Sábado, 15 de Dezembro de 2007

Nuno Santos troca RTP pela SIC

O director de Programação da RTP, Nuno Santos, vai sair da estação pública para ser o novo director de Programas da SIC, substituindo Francisco Penim, anunciou esta quinta-feira fonte ligada ao processo.

 

Nuno Santos é, desde Maio deste ano, director de Programas da Televisão pública, sendo responsável pela programação dos canais internacionais e para telemóveis da RTP.

A sua actividade televisiva começou na RTP, mas foi na SIC que Nuno Santos ganhou protagonismo, tornando-se director de informação da SIC Notícias, de onde se demitiu em 2001, na sequência de um diferendo com o então director-geral de conteúdos da SIC, Emídio Rangel, que o acusou de deslealdade no final de uma auditoria realizada à redacção.

Sem o conhecimento de Rangel, Nuno Santos teria, alegadamente, sugerido aos auditores a fusão das redacções da SIC e da SIC Notícias e o despedimento de alguns redactores, situação que o jornalista desmentiu.

Após uma passagem pela TV Cabo, Nuno Santos tornou-se director-adjunto de Programas da RTP e, em 2004, director de Programas.

A substituição de Francisco Penim leva o ainda director de Programas da SIC a tornar-se, a partir de Janeiro de 2008, Francisco Penim assumirá o cargo de director coordenador de conteúdos da Impresa Digital, anunciou a SIC.

Francisco Penim, responsável pelo lançamento de vários dos canais temáticos da SIC, como seja o SIC Radical com o qual conseguiu chamar a atenção do presidente Francisco Pinto Balsemão, tornou-se director de programas da estação em Setembro de 2005 por escolha directa de Balsemão.

Sucedendo a Manuel Fonseca, a aposta em Penim pretendia fazer a SIC regressar à liderança de audiências, o que não aconteceu.

A SIC tem-se mantido entre o segundo e o terceiro lugar das preferências dos telespectadores portugueses, tendo registado em Agosto passado a pior quota de audiência desde 1994.

Segunda-feira, 19 de Novembro de 2007

Cachet das estrelas

Luciana Abreu subiu a parada. Depois de renegociar o contrato com a SIC, a modesta rapariga que ficou conhecida pela telenovela ‘Floribella’ passou a ganhar mais do que muitas estrelas do mundo da televisão e o seu ordenado, de 20 mil euros, já está a dar que falar.
Luciana Abreu

Ao receber esta pequena fortuna, a menina-bonita de Teresa Guilherme e Francisco Penim deixou incrédulos alguns actores com longos anos de carreira que neste momento passaram a receber um salário de verdadeiros principiantes quando comparado com o de Luciana Abreu.

Actualmente, Alexandra Lencastre, Patrícia Tavares, Diogo Morgado, António Pedro Cerdeira, Sofia Alves e Margarida Vila-Nova estão a receber menos de metade daquilo que ganha Luciana Abreu, que em dois anos de carreira já tem um ordenado de fazer inveja a muitos veteranos.

Mas a verdade é que a actriz soube fazer-se valer do seu poder de negociação. No apogeu da série juvenil ‘Floribella’ e com um carisma cada vez mais forte junto do público infantil, Luciana Abreu acumulou convites e chegou a comunicar à estação de Carnaxide que estava de saída. A presença da actriz na RTP era dada como certa mas, numa reviravolta inesperada, a ‘Flor’ resolveu recuar e mostrou-se disponível para negociar com a SIC.

Em boa hora o fez. Sem projectos que lhe agradassem na estação estatal, onde apenas lhe ofereciam um programa infantil – a actriz viu o sonho de participar em ‘Vila Faia’ furado –, Luciana pediu mais dinheiro a Teresa Guilherme e mostrou-se completamente devota à casa que a projectou na carreira. Com os avanços e recuos, a SIC decidiu agarrar Luciana Abreu com uma proposta mais do que generosa. Actualmente, a actriz tem a sua conta bancária recheada com 20 mil euros por mês, que não serão a sua única fonte de rendimento. Além do ordenado-base, Luciana ganha ainda 15% dos lucros dos concertos ao serviço da banda da ‘Floribella’.

A actriz está radiante com a melhoria das suas condições financeiras, até porque com este aumento dobrou o salário de dois dos veteranos da representação nacional. Ruy de Carvalho e Eunice Muñoz foram ultrapassados pela ‘Flor’ visto que levam para casa cerca de dez mil euros por mês.

Neste momento, Luciana Abreu é das estrelas mais bem pagas da televisão portuguesa e também um caso raro na SIC, que não costuma fazer propostas tão generosas aos seus actores. Na estação de Carnaxide não é hábito abrir os cordões à bolsa e gastar fortunas no ordenado de um actor – recorde-se que Soraia Chaves e Ricardo Pereira não vão além dos quatro mil euros. No meio televisivo é a TVI quem melhor paga às suas estrelinhas, isto se não tivermos em conta as caras recém-chegadas às telenovelas.

Actualmente ser actor já não traz as mesmas vantagens económicas, e não se pense que os jovens que integram o elenco de séries juvenis como ‘Morangos com Açúcar’ têm recibos de ordenado de fazer inveja. É que o salário médio de um ‘moranguito’ não vai muito além dos mil euros mensais. Dedicados ao trabalho, os jovens actores queixam-se de exploração: muitas horas de trabalho nos estúdios e poucas garantias de trabalho futuro.

Os problemas começaram a ser tornados públicos depois da primeira série dos ‘Morangos’ – a única que conseguiu o sucesso pretendido junto dos telespectadores.

Sem trabalho nem perspectivas de virem algum dia a ser integrados em algumas das novas telenovelas da TVI, foram vários os actores que mostraram o seu desagrado em relação à maneira como estavam a ser tratados pela estação de Queluz de Baixo.

Marta Faial e Francisco Froes, entre muitos outros participantes na série, revelaram à Comunicação Social ter vários meses de salários em atraso e, revoltados, explicaram que se sentiam enganados pela TVI, que lhes tinha prometido mundos e fundos sem nada cumprir. Para estes jovens actores, o sonho de representar foi a pouco e pouco ficando pelo caminho. Mas nem todos podem queixar-se. Que o diga Luciana Abreu e os seus 20 mil euros por mês.

LUCIANA ABREU

A actriz fez-se valer da sua popularidade junto do público juvenil e passou a receber um ordenado de estrela. Além do salário mensal, a ‘Floribella’ ganha ainda 15% dos lucros dos concertos da sua banda.

RUY DE CARVALHO E EUNICE MUÑOZ RECEBEM 10 MIL EUROS

Os dois veteranos da representação nacional recebem um cachet no valor de dez mil euros, ou seja, metade daquilo que Luciana Abreu leva para casa ao final do mês. Os profissionais viram-se assim ultrapassados pela ‘Floribella’.

SORAIA CHAVES E RICARDO PEREIRA

São duas das estrelas da SIC mas a verdade é que, juntos, Ricardo Pereira e Soraia Chaves recebem apenas metade do vencimento mensal de Luciana Abreu.

