. Estou a gostar tanto desta personagem que estou extremamente confiante no resultado”, confessou a actriz.


Neta de Raul Solnado, é ao avô que Joana recorre quando precisa de algum conselho a nível profissional. “Se tenho alguma dúvida ou preciso de ajuda, ligo-lhe, e ele é sempre o mais sincero possível comigo, o que me ajuda e tranquiliza bastante. É muito bom saber que posso contar com isso. Mas o meu maior crítico é o meu irmão, de 11 anos. É muito espontâneo e diz-me a verdade toda.” [risos]


Desde o início da sua carreira que a jovem actriz prima pela discrição e tenta ao máximo preservar a sua vida pessoal. Separada de Diogo Amaral há alguns meses, não se lhe conhece outro namorado e Joana também não gosta de falar do assunto. “Já perdi a minha privacidade, mas a intimidade ainda não, e não o quero fazer. Gosto que me reconheçam pelo meu trabalho”, justificou Joana.

Sábado, 20 de Janeiro de 2007

Joana Solnado nega ter reatado namoro com Diogo Amaral

Muito se tem especulado sobre uma eventual reconciliação entre Joana Solnado e Diogo Amaral. Mas tais rumores não passam disso mesmo: rumores. A verdade é que a actriz de “Tempo de Viver” e o protagonista de “Floribella” não reataram o namoro. “É tudo mentira”, disse apenas Joana, sem querer dar azo a mais comentários.

Diogo Amaral, na final do programa da TVI “Canta por Mim”, do qual a ex-namorada saiu vencedora, revelou-nos mais alguns pormenores da relação dos dois. “Não houve nenhuma reconciliação, mas nós somos e vamos continuar muito amigos. Por isso, é muito natural que nos vejam muitas vezes juntos. Mas é só isso”, rematou o actor. Por isso, há mais duas caras novas no “mercado dos solteiros”, já que os dois actores estão livres para amar.

Cantora de mão cheia
Foi com uma enorme emoção que a actriz abraçou Maria João, a jovem da causa que defendia no programa “Canta por Mim”. Joana Solnado foi a grande vencedora do concurso e não cabia em si de contente. “Não estava à espera de ganhar, mas foi óptimo! Acabei com uma sensação de missão cumprida e estou muito feliz pela Maria João, que agora pode ir para a faculdade”, disse, emocionada.

Durante quase um ano, Diogo Amaral deu vida ao príncipe encantado de Flor (Luciana Abreu) na novela juvenil da SIC. Porém, a sua saída de “Floribella” está para breve. “Deixo a novela em Março”, revelou o actor. Desta forma, o rumo de “Floribella” será o mesmo do original argentino: Frederico irá desaparecer e Flor encontrará um novo amor.

Apesar das saudades que vai sentir do elenco, Diogo está aliviado com o abandono da novela, porque, apesar de compensador, este foi um projecto muito duro. “Agora quero muito é descanso e assentar a cabeça”, disse, confessando que está ansioso por umas férias. “Gostava de ir ao Brasil ou à Índia, quem sabe. A verdade é que tenho saudades de ter umas grandes férias”, contou. Projectos profissionais para o futuro o actor ainda não tem, mas, mesmo que os tenha, prefere não revelar. “Não gosto de planear, logo se vê o que farei depois de ‘Floribella’”, rematou.

O BEIJO mais longo!
“Foi um recorde pessoal da Flor e do Fred”, disse Diogo Amaral, a propósito do beijo que deram durante o espectáculo de fim de ano da SIC. Foi durante um episódio especial da novela, que culminou com uma actuação da banda Floribella, que Luciana e Diogo subiram ao palco e deram um apaixonado beijo que durou mais de um minuto!

Sexta-feira, 3 de Novembro de 2006

Joana Solnado e Dalila Carmo arrasaram no "Canta por Mim"

A afinação da voz e a presença em palco foram trunfos determinantes e comuns a Joana Solnado e Dalila Carmo, as duas vencedoras da primeira semifinal de “Canta por Mim”. Actrizes de profissão, as duas jovens não deixaram os créditos por mãos alheias e arrasaram personalidades de peso como Manuela Moura Guedes, Manuel Luís Goucha, Cristina Ferreira ou Cinha Jardim.


