Segunda-feira, 19 de Novembro de 2007

Cachet das estrelas

Luciana Abreu subiu a parada. Depois de renegociar o contrato com a SIC, a modesta rapariga que ficou conhecida pela telenovela ‘Floribella’ passou a ganhar mais do que muitas estrelas do mundo da televisão e o seu ordenado, de 20 mil euros, já está a dar que falar.
Luciana Abreu

Ao receber esta pequena fortuna, a menina-bonita de Teresa Guilherme e Francisco Penim deixou incrédulos alguns actores com longos anos de carreira que neste momento passaram a receber um salário de verdadeiros principiantes quando comparado com o de Luciana Abreu.

Actualmente, Alexandra Lencastre, Patrícia Tavares, Diogo Morgado, António Pedro Cerdeira, Sofia Alves e Margarida Vila-Nova estão a receber menos de metade daquilo que ganha Luciana Abreu, que em dois anos de carreira já tem um ordenado de fazer inveja a muitos veteranos.

Mas a verdade é que a actriz soube fazer-se valer do seu poder de negociação. No apogeu da série juvenil ‘Floribella’ e com um carisma cada vez mais forte junto do público infantil, Luciana Abreu acumulou convites e chegou a comunicar à estação de Carnaxide que estava de saída. A presença da actriz na RTP era dada como certa mas, numa reviravolta inesperada, a ‘Flor’ resolveu recuar e mostrou-se disponível para negociar com a SIC.

Em boa hora o fez. Sem projectos que lhe agradassem na estação estatal, onde apenas lhe ofereciam um programa infantil – a actriz viu o sonho de participar em ‘Vila Faia’ furado –, Luciana pediu mais dinheiro a Teresa Guilherme e mostrou-se completamente devota à casa que a projectou na carreira. Com os avanços e recuos, a SIC decidiu agarrar Luciana Abreu com uma proposta mais do que generosa. Actualmente, a actriz tem a sua conta bancária recheada com 20 mil euros por mês, que não serão a sua única fonte de rendimento. Além do ordenado-base, Luciana ganha ainda 15% dos lucros dos concertos ao serviço da banda da ‘Floribella’.

A actriz está radiante com a melhoria das suas condições financeiras, até porque com este aumento dobrou o salário de dois dos veteranos da representação nacional. Ruy de Carvalho e Eunice Muñoz foram ultrapassados pela ‘Flor’ visto que levam para casa cerca de dez mil euros por mês.

Neste momento, Luciana Abreu é das estrelas mais bem pagas da televisão portuguesa e também um caso raro na SIC, que não costuma fazer propostas tão generosas aos seus actores. Na estação de Carnaxide não é hábito abrir os cordões à bolsa e gastar fortunas no ordenado de um actor – recorde-se que Soraia Chaves e Ricardo Pereira não vão além dos quatro mil euros. No meio televisivo é a TVI quem melhor paga às suas estrelinhas, isto se não tivermos em conta as caras recém-chegadas às telenovelas.

Actualmente ser actor já não traz as mesmas vantagens económicas, e não se pense que os jovens que integram o elenco de séries juvenis como ‘Morangos com Açúcar’ têm recibos de ordenado de fazer inveja. É que o salário médio de um ‘moranguito’ não vai muito além dos mil euros mensais. Dedicados ao trabalho, os jovens actores queixam-se de exploração: muitas horas de trabalho nos estúdios e poucas garantias de trabalho futuro.

Os problemas começaram a ser tornados públicos depois da primeira série dos ‘Morangos’ – a única que conseguiu o sucesso pretendido junto dos telespectadores.

Sem trabalho nem perspectivas de virem algum dia a ser integrados em algumas das novas telenovelas da TVI, foram vários os actores que mostraram o seu desagrado em relação à maneira como estavam a ser tratados pela estação de Queluz de Baixo.

Marta Faial e Francisco Froes, entre muitos outros participantes na série, revelaram à Comunicação Social ter vários meses de salários em atraso e, revoltados, explicaram que se sentiam enganados pela TVI, que lhes tinha prometido mundos e fundos sem nada cumprir. Para estes jovens actores, o sonho de representar foi a pouco e pouco ficando pelo caminho. Mas nem todos podem queixar-se. Que o diga Luciana Abreu e os seus 20 mil euros por mês.

LUCIANA ABREU

A actriz fez-se valer da sua popularidade junto do público juvenil e passou a receber um ordenado de estrela. Além do salário mensal, a ‘Floribella’ ganha ainda 15% dos lucros dos concertos da sua banda.

RUY DE CARVALHO E EUNICE MUÑOZ RECEBEM 10 MIL EUROS

Os dois veteranos da representação nacional recebem um cachet no valor de dez mil euros, ou seja, metade daquilo que Luciana Abreu leva para casa ao final do mês. Os profissionais viram-se assim ultrapassados pela ‘Floribella’.

SORAIA CHAVES E RICARDO PEREIRA

São duas das estrelas da SIC mas a verdade é que, juntos, Ricardo Pereira e Soraia Chaves recebem apenas metade do vencimento mensal de Luciana Abreu.