CACHET DAS ESTRELAS

Luciana Abreu: 20.000 euros

Alexandra Lencastre: 12.000 euros

Ruy de Carvalho: 10.000 euros

Eunice Muñoz: 10.000 euros

Pedro Lima: 8.000 euros

Sofia Alves: 8.000 euros

Fernanda Serrano: 8.000 euros

António Pedro Cerdeira: 8.000 euros

Margarida Vila-Nova: 6.000 euros

Patrícia Tavares: 5.000 euros

Soraia Chaves: 4.000 euros

Ricardo Pereira: 4.000 euros

Sara Prata: 1.000/1.500 euros

Correio da Manhã

Segunda-feira, 29 de Outubro de 2007

Soraia Aprende a falar inglês

Quando foi convidada para participar no novo filme de Leonel Viera, ‘A Arte de Roubar’, Soraia Chaves deparou-se com um pequeno problema. O realizador entendeu que a película deveria ser falada em inglês e a verdade é que os conhecimentos da actriz nesta área não iam muito mais além do que o básico.

Para o novo filme, a actriz está a ter lições da língua de Sua Majestade

Ela não sabia falar inglês e teve de aprender tudo em cima da hora, mas até está a sair-se bem”, contou uma fonte próxima da produção do filme.

Ainda assim, Soraia Chaves não desesperou e tratou de minimizar os estragos. Contratou um professor particular e está a fazer um curso intensivo para aprender, o mais rapidamente possível, a língua de Sua Majestade. Até porque as gravações já começaram e a actriz não quer desiludir o realizador Leonel Vieira.

O filme é protagonizado por uma colombiana e para Soraia Chaves ficou reservada uma pequena participação como barmaid. Pela primeira vez, a actriz vai aparecer no grande ecrã longe da imagem sensual a que habituou os portugueses, mas a verdade é que a actriz está a gostar do novo desafio. “Ainda só tive dois dias de filmagens, mas está a correr bem.

O projecto é muito ambicioso e tem uma grande energia, mas ainda é muito cedo para falar porque o projecto ainda está no início”, explicou a actriz, que garante estar a adorar trabalhar com o realizador Leonel Vieira.

“Ele tem uma forma muito particular de filmar e um sentido de estética muito apurado. E eu admiro isso nele. É uma pessoa jovem e com vontade de fazer muito mais pelo cinema”, contou.

Depois de ter participado no filme de António Pedro Vasconcelos, ‘Call Girl’, a actriz voltou a apostar na Sétima Arte, mas, ainda assim, não descura futuras participações na televisão.

Soraia Chaves viu o vínculo que a ligava à SIC recentemente renovado e garante que, em breve, poderão surgir novidades a nível profissional. “Este ano aconteceu assim. Não quer dizer que, no futuro, não surjam projectos interessantes em televisão, não é uma ideia que eu ponha de parte. Depende do projecto. Tem de ser analisado e ver se serve os meus objectivos e se é do meu gosto pessoal”, explicou Soraia.

Certo é que, para já, as novelas estão longe do horizonte profissional da actriz. Depois de ter recusado participar no novo projecto da SIC, Soraia Chaves garante que, tão cedo, não a irão ver a fazer uma participação deste tipo no pequeno ecrã. “Tenho projectos em carteira e, aceitar fazer uma telenovela nesta altura implicaria que não pudesse fazer outras coisas e, pelo menos durante nove meses, estivesse dedicada apenas à novela. Neste momento isso é muito complicado”, revelou.

Correio da Manhã

Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

Bárbara encanta na Gala

A apresentadora Bárbara Guimarães foi, juntamente com Ana Vasconcelos e Pedro Teles, uma das estrelas da primeira Gala ‘a sério’ de ‘Família Superstar’, que a SIC transmitiu anteontem.

Com um vestido de José António Tenente, como fez questão de referir na emissão, Bárbara dominou o espectáculo marcado pela emoção do reencontro entre os membros seniores e juniores das famílias concorrentes, uma semana depois da separação.

O espectáculo musical, por seu lado, mostrou aquilo que os directores musicais do concurso, Pedro e Henrique Feist, já tinham admitido: o inglês foi a língua dominante. Em doze actuações, dez foram no idioma de Shakespeare e Frank Sinatra o intérprete mais repetido. No entanto, numa Gala que tinha Las Vegas como tema, seria difícil escapar aos clássicos norte-americanos. Mesmo assim, ‘Vocês sabem Lá’, cantada pela primeira vez em 1950 por Maria de Fátima Bravo, e ‘Deixa-me Rir’, de Jorge Palma, mostraram que a música portuguesa também cabe num espectáculo ao estilo ‘music-hall’.

Notória foi a unanimidade do júri nos elogios aos concorrentes. Independentemente da qualidade da actuação, Tozé Brito, Clara de Sousa, Nélson e Sérgio Rosado (Os Anjos) repetiram as expressões “esteve muito bem” e “gostei muito” vezes sem conta.

A Gala conseguiu, mesmo assim, melhor resultado que na semana passada, garantindo o décimo lugar na tabela dos mais vistos. A começar à mesma hora, os ‘Gato Fedorento’ conquistavam o primeiro lugar, enquanto a aposta da TVI, ‘Casamento de Sonho’ não foi além do 12.º lugar. Contudo, a estação de Queluz de Baixo foi a mais vista ao longo do dia, batendo RTP 1 e SIC por pouco.

AS ESTRELAS DA NOITE

Ana Vasconcelos foi a vencedora da Gala de domingo, ao interpretar ‘Why don’t you do Right’, a música que a boneca animada ‘Jessica Rabbit’ cantava no filme ‘Quem Tramou Roger Rabbit’.

A presença de Herman José – interpretou ‘I’ve got you under my Skin’, de Frank Sinatra – também não passou despercebida, mas teve menos impacto que a de Pedro Teles, um concorrente que não passou da fase de casting, mas proporcionou momentos hilariantes com a sua interpretação peculiar de ‘Garçom’.

'CASAMENTO DE SONHO' SEM RITMO NEM BRILHO

Nem o reencontro dos noivos salvou a quarta gala de ‘Casamento de Sonho’, na TVI.

O programa, que começou depois da hora prevista, perdeu ritmo por conta de os intermináveis comentários sobre se os noivos mereceriam ou não ser castigados, mereciam ou não rever os respectivos pares...

Mais tarde, o tão prometido encontro dos pares no plateau teve pouco brilho e romantismo. Entre abraços, beijos, amassos, e desempenhos mais medianos, a quarta gala de ‘Casamento de Sonho’ foi o programa mais frouxo deste reality show.

Júlia Pinheiro, a apresentadora, foi quem conseguiu o momento mais divertido da noite ao imitar o encontro dos namorados.

O casal expulso, Hugo e Denise primaram pela tranquilidade e o bom-senso com que encararam a expulsão do reality show.

Quarta-feira, 17 de Outubro de 2007

Jorge Corrula e Paula Lobo Antunes:Claro que é amor!

 

Embora sejam reservados em relação à vida privada, Paula Lobo Antunes e Jorge Corrula continuam apaixonadíssimos. Nem o facto da actriz ser a protagonista da novela da TVI “Deixa-me Amar” e Corrula interpretar o vilão de “Floribella”, na SIC, perturba o idílio amoroso.

A tvmais encontrou-os no lançamento do Singstar Pop Hits, jogo de canto para a consola PlayStation2, que contou com uma competição de canto entre figuras públicas.

Eles cantam!
Paula chegou primeiro, cantou e encantou. Quando Jorge apareceu, a actuação da namorada já tinha terminado, mas, mesmo assim, confessou: “Em casa, ela canta muito bem, mas é no chuveiro. Fazê-lo ao vivo é diferente”. Já o próprio canta para se divertir. “Prefiro músicas do Marco Paulo e da Ágata porque gosto de inventar coreografias”.