Joana, que mais uma vez cantou com Mafalda Sacchetti, foi a preferida do público, enquanto que Dalila, que se apoiou na experiência de Tiago Bettencourt, foi a eleita do júri. “Fiquei muito contente com a vitória. Desta vez diverti-me mesmo muito, já não estava tão nervosa. Parecia que estava a dançar e a cantar em casa com os amigos”, confessou Joana.

Sábado, 21 de Outubro de 2006

Joana Solnado vence "Canta por mim" e ultrapassa separação de Diogo Amaral

         

Chegou mesmo ao fim o namoro entre Joana Solnado e Diogo Amaral. Depois de muitos rumores sobre o final da relação, a actriz de “Tempo de Viver” confirmou de forma evasiva que ela e Diogo já não são um casal. “Continuamos muito amigos”, disse apenas, sem se adiantar sobre os motivos que levaram à separação.

As declarações foram proferidas no final de “Canta por Mim”, e, apesar da recente separação, a actriz não podia estar mais contente, ou não tivesse saído vitoriosa do programa da TVI. “Estava muito nervosa”, confessou. “Disse à família e amigos para ficarem em casa porque, se eles tivessem vindo aqui dar-me apoio, acho que ficava ainda com mais nervos.” A experiência de cantar não é nova, uma vez que já o tinha feito em espectáculos de teatro, mas estar lado a lado com uma profissional como Mafalda Sacchetti revelou-se difícil, sobretudo porque Rosa Lobato de Faria, avó de Mafalda, foi sua professora de Poesia.

“É uma grande responsabilidade. Eu não queria passar por isto novamente, mas vou ter de fazê-lo. Não tinha noção de como seria difícil.” Mas mais complicado do que voltar ao palco do “Canta por Mim”, na semifinal de 29 de Outubro, vai ser conseguir conciliar a semana de ensaios com as gravações da novela “Tempo de Viver”, onde o seu papel vai ganhar ainda mais importância. Segundo a actriz, a relação de Rita com Bernardo vai ser cada vez mais forte e os dois vão mesmo viver juntos, para desespero da família Martins de Mello.

 

Casamento à vista!
Foi com um ar embevecido que Pedro Teixeira assistiu às actuações de Cláudia Vieira. O amor entre os dois é bem visível e, segundo a actriz, Pedro já fez o pedido. “O casamento é uma certeza, mas não temos ainda data marcada”, disse. Em relação à participação no programa da TVI, Cláudia diz que foi uma experiência magnífica: “Foi encantador subir ao palco e cantar. Eu, que nunca canto, nem quando estou sozinha e mais descontraída!”

Rodrigo Menezes teve o apoio da namorada
Apesar dos rumores sobre a separação de Rodrigo Menezes e Diana Chaves, a actriz foi ao estúdio do programa “Canta por Mim” apoiar o namorado. Diana não se sentou nos lugares reservados à família dos concorrentes nem se mostrou ao jornalistas, mas uma fonte da produção da Valentim de Carvalho garante: “Esteve toda a noite nos bastidores a torcer pelo Rodrigo”.

Marido e filho são os maiores fãs
Manuela Moura Guedes foi a segunda finalista desta edição, facto que não surpreendeu o marido: “Sei que ela canta muito bem, por isso não estou admirado com o resultado”, disse José Eduardo Moniz. Ainda assim, e apesar de todos os elogios que ouviu, a jornalista estava nervosa: “Foi um sofrimento. Preferia fazer 10 directos ou duas noites de eleições seguidas”. Francisco, o filho mais velho de Moura Guedes, também já contava com este resultado. “Ela sempre teve boa voz, mas não gosta de ser pressionada para cantar”.

Quinta-feira, 2 de Março de 2006

JOANA SOLNADO prefere novela da TVI a "Floribella"

Joana Solnado foi uma das actrizes convidadas para integrar a nova novela da Sic, "Floribella" mas preferiu optar por um papel na novela da TVI protagonizada por Alexandra Lencastre.