CACHET DAS ESTRELAS

Luciana Abreu: 20.000 euros

Alexandra Lencastre: 12.000 euros

Ruy de Carvalho: 10.000 euros

Eunice Muñoz: 10.000 euros

Pedro Lima: 8.000 euros

Sofia Alves: 8.000 euros

Fernanda Serrano: 8.000 euros

António Pedro Cerdeira: 8.000 euros

Margarida Vila-Nova: 6.000 euros

Patrícia Tavares: 5.000 euros

Soraia Chaves: 4.000 euros

Ricardo Pereira: 4.000 euros

Sara Prata: 1.000/1.500 euros

Correio da Manhã

Quinta-feira, 25 de Outubro de 2007

Na casa do futuro

Marta Leite Castro, Ricardo Pereira, Paulo Pires, João Pedro Cajuda, Helena Costa, José Carlos Pereira e Rita Mendes partilharam casa anteontem, no centro de Lisboa.
Ricardo Pereira  e Francisca

Ricardo Pereira e Francisca

O grupo de famosos foi convidado pela marca Phone House para apadrinhar a casa do futuro, pelo que cada uma das figuras públicas teve direito a uma assoalhada do apartamento por um dia.

Divertidas, as caras conhecidas presentes passaram umas horas a visitar a inovadora casa, onde não resistiram a experimentar as mais novas tecnologias propostas pelas várias marcas, que tomaram a iniciativa de se associar ao evento.

Entre telemóveis topo de gama, máquinas fotográficas da última geração e muitas outras tecnologias, o grupo de figuras públicas fez questão de ficar a par das novidades, mas foram os telemóveis recém-lançados para o mercado que mais despertaram a atenção dos famosos convidados para o evento promovido pela marca Phone House.

Ao final da tarde a opinião dos convidados era unânime: nenhuma das figuras públicas se importava de viver numa casa tão futurista, como a improvisada para a ocasião.

CM

Quinta-feira, 13 de Setembro de 2007

Ricardo Pereira brilha em desfile

O actor e modelo Ricardo Pereira foi uma das estrelas televisivas que apadrinharam a primeira apresentação num centro comercial das colecções Outono/Inverno dos estilistas Luís Buchinho e Nuno Baltazar. Na plateia, a namorada, Francisca, seguiu atenta e apaixonadamente todo o desfile.
O actor que dá corpo ao 'Conde', na Floribella, desfilou com as propostas cosmopolitas para o próximo Outono/Inverno

Organizado pela relações públicas Tekas Lopes, o City of Fashion Forum Coimbra proporcionou uma noite multi-sensorial de cor, imagem e som a todos os que se deslocaram ao Fórum Coimbra.

Além do ‘Conde’ de ‘Floribella’, brilharam na passerelle Marta Leite de Castro, Jo, Vanessa Oliveira, Joana Freitas, Luísa Beirão, Liliana Campos, Mafalda Pinto, Sara Kostov, Myrella Seeman, Débora Montenegro, Joana Vieira, Afonso Vilela, Pedro Reis, Tó Dias, André Salvador e Walter.

Gil Carvalho, o designer português que calça celebridades como Kylie Minogue, Liz Hurley ou Madonna, deslocou-se propositadamente de Londres até Coimbra para assistir ao evento.

Nas propostas para a próxima estação, Luís Buchinho inspirou-se no vestuário utilitário e apresentou modelos marcados por linhas clássicas, ideais para ambientes informais e cosmopolitas. As cores vagueavam entre os pretos, antracites, cinzas claros, roxos, malvas e cobres.

Já Nuno Baltazar preferiu revisitar a Inglaterra do século XVI, ao criar peças com referências isabelinas em silhuetas urbanas, anatómicas e agressivas, mas ao mesmo tempo românticas e poéticas. Os azuis e beijes, com pinceladas de preto, dominaram a paleta de cores.

Paralelamente, foram dadas a conhecer as colecções das lojas presentes no Fórum Coimbra. Predominaram os estilos práticos e retro-chic.

CM

Domingo, 29 de Julho de 2007

Ricardo Pereira: Estou feliz e de bem com a vida

Ricardo Pereira não pára. Em gravações para a ‘Floribella’, o actor passa os dias nos estúdios da NBP, grava de manhã à noite e nos escassos tempos livres aproveita para matar saudades da família e da namorada. (...)

Ricardo Pereira

Em entrevista, o actor confessa que a família está em primeiro lugar e que não lhe faltam projectos: entre os quais um livro que quer publicar.

Correio Vidas – Aos 16 anos saiu de casa e foi morar sozinho. Porquê tão novo?

Ricardo Pereira – Estava a trabalhar como manequim e surgiu a oportunidade de ir viver para Milão. Achei que era a altura de descobrir o Mundo, viajar e ter a minha independência. É bom crescermos e despontarmos para o Mundo.

– Adaptou-se bem às lides da casa?

– É sempre diferente morarmos sozinhos, mas adaptei-me bem. Desde pequenino que sempre fiz tudo. Acima de tudo, era um rapaz com os olhos muito abertos e sempre a ver o que se passava à minha volta e como é que as coisas se faziam, por isso, não foi complicado.

– Ainda assim, admite que é um menino da mamã.

– Tenho uma ligação gigante com os meus pais. Sou filho único, somos três pessoas muito unidas e eles são uma das forças grandes que eu tenho na minha vida. Não vou a correr para o colinho da mãe sempre que acontece alguma coisa, mas gosto muito de abraçar a minha mamã. Falo com ela milhares de vezes por dia e jantamos juntos muitas vezes.

– Ter independência muito cedo fez com que, aos 28 anos, já tenha corrido meio mundo. Qual foi a viagem que mais o marcou?

– Já viajei muito, mas a viagem que me marcou mais foi a parte asiática do Planeta. É uma cultura completamente diferente da ocidental, as paisagens são maravilhosas. A parte de Hong Kong, Macau e China foi das viagens mais interessantes que eu fiz.

– E este ano está a planear alguma viagem de sonho?

– Quero muito ir a Zanzibar na Tanzânia, mas talvez só consiga ir mais para o final do ano. Vamos ver como é que correm as gravações, até quando vão ser feitas. Depois, obviamente que viajar faz parte dos planos.