Oceana Basílico e Pedro Laginha já disseram o "SIM"

 

A relação começou há um ano e o amor foi selado no passado dia 28, numa cerimónia pelo Registo Civil. Oceana Basílio, 28 anos, e Pedro Laginha, 36, casaram-se em S. João de Caparica, no bar Kontiki, junto à praia.

O tempo não ajudou à festa e a chuva impediu que os noivos e os cerca de 120 convidados fossem festejar a ocasião para o areal. Mas, como diz o ditado popular, “boda molhada, boda abençoada” e o mau tempo não foi impeditivo para que a alegria reinasse. No espaço interior do bar, uma banda animou o ambiente e duas longas mesas com comida e bebida aconchegaram os convivas.

A imprensa não esteve presente, nem sequer os paparazzi, facto que agradou muito ao casal: “Correu tudo muito bem, até nesse aspecto. O casamento é uma coisa pessoal. Não somos nenhuns príncipes, por isso acho que não deve ser do domínio público”, disse Pedro Laginha à tvmais.

 

Oceana e Pedro já têm filhos de anteriores relações mas a convivência entre todos é óptima

Sempre o mar
O local escolhido para o enlace foi uma opção original mas previsível. Oceana é natural de Tavira, no Algarve. O seu nome e os dos irmãos são relacionados com o mar, por isso nada mais natural do que querer casar-se num cenário que a faz sentir-se em casa. Pedro apoiou a mulher nesta opção: “Foi uma decisão conjunta. Estou feliz”.

A festa contou com muitas caras conhecidas, entre as quais Diana Chaves, que conheceu a noiva quando ambas fizeram parte do elenco de “Morangos com Açúcar 4”. A lua-de-mel teve de ser adiada, uma vez que o actor faz parte do elenco da próxima novela da SIC, “Resistirei”, de Teresa Guilherme Produções, cujas gravações já começaram e irá substituir “Vingança”, em que Pedro interpretou Rui, o polícia da Euroforce, amigo de Santiago (Diogo Morgado). Oceana foi Ângela em “Doce Fugitiva”.

Gala: A estreia de 'Família Superstar', na SIC

Foi uma das surpresas da noite, na 1.ª Gala ‘Família Superstar’, da SIC, anteontem: Merche apareceu no palco dos Estúdios Valentim de Carvalho, em Paço d’Arcos, para cantar ao lado do irmão, Óscar, num dos momentos mais ‘salerosos’ do espectáculo.
Merche e Óscar Romero, entrevistados por Sofia Cerveira

Os irmãos cantaram a célebre canção ‘La Vida es un Carnaval’, popularizada por Célia Cruz, mas, nos bastidores, a apresentadora de televisão disse que tudo não passava de uma brincadeira e que não faz tenção de mudar de carreira.

“Não considero que sei cantar... só não desafino completamente”, disse, com um grande sorriso. “Acima de tudo, acho que a música é um excelente escape para espantarmos os nossos males e esta música, sobretudo, é um gigantesco apelo à boa disposição”, disse.

Numa noite onde as estrelas estiveram tanto no palco como na plateia – onde se viam os rostos de famosos como José Castelo Branco ou Fernando Pereira com respectivos filhos –, nos bastidores o talento também abundava. A família Feist participa, em peso, no novo programa da SIC: Henrique é o professor de voz, postura e interpretação, Nuno é o professor de música e a sua mulher, Claire, é a professora de dança. É, de resto, esse o espírito que ‘Família Superstar’ quer implementar: mostrar como a cumplicidade familiar é geradora de bons momentos artísticos. CM

Luciana fora de Vila Faia

Quando assinou contrato com a RTP, Luciana Abreu deixou bem claro que queria continuar a carreira de actriz e que seria um sonho fazer parte do elenco da nova telenovela da estação, ‘Vila Faia’. E a verdade é que, apesar de a RTP ter outros planos para a ‘Floribella’, numa altura inicial deixou em aberto que a actriz poderia fazer parte do grupo de actores escolhidos para a telenovela.

‘Floribella’ muda-se para a RTP mas não faz parte dos 38 eleitos para participar na nova telenovela da estação

O casting está fechado e os 38 eleitos para brilhar em ‘Vila Faia’ há muito que estão escolhidos. Um grupo que não conta com a antiga cara da SIC Luciana Abreu. “Ainda pensaram em dar-lhe uma oportunidade na ‘Vila Faia’, pois este era o sonho da Luciana, mas acharam que neste momento seria uma melhor aposta colocá-la a apresentar um programa infantil”, contou uma fonte ligada à RTP que preferiu o anonimato.

Para já, Luciana Abreu terá a seu cargo a apresentação de um programa infantil –, ao estilo da cantora brasileira Xuxa –, uma situação que não deixou a actriz particularmente satisfeita. A ‘Floribella’ nunca escondeu que era no mundo da representação que pretendia brilhar e não viu com bons olhos a ‘nega’ da RTP para que integrasse o elenco de ‘Vila Faia’.

“A Luciana queria fazer uma coisa com um registo diferente da ‘Floribella’ e estava muito entusiasmada por poder participar na ‘Vila Faia’. Agora ficou um pouco desiludida com este desfecho”, contou a mesma fonte.

Até porque, depois de se estrear como apresentadora, Luciana Abreu teme não voltar a ter uma boa oportunidade na carreira de actriz. Apesar de o papel que lhe iria ser atribuído em ‘Vila Faia’ não ser uma grande participação, a verdade é que a antiga estrelinha da SIC estava entusiasmada e decidida a provar que não é só em séries juvenis que faz sucesso.

Agora resta a Luciana Abreu esperar por uma nova oportunidade como actriz na RTP. Enquanto o dia não chega, a actriz vai mostrar o seu lado de apresentadora num programa infantil. Um registo que bem conhece desde os tempos de ouro da telenovela pela qual ficou conhecida.

ANA GUIOMAR NA NOVELA

Depois de ter participado na telenovela ‘Morangos com Açúcar’, em ‘Tu e Eu’ e na série da RTP ‘Conta-me como foi’, Ana Guiomar foi convidada para integrar o elenco de ‘Vila Faia’. A ex-moranguita não pode estar mais feliz com a participação, até porque o elenco, que conta com 38 caras conhecidas do mundo da televisão, é de peso.

Albano Jerónimo, Inês Castel-Branco, Marta Leite de Castro, entre muitos outros nomes, já deram o sim à estação e, depois de finalizados os testes de imagem, começam a gravar as primeiras cenas de ‘Vila Faia’. Por enquanto ninguém quer revelar grandes pormenores sobre a telenovela mas o entusiasmo do grupo de actores é grande.

CM

Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

SIC prepara versão do Big Brother

A produtora Teresa Guilherme Produções está a preparar um novo reality show nos moldes do ‘Big Brother’, que poderá ter Teresa Guilherme como apresentadora e cuja estreia está prevista para Fevereiro ou Março de 2008, na SIC.
Teresa Guilherme poderá voltar a comandar o formato, agora na SIC

O programa, preparado no maior secretismo, deverá chamar-se ‘Treze’, o número da sorte de Teresa Guilherme. Recorde-se que a apresentadora casou a 13 de Janeiro, em Las Vegas e que é conhecida por ser muito dada ao esoterismo.

O formato, em tudo semelhante ao concurso que lançou a TVI na liderança das audiências, terá ligeiras alterações. Serão 13 os concorrentes que vão viver numa casa tipo residencial e as galas serão realizadas a partir da casa, aos domingos à noite e não num estúdio.