Uma baixa importante para a SIC já que a actriz aumentou bastante a sua popularidade desde a participação na novela "Como Uma Onda".

Fonte: novidadesdatv.blogs.sapo.pt

Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2006

Paulo Pires e Joana Solnado com um pé na SIC

Na estação de Carnaxide, as reuniões sucedem-se. É que, com a série “7 Vidas” já em gravações, é tempo de preparar a prometida novela. O director de Programas da SIC, Francisco Penim, e Teresa Guilherme, responsável pela área da ficção, estão, neste momento, a decidir o elenco. São vários os nomes em cima da mesa, ou não tivesse o director afirmado que quer “todos os estejam no mercado e queiram trabalhar com a SIC”.

Um dos mais falados é o de Joana Solnado. A actriz foi convidada a integrar o novo projecto. Ainda não se sabe se aceitará ou não, porém o mais certo é ser uma das protagonistas da novela. Até porque a neta de Raul Solnado trabalhou com o canal há pouco tempo. Ela foi, juntamente com Ricardo Pereira, uma das protagonistas da novela brasileira “Como Uma Onda”.

Outro dos actores com quem tanto Penim como Teresa gostariam de trabalhar é Paulo Pires e não se têm poupado a esforços para o ter. Se o actor aceitar, é um regresso a casa, já que foi em Carnaxide que Paulo começou a sua carreira como actor. A estreia-se deu-se na série “Salsa e Merengue”. Seguiram-se “Jornalistas” e, mais tarde, outros trabalhos como a novela “O Olhar da Serpente” e o telefilme “Até Amanhã, Camaradas”.

Neste momento, Paulo acabou de gravar, em Espanha, a série “Fuera de Control”. O que não quer dizer que esteja livre. Se a produtora decidir avançar com mais episódios, poderá ter de voltar a Madrid e por lá permanecer até ao Verão. Por outro lado, a TVI também o disputa. A ver vamos... Quanto à história da novela, permanece no segredo dos deuses. Apenas se sabe que é dirigida ao público juvenil e que será concorrente de “Morangos com Açúcar” às 19 h.

Fortes possibilidades
Com contratos de exclusividade com a estação, Soraia Chaves e Ricardo Pereira são quase certos na produção. Presentemente, o actor encontra-se no Brasil a gravar “Prova de Amor”, mas como entrou a meio, deverá ficar livre a tempo de integrar o projecto da SIC. Outros nomes de que se tem falado – embora até à data não tivessem sido feitos quaisquer convites formais – são os de António Cerdeira e Rodrigo Saraiva.

Fonte: TV Mais

Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2006

Lilia Cabral elogia Joana Solnado

Retirado do site morangomanias.ptbyte.com

Domingo, 22 de Janeiro de 2006

Joana Solnado e Diogo Amaral APAIXONADOS

 

Reportagens das revistas Maria e Nova Gente retirada do site http://www.joanasolnado.cjb.net/

Sábado, 10 de Dezembro de 2005

Joana Solnado



Aos 22 anos, Joana Solnado é uma força da vida. Um talento a reconhecer. Uma promessa que vem acontecendo.

 

Desliza com leveza, enrosca-se para conversar, a intimidade é imensa. É determinada nas opiniões, não hesita nas palavras, não recusa temas. Neta e filha de actores, um pai músico, um tio pintor. Entre artes, invenções e re-presentações nasceu, no meio do teatro foi menina e se tem feito mu-lher, em amorosa doçura.

É bom, sendo actriz, ter uma tradição de teatro na família?
À partida, seguindo a mesma profissão de muitas pessoas da família, tenho vantagens: ter vivenciado o meio, ter a noção da realidade, ter alguma bagagem para lidar com a popularidade.