– A passagem pelo Brasil deu-lhe reconhecimento ao ponto de a actriz brasileira Graziella Massafera ter dito que o Ricardo era o único português famoso que conhecia.

– Deve ter sido porque a Grazi, hoje em dia, namora com um grande amigo meu, o Cauã. Mas, claro, foram dois anos muito importantes, onde fiz três novelas, um filme, uma curta-metragem, publicidade, onde conheci toda a gente no Brasil, toda a classe artística. Foi um momento muito bom na minha carreira e a repetir. O Brasil estará nos meus objectivos de trabalho. Adorei ter lá passado e espero repeti-lo. Espero que para o ano, mas ainda não posso falar sobre isso.

– Do que é que tem mais saudades?

– Daqueles sucos maravilhosos que eles faziam lá.

– Entretanto regressou a Portugal, onde está com um personagem completamente diferente. Como foi a adaptação a ‘Floribella’?

– Foi árdua, no sentido de criar um personagem diferente, para um público diferente. Mas é um desafio, aprendi a explorar o lado mais cómico da minha forma de representar e tenho a certeza de que me vai dar um background muito bom para futuros personagens, talvez mais virados para o humor.

– E em relação à Luciana Abreu, ganhou uma amiga?

– Pode-se dizer que ganhei uma companheira, a amizade constrói-se ao longo dos anos. Tenho pouco tempo extra ‘Floribella’ e quando o tenho aproveito para estar com os amigos e família. Acima de tudo, não tenho nenhuma razão de queixa dela.

– Se a vida profissional lhe corre bem, a nível pessoal parece ter encontrado a estabilidade ao lado da sua namorada, Francisca...

– Isso é uma parte que unicamente me diz respeito a mim e a ela. A minha estabilidade emocional é importante e estou óptimo, feliz e de bem com a vida.

– Para si o trabalho está em primeiro lugar?

– Tudo tem o seu peso. Amo e dedico-me 300 por cento à minha profissão, mas também acho que o equilíbrio é importante, por isso, toda a minha vida pessoal tem de estar num patamar bastante elevado, senão num patamar superior ao trabalho. Embora o trabalho ocupe um lugar de destaque brutal dentro da minha pessoa, o lado pessoal é imbatível. O meu bem-estar é precioso.

– Gostava de ser pai num futuro próximo?

– A seu tempo verei se a vida me permite ter filhos, mas claro que a família é um dos patamares importantes que eu quero atingir.

– Está a gravar num ritmo muito intenso. Como aproveita o pouco tempo livre?

– Leio muito, passeio, durmo, descanso, faço exercício e estou com as pessoas que amo.

– Também gosta de pintar.

– Faço uns rabiscos. Pintar surge numa brincadeira com uma amiga minha, a Rita Fernandes, que me ensinou algumas coisas. Abandonei um bocadinho porque estou a gravar muito, a Rita foi mãe e deu-me dois sobrinhos maravilhosos, mas gostava de um dia fazer um curso de pintura e aprofundar uma coisa que gosto de fazer.

– O futebol é uma paixão?

– É verdade. E quando tenho o cabelo rapado até me confundem com o Canavarro. Mas o futebol é uma das minhas grandes paixões, principalmente o Benfica...

– Escrever é outro dos seus hobbies. Não pensa em publicar um livro?

– Talvez. Estou a criar a raiz de algo que poderá ser giro. É um livro e será uma ficção. É uma coisa que eu estou a construir com calma para um dia publicar e pôr a andar, sem qualquer tipo de pressão.

– O que gostava de fazer no futuro?

– Gostava de experimentar outros mercados, como, por exemplo, Espanha, mas também de continuar esta ligação com o meu país e de fazer parte desta evolução.

– Como se imagina daqui a 50 anos ?

– Com uma família, tranquilo, em paz e, acima de tudo, com saúde.

REFLEXO

Correio Vidas – O que vê quando se olha ao espelho?

Ricardo Pereira – Vejo um miúdo feliz.

– Gosta do que vê ou mudava alguma coisa?

– Gosto daquilo que eu sou, como sou e até das mutações que acabo por sofrer ao longo do tempo, através de algumas peripécias que me vão criando algumas cicatrizes ou até mesmo do envelhecimento normal. Lido bem com esse tipo de situações. Para mim não tem qualquer tipo de problema.

– Quando sai de casa vê-se sempre ao espelho?

– Nunca me vejo ao espelho antes de sair de casa, por isso é que, às vezes, me acontece sair bastante despenteado ou esquecer-me de fazer a barba. A verdade é que não sou uma pessoa extremamente vaidosa.

– Alguma vez lhe apeteceu partir o espelho?

– Nunca.

– Quem é que gostaria de ver reflectido no espelho?

– Às vezes gostaria de ver reflectidos mais vezes no meu espelho os meus amigos e a minha família. Hoje em dia passo muito pouco tempo com eles e era sinal de que estavam mais perto.

– Uma pessoa de referência?

– O meu pai, porque é uma pessoa extraordinária, um lutador e um homem que ama a vida. É um exemplo para mim.

– Um momento marcante na vida?

– A minha estreia no Teatro Nacional ao lado de Ruy de Carvalho, entre outros grandes actores, na peça ‘Real Caçada ao Sol’, em 1999, foi o meu primeiro passo profissional.

– Qualidade e defeito?

– A qualidade é a persistência e o defeito, sem dúvida, a teimosia.

– Medos e vícios?

– Tenho algum medo da morte daqueles que amo. O vício é falar, adoro.