Teresa Guilherme, que agora interpreta a personagem de ‘Carolina’ na telenovela ‘Vingança’, SIC, foi a grande responsável pelo sucesso do formato que estreou em Portugal em 2000, na TVI, e que teve quatro edições de anónimos e duas de famosos.

Curiosamente, a Endemol, produtora do reality show vendeu ‘Big Brother’ à TVI depois da recusa da SIC, uma decisão assumida por Emídio Rangel, na altura director da estação.

A popularidade do programa foi, entretanto, descendo progressivamente até que a TVI o retirou do ar, substituindo-o por outros reality shows. Fala-se também que a TVI prepara a estreia do ‘Big Brother 5’, no próximo ano. Países como a Inglaterra e o Brasil mantêm o formato no ar há vários anos.

DIRECTORA DE FICÇÃO EM CANNES

Teresa Guilherme, que se encontra em Cannes, França, no Mipcom, – tal como Nuno Santos, director de programas da RTP e José Eduardo Moniz, director-geral da TVI – disse ao CM que desconhece por completo o regresso ao nosso país do formato. “Não sei se está previsto ou não um programa do tipo ‘Big Brother’”, disse. E acrescentou “não fazer a mínima ideia” se o ‘Big Brother’ vai voltar a Portugal.

Quanto à possibilidade de voltar a apresentar o formato que tanto a celebrizou, ou um outro muito semelhante, Teresa Guilherme, directora de Ficção Nacional da SIC, riu-se e adiantou: “Já não me estou a ver a voltar a apresentar um ‘Big Brother’”. Correio da Manhã

Domingo, 30 de Setembro de 2007

Ao estilo da cantora Xuxa

Continua a negar que tem acordo firmado com a RTP mas há muito que o contrato entre Luciana Abreu e a estação está mais do que fechado. Tanto que a ‘Floribella’ já sabe tudo o que vai fazer na sua nova casa. A RTP vai apostar na actriz para o elenco de ‘Vila Faia’ mas não se fica por aqui. A estação quer explorar também um outro lado de Luciana: o de apresentadora.
A actriz já assinou contrato com a RTP, onde, além da participação em ‘Vila Faia’, vai apresentar um programa infantil

Ao estilo da cantora brasileira Xuxa, a actriz vai ter um programa destinado ao público infantil no qual se fará valer do carinho conquistado pelos mais novos na telenovela ‘Floribella’. O novo programa de Luciana Abreu será exibido aos domingos e irá para o ar no mesmo horário que outrora pertenceu a Merche Romero e ao seu ‘Factor M’.

Talvez uma coincidência na vida da actriz e da apresentadora, que ficaram recentemente ligadas por um outro factor: Cristiano Ronaldo. Apesar de nunca se ter confirmado qualquer envolvimento entre o futebolista do Manchester e a antiga menina-bonita de Francisco Penim, a verdade é que a actriz alimentou o falatório ao aparecer ao lado da irmã do jogador, Kátia Aveiro, no desafio que opôs a Selecção Nacional à do Liechtenstein.

Luciana Abreu nunca confirmou o romance mas a mãe da actriz fez questão de apimentar a história ao garantir a uma publicação que Cristiano Ronaldo daria um excelente genro. A polémica devolveu Luciana Abreu às capas das revistas cor-de-rosa numa altura em que a actriz andava a ser pouco falada.

Com o ‘empurrão’ do futebolista, a actriz vê-se de novo nas luzes da ribalta e reza agora a todos os santinhos para que o seu programa na RTP tenha o sucesso desejado.

CM

Terça-feira, 25 de Setembro de 2007

Jorge e Paula já falam em casar

Estão juntos só há um ano mas o namoro é bastante sólido. De tal forma que, nos últimos tempos, Jorge Corrula e Paula Lobo Antunes não escondem a intenção de oficializar o romance. Ao seu grupo de amigos, os dois actores já falam de casamento.
Amigos garantem que casal já discute data da boda

Sempre muito discretos na sua relação, Jorge Corrula e Paula Lobo Antunes continuam a dizer que casar ainda não faz parte dos seus planos enquanto casal mas a verdade é que já compartilham esse projecto de vida, o qual acontecerá ainda neste ano.

Os actores estão agora a discutir a melhor data para o casamento, uma vez que estão cheios de trabalho. Jorge continua a integrar o elenco da série juvenil ‘Floribella’ (SIC), enquanto Paula vive a sua primeira protagonista na nova telenovela da TVI ‘Deixa-me Amar’.

Os dois actores esperam assim pelo momento certo em que poderão subir ao altar e oficializar o amor que os une.

CM

Rejeitada pela SIC

Quando a SIC convidou Soraia Chaves para participar na sua nova telenovela, ‘Resistir’, a actriz não se mostrou muito interessada no papel e deu uma nega à estação de Carnaxide. A recusa não caiu muito bem entre a Direcção de Programas da SIC e fontes da estação garantem que Soraia Chaves está de saída já no final deste mês.


Soraia diz que vai estudar para Madrid em breve

 

O contrato da actriz termina em Novembro e, ao que o Vidas TV conseguiu apurar, a SIC já fez saber a Soraia Chaves que não pretende renová-lo. A gota de água foi a recusa da actriz de participar na nova novela mas há muito que a estação de Carnaxide andava descontente com o trabalho da actriz, que ficou conhecida pelo filme ‘O Crime do Padre Amaro’.

Com um ordenado generoso, a actriz não tem dado à SIC o retorno que a estação pretendia. Nos últimos tempos, não tem sido atribuído qualquer trabalho a Soraia Chaves, que admite mesmo não ter novos projectos a curto prazo. “Para já não tenho nenhum projecto na SIC. Mas poderão surgir propostas interessantes. Ainda não sei o que vai acontecer mas é óbvio que para mim, a nível pessoal, o cinema é uma paixão. Mas acredito que também possa fazer coisas de qualidade na televisão”, garantiu a actriz, que diz estar de partida para Madrid para frequentar um curso de representação.

Sobre a sua continuidade na SIC, Soraia não fez comentários, mas o Vidas TV sabe que nem a última participação de Soraia no cinema – no filme ‘Call Girl’ – foi do agrado da estação de Carnaxide. É que, depois de ser exibida nos cinemas, a película vai passar na TVI. “A Soraia era uma aposta nossa mas não nos tem dado o retorno que pretendíamos. Falámos com ela para entrar na nova telenovela mas a Soraia não quis, por isso é mais do que natural que o vínculo seja terminado”, garantiu uma fonte da SIC.

A actriz ainda não tem o futuro traçado mas para já a única coisa que se avizinha é apostar na sua formação. Algo que há já bastante tempo anunciava fazer. CM

Quinta-feira, 6 de Setembro de 2007

Elsa Raposo lança livro sobre «A Vidinha dos Outros»

A ex-modelo e apresentadora de televisão Elsa Raposo vai escrever um livro em que promete revelar segredos nunca contados da vida dos tertulianos da SIC, avança o jornal 24 Horas.

 

«A Vidinha dos Outros» é o nome do livro que promete ser «bombástico».

 

«Uma editora convidou-me para escrever a minha biografia, mas como acho a minha história pouco interessante propus-lhes escrevê-la ao contrário... Como as pessoas da Tertúlia Cor-de-Rosa da SIC estão esquecidas do que já foram, vou revelar quem realmente elas são», contou Elsa ao jornal.