Como é a sua relação com o seu avô, Raul Solnado?
Tenho a vantagem de não ser filha, de ser neta, tenho um distanciamento maior, vejo de fora, não o tenho dentro de casa, não sou uma sucessora directa dele, os comentários que oiço são poucos mas bons. O meu avô disse-me que eu representava com o olhar. Eu nem sabia o que isso era. Agora temos uma relação de muito carinho e cumplicidade, que foi aumentando ao longo do tempo. Ele dá-me opiniões construtivas. Manda-me por e-mail crónicas que escreve.

Quais são as suas primeiras lembranças de palco?
Assisti duas vezes à peça Os Bancários Não Têm Alma, tinha sete anos. Vem-me a imagem da primeira cena, em que o meu avô aparecia num comboio a dizer que se irritava quando as pessoas usavam pastas de dentes e carregavam no meio do tubo. Nessa peça, tive, pela primeira vez, acesso às maquilhagens, aos pós, aos bâtons da Manuela Maria e da Io Apolloni. Lembro-me de sentir muita vergonha, quando nessa cena o meu avô abotoava as calças. Contaram-me que quando eu tinha dois meses, a minha mãe punha-me dentro do armário da roupa para fazer a cena, e os actores abanavam-me para eu não fazer barulho. A minha mãe também me contou que estava a fazer uma peça, Perturbações e Pequenos Delírios, em S. Paulo, eu tinha dois anos e estava na primeira fila da plateia quando ela começou a cantar, e eu também comecei. Da minha avó, que também é actriz, lembro-me d’O Patinho Feio em S. Paulo, quando eu era muito pequenina. Se ela se zangava comigo, eu escondia-me nas vestimentas dos patinhos. Também desde muito pequenina, sempre que ia ao teatro ou ao ballet, quando voltava para casa, obrigava as pessoas a sentarem-se no sofá e fazia em cima da mesa da sala as coisas que me lembrava de ter visto. Tinha quatro anos quando ganhei o meu primeiro par de sapatos de seda, eram umas sabrinas feitas para mim com os restos da colecção do José Carlos por um sapateiro que ia ouvir o meu pai tocar piano no After Eight, na Praça as Flores. Cantei em alemão uma música que tinha aprendido na escola, no Rainha Dona Amélia. Na noite seguinte, ele trouxe-me os sapatinhos que fez. Costumo dizer que aquele foi o meu primeiro cachet.

Queria ser actriz? Como começou?
Queria ser bailarina, cirurgiã cardíaca pediátrica, tinha a ideia de que podia salvar as pessoas, principalmente as crianças. Entretanto, desde os 14 anos fiz teatro e estudei ao mesmo tempo. Estreei-me no King I Have a Dream, uma peça encenada pelo Thiago Justino, na altura marido da minha mãe, que também era actor na peça. No ensaio geral, faltou uma actriz, e como eu sabia os textos e a música, o Thiago disse-me para ir para um canto do palco: “Vai ali, para eu ver a estética.” Fui fazendo o papel daquela actriz e fiquei. Estreei no dia seguinte. Foi uma estreia atribulada, não fazia ideia do que ia fazer, só sabia que eles, os actores, faziam aquela peça, e que eu gostava de os ver. Foi em Fevereiro de 1998, tinha 14 anos. Depois, lembro-me de que o espectáculo acabou e a minha avó Jô estava desfeita em lágrimas. “Então?”, perguntou-me. Eu disse-lhe que me sentia como se tivesse voltado a casa depois de muitos anos longe. Como se estivesse outra vez no útero da mi-nha mãe. Ela chorou mais. Ela também se tinha estreado aos 14 anos. Depois, fiz peças no teatro do Estoril, tinha liceu de dia e teatro de noite.