PERFIL

Em miúdo dizia que queria ser polícia ou super-herói, mas foi no mundo da moda que deu os primeiros passos. A representação surgiu bem mais tarde na vida de Ricardo Pereira. Em 1999, sobe ao palco ao lado de Ruy de Carvalho com a peça ‘Real Caçada ao Sol’ e desde então nunca mais lhe faltou trabalho. Em 2004, o actor embarca para o Brasil para participar na novela ‘Como uma Onda’ e acaba por lá ficar dois anos. De regresso a Portugal, Ricardo Pereira apresentou um programa com Bárbara Guimarães, fez parte do elenco da telenovela ‘Jura’ e, actualmente, é o ‘conde Máximo’ da ‘Floribella’. Foi durante as gravações que o actor foi fotografado junto ao espelho do camarim. “É-me impossível sair daqui para dar entrevistas, estou aqui preso”, justificou.

Entrevista ao Correio Vidas (Correio da Manhã)

Sábado, 17 de Março de 2007

Ricardo Pereira divertido junto da namorada, Francisca Pinto Ribeiro

Conheceram-se nas festas de Verão do Sasha Beach, na Praia da Rocha, quando Ri­cardo Pereira já tinha terminado a sua relação de um ano e meio com a actriz Daniele Suzuki. Desde então, o actor e Francisca Pinto Ribeiro têm sido vistos juntos em diversas ocasiões, embora optem por não fazer grandes revelações sobre a relação. Francisca, ou Chica, como é carinhosamente tratada pelos amigos mais próximos, é filha do conceituado leiloeiro João Perestrello Pinto Ribeiro, presidente do Palácio do Correio Velho.


Os dois estiveram na última edição da ModaLisboa, tendo assistido ao desfile de Nuno Bal­tazar. “Não vou poder assistir a mais desfiles porque tenho de descansar, mas sou assíduo frequentador deste evento, seja a desfilar ou apenas a assistir”, afirmou o actor, de 27 anos, lamentando o facto de não ter desfilado nesta edição por se ter atrasado nas gravações, embora tenha acabado por se divertir entre a assistência.

Sábado, 4 de Novembro de 2006

SIC já tem programa para substituir "Exclusivo"

Herman José encerra "com chave de ouro", de hoje a uma semana, o magazine "Exclusivo" que a SIC estreou no início de Setembro.

Sem adiantar o que levou ao termo do programa - apresentado por Bárbara Guimarães e Ricardo Pereira - ao fim de dez das 26 emissões previstas, a estação de Carnaxide explicou que "Exclusivo" cumpriu a sua "missão de dinamizar o arranque desta nova fase da SIC, com uma série de entrevistas a todas as principais caras da estação"; adiantando ainda que, para o substituir, está previsto "um novo formato, com estreia marcada para dia 18, e que deverá ser anunciado muito em breve".

Apesar de apenas a audiência média do primeiro programa, relativa à percentagem de portugueses que o viram, em que a convidada foi a actriz Luciana Abreu, ter alcançado a fasquia dos 10% (situando-se depois disso entre os 6,7% e os 9,3%), a estação rejeita que os resultados tenham antecipado o fim do formato. A SIC prefere sublinhar que o programa "representou um aumento de 3,5% de 'share' (calculado entre os espectadores daquele período) do que se verificava em período homólogo do ano passado. Certo é que em "share" o programa começou com 33.7% e, no passado sábado, obteve 23.7%.

Criado para mostrar os bastidores das produções de Carnaxide e mostrar outras facetas dos seus protagonistas, "Exclusivo" competiu, até agora, pela atenção dos espectadores com "A voz do cidadão" e "Dança comigo", e com "Morangos com açúcar", "Inspector Max", "Jornal nacional" e "Doce fugitiva".

E mesmo com a ficção a dominar o horário nobre das estações, a SIC promete continuar a apostar noutras opções "consideradas boas apostas", assumindo, porém, que "a ficção é uma tendência internacional e um caminho assumido e anunciado para 2007".

Esta noite, na penúltima emissão, os convidados são Cristina Cavalinho e Miguel Dias, do elenco de "Floribella".
JN

Segunda-feira, 23 de Outubro de 2006

A Tvmais acompanhou Ricardo Pereira na sua partida para Paris, onde grava novela da Globo

Os dois anos que passou no Rio de Janeiro não modificaram em nada a maneira de ser, franca e descontraída, de Ricardo Pereira. Aos 27 anos, o actor está de volta a Portugal com a mesma boa disposição de sempre, mas com um pezinho no Brasil, a segunda casa. Projectos cá e lá também não lhe faltam. Presentemente, é o protagonista da novela “Jura”, o apresentador de “Exclusivo” e agora também o Thierry da novela brasileira “Pé na Jaca”, cujas gravações se iniciaram esta semana em Paris.

Com Ricardo, na Cidade Luz, estiveram Deborah Secco, com quem contracena, e Malu Mader, que faz parte da equipa de produção

Por causa desta, Ricardo teve de voar para a Cidade Luz, onde permaneceu três dias ao lado de Fernanda Lima, Malu Mader e Deborah Secco. No entanto, garante que tem tempo para tudo e vive longe do stresse. Só ainda não encontrou a mulher da sua vida, depois de se ter separado de Danielle Suzuki. “Estou bem assim”, garante.A tvmais acompanhou o actor até ao aeroporto e conta-lhe as novidades.

Como surgiu o convite para integrar a novela “Pé na Jaca”?
Ricardo Pereira: Fui convidado pela Globo para fazer a parte de Paris da novela, que é a do início. E aceitei, de acordo com a disponibilidade que tinha. Claro que avaliei as complicações inerentes ao facto de estar a fazer o “Exclusivo” e “Jura”, mas como são tudo projectos SIC e esta é parceira da Globo não houve qualquer tipo de problema.