 

Elsa Raposo garantiu ao 24Horas que não é a vingança que a move, embora tenha confirmado a «mossa» que os «maliciosos comentários» dos tertulianos fizeram à sua vida.

Sábado, 1 de Setembro de 2007

SIC com pior resultado desde 1994

A estação de Carnaxide registou este mês a pior quota de audiências desde Fevereiro de 1994, apresentando, a menos de um dia do final de Agosto, uma quota de espectadores ("share") de 23,3%, menos quase sete pontos que a líder TVI. A estação, que comemora em Outubro o seu 15.º aniversário, obteve o pior resultado desde o período em que, com cerca de um ano e meio de existência, ainda estava a conquistar audiências.

Apesar de ter sido este mês o canal que mais jogos de futebol - programa que alcança habitualmente melhores audiências - transmitiu em horário nobre, a estação de Carnaxide também registou o pior "share" do ano no horário nobre (entre as 20 e as 24 horas), com 22,3%, segundo dados da Marktest, citados pela agência Lusa. A liderança em termos de quota de mercado foi protagonizada pela TVI que obteve um "share" de 30,1%. Valor que a estação reforçou no horário nobre ao alcançar 36,6%.

A RTP1 ficou no segundo lugar na lista de canais mais vistos, apresentando uma média de 23,7% durante o dia e 22,7% das 20 às 24 horas. Por seu lado, o segundo canal público apresentou o melhor valor dos últimos 6 anos, ao conquistar um "share" de 6,6% na média do dia, graças sobretudo a uma maior disponibilidade dos público infantil e juvenil. No horário nobre a RTP2 ficou-se pelos 5,4%. Quantos ao conjunto dos canais transmitidos via televisão por cabo, a média do dia em Agosto chegou aos 16,2%, enquanto o "share" do horário nobre foi de 13,1%.

JN

tags: , , ,
Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007

Soraia Chaves com regresso marcado à TV

A manequim e actriz Soraia Chaves já tem regresso marcado aos écrãs de televisão.

 

Soraia, conta a revista TV do Correio da Manhã, é uma das estrelas da nova telenovela que a SIC tem agendada para substituir «Vingança».

A estrela da SIC vai estar nos écrãs de cinema ainda este ano com «Call Girl», filme de António Pedro Vasconcelos em que interpreta uma prostituta.

Quinta-feira, 30 de Agosto de 2007

A rentrée televisiva em Portugal

Concursos, ficção em português, reality-shows e o regresso de alguns formatos de sucesso marcam a «rentrée» dos três principais canais portugueses.

 

A TVI promete a partir do próximo mês novas produções em português e mais formatos de entretenimento.

«A TVI vai manter as linhas de uma ficção forte, de um entretenimento forte e de uma informação forte», afirmou sexta-feira o director-geral da estação, José Eduardo Moniz, num encontro com a imprensa.

De acordo com o responsável, o canal vai continuar a apostar «na criação de hábitos» e numa grelha «sem grandes perturbações e que mantém o mesmo modelo coerente desde 2000».

Sobre as novas apostas de programação do canal, José Eduardo Moniz acrescentou ainda que envolveram um investimento «extremamente significativo».

Entre as principais novidades da estação de Queluz de Baixo está a novela portuguesa «Deixa-me Amar», com estreia agendada para o final de Setembro.

Ainda em português, a estação está a preparar para Novembro o projecto «Imperius», cujos primeiros episódios estão a ser escritos e que será filmado em Goa (Índia).

Também em fase de preparação (selecção de actores e de adaptação de guiões) está «Equador», produção baseada no livro do jornalista Miguel Sousa Tavares e que será rodada em São Tomé e Príncipe.

A TVI vai contar ainda com uma nova edição do programa «Dr. Preciso de Ajuda», agora apresentada pela jornalista Raquel Matos Cruz, do reality-show «Cantando e Dançando por um Casamento de Sonho» e a nova série infanto-juvenil «Detective Maravilhas».

A quinta temporada de «Morangos com Açúcar» e a adaptação desta produção para o cinema são outras das novidades do canal, que terá, pelo menos, 2 novos formatos de informação até ao final do ano.

Outro dos argumentos da TVI vai continuar a ser a transmissão por jornada de um jogo de um dos três principais clubes (Porto, Benfica e Sporting) da Liga Portuguesa de Futebol.

A transmissão de 35 jogos do Campeonato Nacional de Futsal, por duas épocas, é uma das novidades da SIC para a nova temporada.

A estação do grupo Impresa, que irá transmitir um jogo por semana, assinou hoje o acordo com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Em declarações aos jornalistas, o director de programas da estação, Francisco Penim, afirmou que a SIC quer dar visibilidade a esta modalidade, prometendo «uma transmissão mais dinâmica» e a transformação das «vedetas do futsal em super-estrelas».

O primeiro jogo, entre as equipas do Benfica e do Sporting de Braga, vai para o ar no dia 9 de Setembro.

Com estreia também já agendada para domingo está o «Família SuperStar», um talent show que se propõe descobrir, em horário nobre, a família mais talentosa do país na área musical.

Para os finais de tarde e a antecipar o prime-time, a SIC vai estrear segunda-feira um novo programa diário de entretenimento apresentado pelo humorista Fernando Rocha.

«A Ganhar É Que A Gente Se Entende» é um original da estação de Carnaxide, que combina os géneros concurso e call TV (participação dos concorrentes via telefone) com espaços de entretenimento.

Para Outubro, o canal privado, que celebra 15 anos de emissões nesse mês, tem já agendado alguns projectos.

Uma das acções é a iniciativa «A SIC é Minha», que vai dar a oportunidade a 15 jovens que tenham nascido em Outubro de 1992 de participarem nos trabalhos do canal de televisão.

O regresso do programa «Operação Triunfo» é uma das novidades da RTP1 para a nova temporada televisiva.

Com apresentação de Sílvia Alberto, o formato, com estreia a 22 de Setembro, vai novamente procurar cantores e acompanhar o seu quotidiano dentro de uma academia.

O concurso «Acha Que Sabe Mais do Que Uma Criança de 10 Anos?» é outra das propostas já divulgadas pelo canal público que arranca a 17 de Setembro.

Com regresso também confirmado está «Portugal no Coração», que vai contar com os novos apresentadores João Baião e Tânia Ribas de Oliveira.

Agência Lusa

tags: , , ,
Terça-feira, 28 de Agosto de 2007

Fernando Rocha anima concurso de fim de tarde na SIC

O humorista celebrizado em televisão pelo "Levanta-te e ri" volta a ter um lugar de destaque na estação de Carnaxide. Fernando Rocha começa na segunda-feira a apresentar em directo a nova aposta da SIC para o horário das 19 horas, de segunda a sexta-feira, em substituição da novela "Pé na jaca".

"A ganhar é que a gente se entende" é um concurso desenvolvido e produzido pela estação, que permite aos participantes ganharem prémios monetários. A fórmula é simples e reúne dois concorrentes em cada prova. O primeiro, a partir de casa, escolhe por telefone aquele que, entre 100 participantes que se encontram em estúdio, o vai representar no jogo seleccionado pela produção. Só por entrar no jogo, o concorrente em estúdio ganha logo uma determinada quantia. O que está em casa depende do sucesso deste último para ganhar o prémio em jogo.

"No final de cada programa, há um jackpot em que participam os concorrentes desse dia", adiantou, ao JN, Pedro Costa, subdirector de Produção e Entretenimento. No total, acrescentou, serão "cinco ou seis jogos" por emissão.