 
 
O mundo de Joana
Peça - Romeu e Julieta
Filme - Million Dollar Baby
Realizador - David Linch
Actriz - Jodie Foster, Angelina Jolie
Actor - Morgan Freeman
Livro - A Era da Liberdade
Restaurante - Tia Alice, em Fátima
Estilista - Katty Xiomara
Desporto - Equitação
Cidade - Lisboa
E a estreia em televisão?
O Último Beijo foi a minha primeira novela, era a filha do protagonista, que era o Pedro Lima. Acordava às cinco de manhã, apanhava o comboio às seis, às sete horas tinha de estar no Cais do Sodré para apanhar a carri-nha para Vialonga. Não foi fácil. Mas adorei fazer a novela e estar ao pé de actores muito mais velhos, com quem podia aprender. Tinha muita vergonha de ter de gritar com eles na cena. No teatro, tinha 19 anos quando fiz As Confissões de Uma Adolescente. Andava no 2.º ano de Cinema na Lusófona (sou assídua faltante), um dia estava na praia e ligou-me a Margarida Vila-Nova, que tinha sido minha colega de escola aos 12 anos, para eu entrar na peça. Foi lindo. Estivemos quase um ano e meio em cena, era saboroso, era bom, viajámos pelo país todo. Depois, Morangos com Açúcar foi o trabalho em que as pessoas me reconheceram, às vezes vou na rua e ainda me chamam Catarina. Das três edições que a novela teve – esta é a terceira – aumentou a qualidade, mas também aumentou o nível de promiscuidade. Tenho medo de deixar o meu irmão de nove anos ver. Depois de fazermos a versão dos Morangos em teatro pelo país, enche-mos o Coliseu de Lisboa.

Como se deu no Brasil? O que guarda dessa experiência de mudança?
Fiz um casting na Globo. Fiquei. Passei cinco meses no Rio de Janeiro a fazer a novela Como Uma Onda. Foi fácil, difícil, duro e gratificante, tudo ao mesmo tempo. Fui menina e voltei mulher. Na cidade impressionaram-me os contrastes, o descontrolo. A pessoa tem de se obrigar a viver um dia de cada vez. No trabalho, fui como uma esponja, absorvia tudo e todos. Estava bêbeda de informação. No plano pessoal, foi um crescimento, um grande pulo psicológico, emocional. Fiz muitos amigos. Lá, há tudo para incentivar, não para castrar.

É possível conciliar a carreira e a família?
Tento manter o equilíbrio, a minha família é a primeira a entender e a ajudar-me neste balanço.

O amor, o sonho de criar uma família?
Tudo na minha vida é movido pelo amor. Sonho ser muito feliz e ter muitos filhos, tantos quanto possa. Adoro crianças e acho que renovam qualquer pessoa. Fazem-nos mudar e entender os mistérios da vida.

O casamento, como será?
Mais nova, sonhava com um casamento de véu e grinalda a entrar na igreja pela mão do meu pai. Hoje, não me identifico com a Igreja católica e não tenho vontade de casar. Acho que vou fazer uma grande festa para comemorar a minha felicidade, com as pessoas de quem gosto.

 
 
Joana Solnado, apesar do apelido famoso,
tem sabido criar um nome próprio.
E a sua ideia de liberdade?
Conquisto a minha liberdade todos os dias. Quanto mais me conheço, quanto mais descubro sobre mim, mais livre me sinto.

É a favor da despenalização do aborto?
Sou a favor. A mulher deve saber o que é melhor para si. Os abortos e-xistem e continuam a ser feitos. Muitas vezes em más condições, põem em risco a vida da mulher. Uma das grandes vantagens da despenalização é a mulher poder tomar a sua decisão com segurança, sem ser culpabilizada pela sociedade.

O trabalho, os tempos livres, como são?
Estudo de noite, o silêncio ajuda-me a concentrar e a produzir mais, às vezes de manhã cedo. Além do trabalho, gosto de fazer muitas coisas. Estar com amigos, jantar fora, ir ao cinema e ao teatro. Tenho o meu lado calmo, leio durante horas, posso pegar no carro e ir ao Algarve almoçar com o meu pai, que vive em Alte e que eu vejo menos do que gostaria.

Que planos de futuro tem?
Gosto muito da frase “Não faças planos para a vida, que podes estragar os planos que a vida tem para ti”, parece-me que é do Agostinho da Silva. Tenho sonhos, convicções e vontades, vou experimentá-los sem ansiedade. Neste momento, estou num intervalo de reciclagem, vou para Barcelona fazer um workshop de teatro e a Londres. Quero recomeçar a faculdade e acabá-la o mais depressa possível.