Qual vai ser a sua personagem?
R.P.: Chama-se Thierry e é um bon vivant. Vive em Lisboa, mas passou muito tempo em Paris. Pouco mais sei, porque comecei a ler, mas estava tão cansado que acabei por adormecer.

Quanto tempo vai permanecer em Paris?
R.P.: Apenas três dias. Depois volto. Continuo a gravar “Jura” e “Exclusivo” até uma nova ida para Cannes e outra para o Brasil. Tudo ainda este ano. Até Dezembro, a minha participação deverá estar concluída. Assumiu-se que podia ser uma participação maior, mas eu tenho contrato com a SIC e, em princípio, não deverei continuar.

O contrato com a SIC dura até quando?
R.P.: Essa é uma questão que só diz respeito a mim e à SIC.

De que forma é que se aguenta este ritmo de trabalho?
R.P.: Hoje em dia poupo-me imenso. Aceito muita coisa, mas também recuso imensas. Quando era mais novo, aguentava facilmente e ainda conseguia ir jantar a casa de um amigo, passear, ir mais vezes ao cinema. Agora não é assim. Fico em casa a estudar, a descansar, a jantar bem, vou mais vezes ao ginásio. Sempre que tenho trabalhos no Norte procuro ir de avião ou tenho alguém que me leva. Tenho um equilíbrio de vida muito grande e estou tranquilo.

Inevitavelmente, fala-se do seu reencontro com Danielle Suzuki em “Pé na Jaca”...
R.P.: A Danielle não vai estar em Paris. Irei reencontrá-la no Brasil. Vou dar-lhe um grande abraço e perceber se ela está bem. Acho que está, porque nós falamos semanalmente, temos uma boa relação de amizade.

Desde que ficou solteiro têm-lhe sido apontadas várias namoradas, como Catarina Jardim Leitão ou Roberta Medina. Está de novo apaixonado?
R.P.: Não. Não tenho namorada. Estou sozinho, estou bem, tranquilo, em paz. Não procuro, neste momento, uma pessoa. Nem penso nisso. Tenho os meus amigos e tem sido com eles com quem tenho estado. Porventura, até me têm arranjado várias namoradas que fazem parte do meu grupo de amigos.

Falando de “Jura”. Já vimos muita gente a despir-se, mas o Ricardo parece defendido...
R.P.: Não estou defendido. Toca a todos. Também terei as minhas loucuras, mas sou o mais tranquilo do grupo. Sou o que está casado há mais tempo, o que é mais sério, mais chato. Mas esperem para ver... Há surpresas!

Quer dizer que também o Paulo vai transgredir?
R.P.: Claro que sim. Tal como todos nós transgredimos. O facto de se ter princípios não quer dizer que não se tenha oscilações. É bom experimentar os pólos de vez em quando para ver até onde se pode ir. Ser certinho demais é chato. Deve experimentar-se. Errar também faz bem.

TV Mais

Segunda-feira, 13 de Março de 2006

Ricardo Pereira: “O amor já mudou muito a minha vida”

Depois do sucesso alcançado na novela "Como Uma Onda", Ricardo Pereira está de regresso ao Brasil. Agora não é apenas o desafio profissional que o move, mas também o seu amor pela actriz Daniele Suzuki. “O amor já mudou muito a minha vida e esta relação, provavelmente a melhor que já vivi, faz-me pensar de outra forma. É bom juntar o útil ao agradável: trabalhar e estar perto da minha namorada”, confessa o actor, que foi contratado pela Record para participar na novela "Prova de Amor". Aliás, o título da novela não poderia vir mais a propósito. “Nada como esta prova de amor, mas a minha namorada merece muito mais provas de amor”, afirma Ricardo.


Perfeitamente adaptado ao Rio de Janeiro, onde adora viver, o actor prefere não fazer grandes planos em relação ao seu futuro, até porque nos últimos tempos tudo na sua vida tem acontecido a um ritmo verdadeiramente alucinante. Quanto aos rumores de um possível casamento, Ricardo afirma que “tudo vai acontecer no seu devido momento. Na altura certa irão saber. Quero que seja uma festa íntima, para amigos e familiares, mas pode ser daqui a meses, um ano, dois anos, vamos ver”. No Brasil, Ricardo já ganhou o rótulo de galã e depressa teve de aprender a lidar com o assédio das brasileiras. Porém não teme que a sua relação com Daniele possa sair prejudicada pelo ciúme. “O ciúme existe em todas as relações, seria hipocrisia dizer o contrário. Acho que na quantidade certa até é uma coisa saudável. Vivemos uma relação pacífica”, diz o actor.

Caras

Domingo, 26 de Fevereiro de 2006

Ricardo Pereira e Maria João agitam o Bacalhau do Pestana

Bons portugueses que são, os atores Ricardo Pereira e Maria João foram os mais animados na tradicional festa Bacalhau do Pestana, organizada pelo quarto ano consecutivo no Hotel Pestana Rio Atlântica, no Rio, na tarde da última sexta-feira, dia 24. O evento abre o calendário carnavalesco da cidade e, este ano, teve o tema Chica Chica Boom, lembrando os bons tempos das marchinhas e festas de rua.

“Estar no Brasil, um país que aprendi a amar e respeitar, e me recebeu de braços abertos, e poder curtir uma festa dessa, com as referências da minha terrinha, é uma maravilha! Portugal e Brasil se unem também no Carnaval”, disse Ricardo a OFuxico.