Quanto à escolha de Fernando Rocha para conduzir o formato, aquele responsável explicou que "todo o programa e até os jogos têm uma componente muito divertida", enquadrando-se por isso a presença do comediante. "O Fernando Rocha tem um contrato de exclusividade com a SIC e já há algum tempo que queríamos desenvolver um projecto de entretenimento para ele", prosseguiu.

A criação deste concurso está, a par de "Família superstar" - que estreia domingo -, no regresso da estação "ao hábito de ter formatos originais", rematou Pedro Costa.

A estreia de "A ganhar é que a gente se entende" representa uma ruptura com o monopólio das novelas no acesso ao horário nobre. Se conseguir cativar o público, o concurso pode trazer mais espectadores ao "Jornal da Noite", que vai para o ar logo a seguir. JN

 

Segunda-feira, 27 de Agosto de 2007

Sou mais feliz depois de ter sido mãe

Rita Ferro Rodrigues percorre os corredores dos estúdios da Comunicasom como quem regressa à aldeia onde nasceu. Não há pessoa que não lhe arranque as boas tardes e cada encontro é motivo para uma conversa rápida: pergunta à rapariga mais esguia da produção se anda a comer bem e até com a reformada que vai assistir ao programa troca dois dedos de conversa. Nos bastidores, Rita é uma cópia fiel da rapariga que todos os dias faz dupla com Nuno Graciano no programa ‘Contacto’. De bem com a vida, a apresentadora falou ao Vidas TV sobre a carreira, a família que construíu na SIC e sobre a filha, Leonor, que a deixa de olhos a brilhar a cada nova descoberta.

Rita Ferro Rodrigues

 

Correio Vidas – Está há um ano e meio no ‘Contacto’, que balanço faz?

Rita Ferro Rodrigues – Não podia ser melhor. Nos primeiros meses foi uma prova muito dura. Nós sabíamos que isto era uma maratona e que não íamos conseguir ganhar logo. E o que aconteceu foi que tivemos cinco meses a levar muita tareia e depois começámos a fazer o nosso percurso e a liderar até aos dias de hoje. E isso é uma coisa que me enche de orgulho.

– Custou-lhe muito entregar a carteira profissional de jornalista?

– Até chorei, mas com o meu respeito pela profissão era impossível proceder de outra forma. O programa lida com muitas coisas que são incompatíveis com o estatuto de jornalista. Tinha de tomar uma decisão, custou-me, mas acho que a formação que tenho de jornalista não se apaga por ter entregue a carteira.

– Não está arrependida?

– Nada, zero. Acho que o meu percurso é por aqui.

– Com a mudança de registo, muitas pessoas mudaram também a imagem que tinham sua, de alguma arrogância.

– Eu sei que tinha uma imagem de elitista, arrogante e distante, mas isso é normal. Na informação tens uma atitude mais discreta, as pessoas não têm de te conhecer. Aqui não, tenho de dar muito de mim, porque acho que nestes horários só as pessoas verdadeiras é que vencem. Houve claramente um choque, que, para algumas pessoas foi positivo e para outras negativo. Também disseram ‘Ai esta miúda que era tão engraçada e séria na SIC Notícias agora disparatou’.

– Tem uma empatia muito grande com o Nuno Graciano. Já se conheciam?

– Não só não nos conhecíamos como não gostávamos um do outro. Tínhamos ideias pré-concebidas: ele achava que eu era uma queque intelectual, eu achava que ele era um tonto, sem nada na cabeça. E é muito engraçado porque apaixonámo-nos profissionalmente e tornámo-nos grandes amigos. E sentimos que quando estamos juntos no ar isso é um trunfo.

– Está há seis anos na SIC. Não pensa em mudar?

– Não, enquanto a SIC me tratar com dignidade, respeito e com muita intimidade, nem sequer pondero sair.

– A nível dessa intimidade, acabou por construir uma segunda família na SIC.

– Na SIC tenho um mundo de afectos muito grande. Desde o pai da minha filha, que é um companheiro para a vida e um dos meus melhores amigos, até à Andreia Vale, que é como se fosse minha irmã, à Clara de Sousa que é amiga dos tempos da RTP. Tenho muitos amigos na SIC, há ali um lado de família e isso é impagável.

– Trabalha muitas horas por dia. Como gere o tempo livre?

– Muito mal. Precisava que o dia fosse mais longo. O que eu faço é desligar assim que saio daqui. Aquelas horas são para a família, para a minha filha e para mim. Tento ter uma horita de manhã para ir ao ginásio. E é um dia-a-dia muito sereno. Gosto de chegar a casa, gosto de cozinhar, de estar com a família e de adormecer a ver televisão.

– Tem uma relação gigante com a sua filha, Leonor. Ser mãe foi a melhor coisa que lhe aconteceu?

– Só posso dizer que sou muito mais feliz depois de ter sido mãe, incomparavelmente mais feliz. Os filhos agarram-nos à vida, mesmo quando tudo parece correr mal, nós sabemos que temos de continuar por causa deles e isso é lindo. É como estar sempre apaixonados, sempre à espera que ela me dê um abraço, de chegar a casa para a ver.

– O que ela diz quando a vê na TV?

– Para ela é muito normal. A Leonor nasceu numa família em que o avô aparecia na TV, o pai também, a tia Clara aparece no jornal, a tia Andreia também, a tia Iva aparece na TVI. Lembro-me de que ela uma vez perguntou a um amigo em que canal o pai trabalhava, porque achava que todos os pais trabalhavam em televisão.

– No ‘Contacto’ conheceu também o actual namorado...

– Não falo da minha vida privada. Não tenho nada a esconder, a minha felicidade é visível, mas mantenho a convicção de que a melhor forma de preservarmos aquilo que é mais precioso é não falarmos da nossa intimidade.

– Esteve de férias com os pais. Custa-lhe muito o facto de estarem a viver em Paris?

– Custa-me muito, porque somos uma família muito unida, mas vou muitas vezes a Paris e eles também são pais e avós muito presentes, portanto também estão cá muitas vezes. Claro que nas férias estivemos muito tempo juntos, o que foi óptimo. Também contribui para este meu estado de tranquila felicidade o facto de agora ter estado tanto tempo com os meus pais

– Como reagiu às notícias que davam conta do alegado envolvimento do seu pai no caso Casa Pia?

– Nunca falei disto publicamente, porque acho que há determinados acontecimentos que, por haver demasiadas pessoas a falar deles, criam ruído. Diz-se muitas mentiras e eu prefiro ficar de fora desse círculo. É evidente que foi um período complicado, mas foi muito enriquecedor a nível pessoal. Cresci muito e, familiarmente, foi dos períodos mais bonitos por que possa ter passado e em que mais descobri os verdadeiros amigos. Foi uma fase de crescimento e de uma enorme tranquilidade, ao contrário do que as pessoas possam pensar. Não houve nenhuma noite em que não dormíssemos todos tranquilamente e isso não é uma coisa que qualquer pessoa possa dizer.

REFLEXO

Vidas TV – Gosta de se ver na televisão?

Rita Ferro Rodrigues – Normalmente nunca gosto. E até devia fazer o exercício de me ver mais vezes, para corrigir alguns tiques e muletas de expressão.

– Reconhece ter algum tique?