E, além do teatro, tem traços de família?
A minha avó Dorinhas, mãe do meu pai, tinha uma coisa que eu tenho muito. Tinha cuidado com ela, com o glamour, uma palavra que dizia muito, e tinha paixão por jóias. O meu pai ofereceu-me jóias de família que eram da minha avó. Eu identifico-me com essa minha avó. As pessoas tinham coisas que não eram descartáveis. Sou fascinada por carteiras, chapéus e sapatos, sou um bocadinho retro.

Terça-feira, 13 de Setembro de 2005

Estamos na Corda Bamba

.mais sobre mim

.pesquisar

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Últimas:

. Paixão com realizador

. A Mariana tem vida própri...

. Novos amores na TVI

. Joana Solnado: “Já perdi ...

. Joana Solnado nega ter re...

. Joana Solnado e Dalila Ca...

. Joana Solnado vence "Cant...

. JOANA SOLNADO prefere nov...

. Paulo Pires e Joana Solna...

. Lilia Cabral elogia Joana...

. Joana Solnado e Diogo Ama...

. Joana Solnado

. Estamos na Corda Bamba

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.tags

. a bela e o mestre(6)

. alexandra lencastre(29)

. alinne moraes(8)

. ana guiomar(5)

. angelico vieira(16)

. angelina jolie(20)

. antonio pedro cerdeira(13)

. band(8)

. barbara guimaraes(6)

. barbara norton de matos(5)

. belissima(9)

. benedita pereira(6)

. brad pitt(13)

. britney spears(8)

. canta por mim(4)

. carolina dieckmann(5)

. catarina furtado(20)

. caua reymond(9)

. cesar peixoto(11)

. christina aguilera(6)

. cinha jardim(5)

. claudia semedo(5)

. claudia vieira(28)

. cleo pires(7)

. cristiano ronaldo(29)

. dalila carmo(9)

. dança comigo(11)

. dani(7)

. daniela mercury(5)

. daniela ruah(13)

. danielle suzuki(6)

. deborah secco(7)

. deixa-me amar(9)

. diana chaves(22)

. diogo amaral(10)

. doce fugitiva(5)

. dzrt(6)

. elsa raposo(7)

. fala-me de amor(4)

. fernanda serrano(15)

. floribella(13)

. francisco adam(5)

. francisco penim(5)

. gato fedorento(7)

. globo(25)

. gloria pires(4)

. guilherme berenguer(4)

. helena isabel(4)

. henri castelli(4)

. herman josé(4)

. ilha dos amores(16)

. imperius(7)

. ines castel-branco(6)

. ines simoes(4)

. isabel figueira(34)

. ivete sangalo(4)

. jennifer lopez(5)

. jessica athaide(4)

. joana duarte(11)

. joana solnado(13)

. joão reis(9)

. jose fidalgo(6)

. juliana paes(6)

. luciana abreu(15)

. mafalda pinto(6)

. margarida vila nova(18)

. maria joão bastos(15)

. mariana monteiro(7)

. marisa cruz(8)

. melanie c(5)

. merche romero(46)

. morangos com açucar(51)

. nbp(5)

. operaçao triunfo(5)

. paixões proibidas(7)

. paula lobo antunes(6)

. paula neves(6)

. paulo pires(7)

. pedro granger(6)

. pedro miguel ramos(8)

. pedro teixeira(10)

. ricardo pereira(16)

. rita andrade(5)

. rita pereira(20)

. rodrigo menezes(6)

. rtp(43)

. rtp1(30)

. rtp2(5)

. ruy de carvalho(5)

. são josé correia(11)

. shakira(8)

. sic(71)

. silvia alberto(11)

. sofia alves(9)

. sonia araujo(6)

. soraia chaves(24)

. tempo de viver(9)

. tu e eu(8)

. tvi(126)

. vila faia(5)

. todas as tags

.Links:

blogs SAPO

.subscrever feeds