Daniele Suzuki, namorada do ator, não pôde acompanhá-lo, por estar gravando cenas da novela Bang Bang, da Globo, na qual interpreta a Yoko Bell.

Entre os 600 convidados, além dos atores portugueses, destacaram-se as animadas Mara Manzan, Totia Meirelles e Cássia Linhares.

“Carnaval no Rio é festa todo dia, feijoada e bacalhau. Não é um luxo? Eu, que já sou animada o ano inteiro, fico ainda mais empolgada nessa época do ano. E vou que vou!”, disse a empolgada Mara Manzan.

O cantor Emílio Santiago e o ator Ary Fontoura também participaram do Bacalhau do Pestana. Durante a festa, os convidados puderam degustar diversas opções de receitas com o bacalhau, principal ingrediente da gastronomia portuguesa. O cardápio, assinado pelo renomado chef Leonel Pereira, consultor da rede Pestana Hotels & Resorts, foi elogiado por todos.

Para adoçar a boca dos foliões, os famosos doces portugueses: pastéis de nata, toucinho do céu, barriga de freira, Dom Rodrigos, filhós com açúcar e canela, tigelada, pastéis tentugal e salame de chocolate.

foto ampliadaRicardo Pereira com as mulatas

foto ampliadaRicardo Pereira e Maria João

foto ampliadaMaria João tocando tamborim

Fonte: Ofuxico

Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2006

Ricardo Pereira fala de "Prova de Amor"


Ricardo Pereira, o Marco Aurélio de "Prova de Amor", da Record
Da Redação

De mala e cuia

Ricardo Pereira faz sua segunda novela no Brasil e diz que desta vez veio para ficar

 

Texto: Carolina Marques PopTevê

 

Quando retornou para Portugal depois de protagonizar " Como Uma Onda ", Ricardo Pereira tornou-se uma celebridade. Muita gente em terras lusitanas queria saber mais sobre o rapaz que fez sucesso numa novela brasileira. Em função desse intercâmbio, o ator filmou três longas, fez diversos comerciais, programa de tevê, mas sentiu falta do país que o projetou. Agora, está de volta como o psicólogo Marco Aurélio de " Prova de Amor ", que após uma breve participação, fica na trama de vez. " Fazer parte do elenco me deixou muito feliz. Eu estava com muita vontade de voltar ", comemora.

Ricardo já negociava sua volta. Deixou por aqui amigos, fãs e a namorada Daniele Suzuki, a Yoko de " Bang Bang ", da Globo. Juntos há um ano e meio, os dois estão dividindo agora o mesmo teto. " Decoramos o texto juntos e nos ajudamos muito. Não tem essa de concorrência ", brinca ele, que chegou a conversar com a Globo sobre a possibilidade de um trabalho por lá. "Óbvio que não esqueço quem me trouxe para cá, mas a Record foi mais rápida ao me oferecer algo mais concreto ", justifica a escolha.

A princípio, Ricardo faria alguns capítulos da novela, mas ao conversar com o autor Tiago Santiago, o ator ganhou mais espaço na história. " Ele vai ajudar a Joana a reaver o filho, e me parece que vai viver um romance com ela ", adianta, referindo-se à personagem de Bianca Rinaldi. Ao tratar do filho de Joana, Joãozinho, papel de Pedro Malta, os dois médicos acabam se aproximando e se apoiando um no outro. " Na novela, ele também é um português que está sozinho no Brasil. É natural que os dois se aproximem ", observa.

Ao fazer mais um português em novela brasileira, Ricardo se preocupou em traçar estratégias para mudar um pouco a própria imagem. Está se tratando com uma fonoaudióloga e já conseguiu perder boa parte do sotaque. " Quero concorrer com os atores da minha idade de igual para igual. Não quero ficar rotulado como ator português. Sou ator e posso fazer qualquer papel ", argumenta.

Para construir o perfil de Marco Aurélio, Ricardo confessa não ter tanto trabalho como o que está tendo para desconstruir a imagem de ator estrangeiro. Afinal, também é formado em Psicologia como o personagem. " Isso me ajuda muito, sei como o médico se comporta, qual é a relação com o paciente. Toda a questão da ética também ", diz Ricardo, que por lidar com crianças na trama, tem comprado alguns brinquedinhos e fantoches para absorver ainda mais a personalidade de Marco. " Ele vive de brincadeiras com o paciente, isso gera proximidade, cumplicidade. Criança, ou você cativa ou perde para sempre ", analisa.

O tom sério com que fala do personagem pouco a pouco dá lugar a um Ricardo brincalhão e descontraído. Ele ri da própria voz ao tentar reproduzir o sotaque carioca e as gírias usadas no país. Ainda não se acostumou ao calor deste verão, mas já trata os colegas de elenco como amigos de infância. " A minha entrada foi bem tranqüila, já conhecia várias pessoas do elenco. A gente tem de estar preparado para tudo em novela. A rapidez como tudo acontece. Mas acredito estar me dando bem ", avalia o ator.

Disposto a passar uma longa temporada no Brasil, Ricardo vai cavando seu espaço. Na primeira temporada fez um filme, " Balé da Utopia ", com estréia prevista para este ano, participou de alguns esquetes no palco com a turma da comédia " O Surto ", e aguarda mais convites. " Agora é para ficar, trabalhar. Deixei alguns projetos lá, mas quero me aperfeiçoar e consolidar esse mercado que se abriu para mim ", enfatiza.