– Só há pouco tempo é que o realizador me chamou a atenção para o facto de cruzar muitas vezes os dedos quando estou de pé. Sou muito expressiva a falar e às vezes parece que estou a fazer boquinhas. E estou, mas a verdade é que também as faço desde miúda.

– Mudava alguma coisa?

– Há sempre coisas para alterar. Por exemplo, a gestão do silêncio, que é difícil de fazer em televisão.

– Qual foi o melhor momento da sua carreira?

– Acho que o melhor momento é sempre aquele que vem a seguir, estou sempre à espera do momento em que me consiga superar.

– E o mais embaraçoso?

– Já me aconteceu de tudo. Já dei algumas gafes, já espirrei, já tropecei nos saltos de vinte centímetros.

– Gosta de ser reconhecida na rua?

– É sempre bom, é sinal de que as pessoas me vêem. Lido muito bem com isso.

– Uma pessoa de referência na televisão portuguesa?

– A Fátima Lopes, dentro do estilo, é uma pessoa de referência, assim como a Catarina Furtado, que é uma princesa da televisão. Nos homens tenho muita admiração pelo Nuno Graciano e adoro o Malato.

– Conteúdo preferido em televisão?

– Vejo sempre o jornal da noite e gosto de séries como o CSI, Donas de Casa Desesperadas e o Dr. House.

PERFIL

Rita Ferro Rodrigues nasceu em Lisboa, há 30 anos, e desde miúda que já tinha a certeza do que queria fazer quando fosse grande. Uma aptidão que lhe foi confirmada, anos mais tarde, por Amália Rodrigues. Depois de uma entrevista feita na escola, a lendária fadista portuguesa escrevia uma carta para o liceu onde a pequena Rita estudava a traçar a vocação à filha de Ferro Rodrigues: ou seria actriz ou jornalista. E foi precisamente nessa área que a apresentadora se estreou aos 16 anos, com o programa para crianças ‘Caderno Diário’. Chegou a fazer teatro e rádio na Antena 1, mas foi no pequeno-ecrã que se destacou. Há seis anos, a jornalista entrou para a SIC Notícias de onde só saiu há ano e meio para apresentar o ‘Contacto’. Mãe da pequena Leonor, de cinco anos, Rita viveu vários anos com o também jornalista Daniel Cruzeiro e namora actualmente com Ruben, um dos câmaras do seu programa.  Correio da manhã


Sábado, 25 de Agosto de 2007

Trio de estrelas conduz novos reality shows

Críticos acham-nas “as melhores escolhas”. Vêm aí Júlia Pinheiro, Sílvia Alberto e Bárbara Guimarães para competirem pelo horário nobre nos canais generalistas.

Elas estão aí! Prontas para prenderem os telespectadores à TV com novos reality shows, logo que a grande maioria regresse de férias, a partir de Setembro. Sílvia Alberto apresenta a nova edição de ‘Operação Triunfo’, na RTP 1, Bárbara Guimarães é o rosto de ‘Família Superstar’, na SIC, e Júlia Pinheiro a anfitriã de ‘Cantando e Dançando Por um Casamento de Sonho’, na TVI. As audiências de anteriores programas que apresentaram a solo dão-nas como boas apresentadoras, capazes de puxar pelas audiências dos canais. Os críticos de televisão alinham pela mesma opinião.

“São do melhor”. Esta é a opinião unânime de dois críticos de televisão, Rui Cádima e Eduardo Cintra Torres, quanto às apresentadoras das três apostas dos canais generalistas para o horário nobre dos fins-de-semana, Bárbara Guimarães, Júlia Pinheiro e Sílvia Alberto. “Elas são as melhores escolhas! Considero as três excelentes, com garantia de qualidade acima da média, embora talvez um pouco menos, em termos históricos e de maturidade, a Sílvia Alberto”, diz Rui Cádima à Correio TV. O crítico esclarece: “A Bárbara Guimarães e a Júlia Pinheiro são duas das melhores apresentadoras de televisão. A Sílvia Alberto é segura e, embora sem ter talvez o estatuto das outras duas em termos de currículo, é também uma excelente escolha, na medida em que se trata de uma pessoa jovem e a ganhar maturidade”. Por sua vez, Eduardo Cintra Torres considera que, “dentro da realidade portuguesa, elas são das apresentadoras com mais capacidade de comunicação e de empatia e, ao mesmo tempo, pessoas inteligentes”.

OCUPADA COM GRAVAÇÕES

Bárbara Guimarães confirmou à Correio TV que tem estado “ocupada nas gravações de ‘Família Superstar’”. Um programa original da SIC, cujo prémio é de 50 mil euros e um contrato discográfico para a família vencedora. Sobre o programa, a apresentadora refere: “Este grande formato de entretenimento é original da SIC e não é comparável a outros”. Na óptica de Bárbara Guimarães, “é muito interessante pôr a cantar famílias com talento”. E explica: “Vou acompanhar essas famílias ao longo das semanas. Mas não vou cantar! Já fiz uma experiência única, que nunca imaginara, abrir os Globos de Ouro a cantar. E chegou”. A estrela SIC, que apresentou o ‘Chuva de Estrelas’, no mesmo canal, em finais da década de noventa, confessa: “Já estava na hora de voltar a apresentar um programa de entretenimento. Acompanhei as famílias desde os castings, de Norte a Sul do País, desde o primeiro minuto e cheguei à conclusão de que os portugueses gostam mesmo de cantar!”. Bárbara Guimarães, que obteve boas audiências à frente das galas anuais dos Globos de Ouro em 2006 e 2007, e conduz entrevistas, há três anos, em ‘Páginas Soltas’ (SIC Notícias), remata: “‘Família Superstar’ é um programa de talentos que quer unir as famílias e fazer com que, em casa, estas também se reúnam a ver as outras em televisão”. Clara de Sousa, os ‘Anjos’ e Tozé Brito compõem o júri. Nuno Eiró e Vanessa Fernandes foram os responsáveis por angariar concorrentes ‘no terreno’. Depois de muitos quilómetros de estrada, ‘caçaram’ talentos quanto baste, mas também algo imperdível, os cromos!

Quem casa... quer um casamento de sonho, como pode sugerir o próprio nome do novo reality show ‘Cantando e Dançando Por um Casamento de Sonho’, com apresentação da perita em reality shows Júlia Pinheiro, que, com este, assume o oitavo formato do género. Recorde-se que a recordista deste género televisivo, nomeadamente com ‘Quinta das Celebridades’, ‘1ª Companhia’, ‘Circo das Celebridades’, ‘Meu Odioso e Inacreditável Noivo’ e ‘Pedro, o Milionário’, todos entre 2004 e 2006, apresentou recentemente ‘Canta Por Mim’ (2006/2007) e mantém o talk show das tardes da TVI ‘Tardes da Júlia’. O programa das noivas conta ainda com a participação de Gonçalo Diniz, que cantará e dançará com as noivas. A vencedora terá o seu casamento pago.

‘Operação Triunfo’ dispensa apresentações e Sílvia Alberto deverá estar na nova edição do programa da RTP1 como ‘peixe na água’, depois da sua experiência na co-apresentação, com Pedro Granger, de ‘Ídolos’, outro formato de escolha de cantores anónimos,na SIC, em 2003. A solo, a jovem conduziu ‘Aqui Há Talento’, no início deste ano, na RTP1, e substituiu Catarina Furtado em ‘Dança Comigo’, na primeira gravidez da estrela do canal público. Agora que Catarina espera o segundo filho, Sílvia toma o seu lugar na nova ‘OT’. Os castings de ’Operação Triunfo’ superaram as expectativas, com os aspirantes a cantores a tentarem o seu lugar na escola televisiva, que ensina técnica vocal, dança e interpretação.