Fonte: Jornal de Araraquara

Segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2006

Ricardo Pereira quer se estabelecer no Brasil

O actor português Ricardo Pereira está a fazer a sua segunda novela no Brasil. Depois de ser um dos protagonistas de Como Uma Onda, ele é o psicoterapeuta Marco Aurélio, em Prova de Amor, novela da Rede Record.

Segundo uma reportagem do Jornal Extra, se depender do Ricardo, o seu retorno ao Brasil é para ficar. Além dos trabalhos, ele está planejando casamento com Danielle Suzuki.

“Eu e Danielle namoramos há um ano e penso em casar, sim. Nós estamos morando juntos e ela foi a Portugal, conhecer meus pais”, conta ele à publicação.

Para fugir do papel do português vivendo no Brasil, e com isso ampliar as possibilidades de trabalho no país irmão, Ricardo Pereira está a dar tudo por tudo e a esforçar-se muito.

“Estou fazendo aulas de prosódia. Quero aprender a interpretar meus personagens, sem meu sotaque português”, ressalta o actor.

 

Reportagem da revista brasileira Contigo em baixo:

  Daniele Suzuki e Ricardo Pereira
Sob o mesmo teto

A saudade e a distância fazem parte do passado de Ricardo Pereira, 26 anos, e Daniele Suzuki, 28. Desde o Réveillon, os dois dividem o apartamento na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro, onde antes a atriz morava com Margarida, sua cadela bassê.

O ator português veio de Lisboa para viver com a namorada, sem planos de voltar. "Não estar com a pessoa que se ama no dia-a-dia é sempre ruim. Não dava para morarmos separados", diz Ricardo. E Daniele concorda: "A gente já era grudado antes da viagem a Portugal, não faria sentido ele morar em outra casa agora".

Eles se conheceram no fim de novembro de 2004, quando Daniele apresentava Demorô, programa de verão exibido no canal a cabo Multishow. Ricardo - então protagonista da novela Como uma Onda - foi convidado para participar da atração. Daniele o levou para conhecer o bar Democráticos, na Lapa, no Rio, onde aconteceu a entrevista. A partir daí, não se largaram mais.

Domingo, 29 de Janeiro de 2006

Ricardo Pereira participa no videoclip dos Toranja

A banda portuguesa Toranja gravou o videoclip da música Quebramos os Dois, do seu último album 'Segundo' e convidou o Ricardo, a Inês Castel-Branco e o Nuno Melo para nele participarem.

Segundo Tiago Bettencourt, o líder do grupo, o guião é "uma metáfora que inclui um combate de boxe... e mais não digo" in Correio da Manhã O videoclip foi realizado pelo próprio e toda a experiência foi "muito gratificante. Sobretudo por causa da equipa, sempre muito competente. Gravámos em apenas um dia, das sete da tarde às sete da manhã, e o resultado ficou muito próximo daquilo que idealizara, espantosamente perto" Tiago Bettencourt in Correio da Manhã

A banda prepara-se para se fazer à estrada e Quebramos os Dois será um dos temas chave da digressão!

 

 

Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2006

Ricardo no Fashion Rio

ric descont

Ricardo Pereira participou no Fashion Rio. Na semana da moda carioca, onde os estilistas apresentarm as colecções Outono / Inverno 2006, o actor desfilou para a marca "Soul Seventy". Ricardo foi convidado pelos estilistas da marca, Amanda Mujica e António Bokel, que criaram uma peça especial para o manequim-actor português. Quem faltou, por motivos profissionais, foi a namorada do actor, Danielle Suzuki.
Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2006

Ricardo Pereira vive triângulo amoroso na nova novela da Record

O ator português Ricardo Pereira, que ficou conhecido por ter protagonizado a novela Como Uma Onda, da Globo, foi contratado pela Record e já está gravando Prova de Amor, trama de Tiago Santiago, conforme já havia noticiado OFuxico

No folhetim, Ricardo interpreta um psicoterapeuta de nome Marco Aurélio, que aparece no ar a partir da próxima semana, e vai cuidar dos meninos Eduardo e Joãosinho, papéis de Pedro Malta. Isso vai acabar fazendo com que ele se meta em uma enrascada amorosa.

“Como os meninos na verdade são irmãos que foram separados na maternidade, porque Joãozinho foi roubado por uma enfermeira, o Marco Aurélio vai conversar muito com a mãe deles, a Joana (Bianca Rinaldi), que é médica. Assim vai acabar se envolvendo com ela e formando um triângulo amoroso, uma vez que a Joana é casada com o Felipe (Heitor Martinez)”, conta o ator.

Ricardo, que já morou no Rio durante um ano, já conhecia Heitor Martinez, mas os dois nunca tinham contracenado. À Bianca Rinaldi ele foi apresentado pessoalmente quando começou a gravar a trama da Record.

“Conhecia a Bianca pela tevê porque A Escrava Isaura começou a passar em Portugal justamente no período em que voltei para lá. E, por sinal, faz muito sucesso”.

O ator voltou para o Brasil em dezembro, para morar com a namorada, Danielle Suzuki, a Yoko de Bang Bang. Ele se diverte com o fato de, na telinha, ser rival de sua amada, uma vez que as atrações em que atuam concorrem na mesma faixa de horário.

“Chega a ser engraçado quando chegamos em casa e encontramos os roteiros da Record e da Globo em cima da mesa. O que conta mesmo é essa coisa saudável da abertura de mercado de telenovela no Brasil. Todas as emissoras estão investindo e, por isso, estão de parabéns”, conclui. 
 

Informação retirada do site brasileiro Ofuxico

Danielle Suzuki e Ricardo Pereira almoçam em família

Divulgação/Fausi Humberto

 

Nada de bacalhau nem sushi para o almoço de Danielle Suzuki com o namorado português, Ricardo Pereira, e os pais dele, Horácio e Lurdes.