JÚLIA PINHEIRO

Tem 44 anos e ‘Cantando e Dançando por um Casamento de Sonho’ (TVI) é o seu oitavo reality show.

SÍLVIA ALBERTO

A mais nova do trio, com 28 anos, sucede a Catarina Furtado em ‘Operação Triunfo’ (RTP 1).

BÁRBARA GUIMARÃES

A estrela SIC, de 34 anos, conduzirá o programa de talentos ‘Família Superstar’.

PÚBLICO E CRÍTICOS ELEGEM ESTE TRIO: AS APRESENTADORAS

Júlia Pinheiro e Bárbara Guimarães são as apresentadoras mais apreciadas pela crítica e pelo público, como comprovam as audiências. Nos últimos programas apresentados este ano, as profissionais da TVI e da SIC conquistaram maior share do que Sílvia Alberto, da RTP, na condução de um programa a solo.

Júlia Pinheiro: 36,7% (‘Canta por Mim’)

Bárbara Guimarães: 36,7% (Globos de Ouro)

Sílvia Alberto: 27,4% (‘Aqui Há Talento’)

“OT DISTINGUE-SE DOS OUTROS” (Emídio Rangel)

Emídio Rangel comenta à Correio TV: “A ‘Operação Triunfo’ (OT) distingue-se dos outros programas da SIC e da TVI. Não é por ter sido eu a trazer esse formato para a RTP, mas é uma aposta ganha, um modelo forte de entretenimento, que não se insere na matriz de um reality show”.

O antigo director de Programas do canal público diz que os formatos da SIC e da TVI traduzem “falta de imaginação”. E lembra: “Desde que a SIC perdeu a liderança, a TVI não tem feito mais do que reality shows. O que esse canal tem de bom é a ficção”.

Sobre o programa da SIC, Rangel remete para depois uma opinião. E diz ser “uma pena usarem em reality shows a grande apresentadora que é Bárbara Guimarães”.

Correio da Manhã

Quarta-feira, 22 de Agosto de 2007

Dona de Casa com morte à vista

Entre as protagonistas da série da ABC, Susan Mayer (Teri Hatcher), Gabrielle Solis (Eva Longoria), Felicity Huffman (Lynette Scavo), Bree Hodge (Marcia Cross), que a SIC tem transmitido, uma irá morrer.

Para já, só Marc Cherry, o criador da trama, e a actriz que irá protagonizar a cena é que sabem quem será. No entanto, uma das hipóteses apontadas é o suicídio de Eddie (Nicollete Sheridan), no último episódio da série, muito embora a continuidade da actriz esteja já assegurada, afirmam fontes ligadas ao projecto.

SÉRIE PODERÁ CONTINUAR ATÉ 2011

Especialistas no ‘showbiz’ apontam, antes, Eva Longoria como a escolha mais óbvia, depois da mediatização do seu casamento com o basquetebolista Tony Parker. Cherry adianta ainda que Andrew, (Shawn Pyfrom), passará a ter uma vida sexual mais ‘condimentada’ com a introdução de um casal gay em Wisteria Lane. “Teremos as primeiras donas de casa desesperadas que são homens”, diz.

Katherine Mitchel é um dos nomes já falado para dar vida a uma nova personagem que terá muitas semelhanças com Bree (Marcia Cross) que luta por uma família e um lar perfeito, o que as levará a tornarem-se rivais. A série irá continuar no ar até 2011, depois de Cherry ter chegado a acordo com a ABC e ter assinado um dos maiores contratos com a TV norte-americana dos últimos tempos. A imprensa norte-americana avança que o contrato terá excedido os 10,8 milhões de euros.

WISTERIA LANE VAI TER CASAL GAY NO ELENCO: DONOS DE CASA

O conhecido jogador de futebol David Beckham e o cantor Robbie Williams são dois dos nomes já falados para dar vida ao casal gay que irá viver para Wisteria Lane.

.mais sobre mim

.pesquisar

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Últimas:

. Nuno Santos troca RTP pel...

. Cachet das estrelas

. Soraia Aprende a falar in...

. Bárbara encanta na Gala

. Jorge Corrula e Paula Lob...

. Oceana Basílico e Pedro L...

. Gala: A estreia de 'Famíl...

. Luciana fora de Vila Faia

. SIC prepara versão do Big...

. Ao estilo da cantora Xuxa

. Jorge e Paula já falam em...

. Rejeitada pela SIC

. Elsa Raposo lança livro s...

. SIC com pior resultado de...

. Soraia Chaves com regress...

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.tags

. a bela e o mestre(6)

. alexandra lencastre(29)

. alinne moraes(8)

. ana guiomar(5)

. angelico vieira(16)

. angelina jolie(20)

. antonio pedro cerdeira(13)

. band(8)

. barbara guimaraes(6)

. barbara norton de matos(5)

. belissima(9)

. benedita pereira(6)

. brad pitt(13)

. britney spears(8)

. canta por mim(4)

. carolina dieckmann(5)

. catarina furtado(20)

. caua reymond(9)

. cesar peixoto(11)

. christina aguilera(6)

. cinha jardim(5)

. claudia semedo(5)

. claudia vieira(28)

. cleo pires(7)

. cristiano ronaldo(29)

. dalila carmo(9)

. dança comigo(11)

. dani(7)

. daniela mercury(5)

. daniela ruah(13)

. danielle suzuki(6)

. deborah secco(7)

. deixa-me amar(9)

. diana chaves(22)

. diogo amaral(10)

. doce fugitiva(5)

. dzrt(6)

. elsa raposo(7)

. fala-me de amor(4)

. fernanda serrano(15)

. floribella(13)

. francisco adam(5)

. francisco penim(5)

. gato fedorento(7)

. globo(25)

. gloria pires(4)

. guilherme berenguer(4)

. helena isabel(4)

. henri castelli(4)

. herman josé(4)

. ilha dos amores(16)

. imperius(7)

. ines castel-branco(6)

. ines simoes(4)

. isabel figueira(34)

. ivete sangalo(4)

. jennifer lopez(5)

. jessica athaide(4)

. joana duarte(11)

. joana solnado(13)

. joão reis(9)

. jose fidalgo(6)

. juliana paes(6)

. luciana abreu(15)

. mafalda pinto(6)

. margarida vila nova(18)

. maria joão bastos(15)

. mariana monteiro(7)

. marisa cruz(8)

. melanie c(5)

. merche romero(46)

. morangos com açucar(51)

. nbp(5)

. operaçao triunfo(5)

. paixões proibidas(7)

. paula lobo antunes(6)

. paula neves(6)

. paulo pires(7)

. pedro granger(6)

. pedro miguel ramos(8)

. pedro teixeira(10)

. ricardo pereira(16)

. rita andrade(5)

. rita pereira(20)

. rodrigo menezes(6)

. rtp(43)

. rtp1(30)

. rtp2(5)

. ruy de carvalho(5)

. são josé correia(11)

. shakira(8)

. sic(71)

. silvia alberto(11)

. sofia alves(9)

. sonia araujo(6)

. soraia chaves(24)

. tempo de viver(9)

. tu e eu(8)

. tvi(126)

. vila faia(5)

. todas as tags

.Links:

blogs SAPO

.subscrever feeds