 

Após aproveitarem a praia da Barra da Tijuca, no Rio, Daniele levou os sogros e o namorado para almoçar no Montana Grill. Na mesa, muita carne.

 

Fonte: Dirce

Quarta-feira, 2 de Novembro de 2005

Ricardo Pereira

"Sei que só com trabalho e humildade se consegue vingar. Foi com esse espírito que fui para o Brasil"

A gozar uns dias de férias no Algarve, Ricardo Pereira partilhou com a Lux o sucesso de Daniel Cascaes de Como uma onda, a telenovela da Globo. Na praia de S. Rafael, o actor aproveitou para desfrutar da companhia dos amigos e do sol algarvio."São poucos dias de férias antes de regressar ao trabalho", confessou.

Em breve, o actor vai voltar ao Brasil para gravar "Balé da Utopia", filme que marca a sua estreia no cinema brasileiro, ao lado de Mel Lisboa, Felipe Camargo e Sérgio Marone, entre outros.

Sobre a aventura brasileira que já dura há mais de um ano, Ricardo não esconde: "Tem sido uma experiência maravilhosa e é um privilégio poder experimentar outra cultura. É sempre bom alargarmos os nossos horizintes e conhecimentos. Aprendi muito. Cresci muito profissionalmente e também como pessoa. No início, o mais difícil foi a seperação das pessoas que se ama, mas tem sido muito bom", confessa.

Ricadro Pereira, que graças ao seu trabalho como manequim, já viveu em Milão, Paris, Madrid e Barcelona, assume: "Espero poder continuar a trabalhar em Portugal, que é o país que amo, mas sempre que surgir uma oportunidade no Brasil, vou aproveitar."

Aos 25 anos Ricardo acha que "ainda não cheguei a lado nenhum", mas, na verdade, o futuro parece muito promissor para este jovem actor português, que tem o Brasil a seus pés. "Tenho consiciência de que a novela me deu uma notoriedade muito maior, quer em Portugal quer no Brasil. Sei que abri um mercado novo, mas não sei se este é o momento alto da minha carreira. É um momento bom, sem dúvida, mas não me posso iludir".

in Lux - Agosto 2005

.mais sobre mim

.pesquisar

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Últimas:

. Cachet das estrelas

. Na casa do futuro

. Ricardo Pereira brilha em...

. Ricardo Pereira: Estou fe...

. Ricardo Pereira divertido...

. SIC já tem programa para ...

. A Tvmais acompanhou Ricar...

. Ricardo Pereira: “O amor ...

. Ricardo Pereira e Maria J...

. Ricardo Pereira fala de "...

. Ricardo Pereira quer se e...

. Ricardo Pereira participa...

. Ricardo no Fashion Rio

. Ricardo Pereira vive triâ...

. Danielle Suzuki e Ricardo...

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.tags

. a bela e o mestre(6)

. alexandra lencastre(29)

. alinne moraes(8)

. ana guiomar(5)

. angelico vieira(16)

. angelina jolie(20)

. antonio pedro cerdeira(13)

. band(8)

. barbara guimaraes(6)

. barbara norton de matos(5)

. belissima(9)

. benedita pereira(6)

. brad pitt(13)

. britney spears(8)

. canta por mim(4)

. carolina dieckmann(5)

. catarina furtado(20)

. caua reymond(9)

. cesar peixoto(11)

. christina aguilera(6)

. cinha jardim(5)

. claudia semedo(5)

. claudia vieira(28)

. cleo pires(7)

. cristiano ronaldo(29)

. dalila carmo(9)

. dança comigo(11)

. dani(7)

. daniela mercury(5)

. daniela ruah(13)

. danielle suzuki(6)

. deborah secco(7)

. deixa-me amar(9)

. diana chaves(22)

. diogo amaral(10)

. doce fugitiva(5)

. dzrt(6)

. elsa raposo(7)

. fala-me de amor(4)

. fernanda serrano(15)

. floribella(13)

. francisco adam(5)

. francisco penim(5)

. gato fedorento(7)

. globo(25)

. gloria pires(4)

. guilherme berenguer(4)

. helena isabel(4)

. henri castelli(4)

. herman josé(4)

. ilha dos amores(16)

. imperius(7)

. ines castel-branco(6)

. ines simoes(4)

. isabel figueira(34)

. ivete sangalo(4)

. jennifer lopez(5)

. jessica athaide(4)

. joana duarte(11)

. joana solnado(13)

. joão reis(9)

. jose fidalgo(6)

. juliana paes(6)

. luciana abreu(15)

. mafalda pinto(6)

. margarida vila nova(18)

. maria joão bastos(15)

. mariana monteiro(7)

. marisa cruz(8)

. melanie c(5)

. merche romero(46)

. morangos com açucar(51)

. nbp(5)

. operaçao triunfo(5)

. paixões proibidas(7)

. paula lobo antunes(6)

. paula neves(6)

. paulo pires(7)

. pedro granger(6)

. pedro miguel ramos(8)

. pedro teixeira(10)

. ricardo pereira(16)

. rita andrade(5)

. rita pereira(20)

. rodrigo menezes(6)

. rtp(43)

. rtp1(30)

. rtp2(5)

. ruy de carvalho(5)

. são josé correia(11)

. shakira(8)

. sic(71)

. silvia alberto(11)

. sofia alves(9)

. sonia araujo(6)

. soraia chaves(24)

. tempo de viver(9)

. tu e eu(8)

. tvi(126)

. vila faia(5)

. todas as tags

.Links:

blogs SAPO

.subscrever feeds