Sexta-feira, 26 de Outubro de 2007

Anónimos na mira dos caça-talentos

Mariana Monteiro, a Bia dos ‘Morangos com Açúcar’ e a Mafalda de ‘Doce Fugitiva’, tinha apenas 16 anos quando fez o seu primeiro casting depois de ser descoberta por uma agência numa das ruas da Baixa, quando fazia compras com a mãe.
Mariana Monteiro vai ser indiana de sari e trança preta em 'Imperius'

Mariana Monteiro vai ser indiana de sari e trança preta em 'Imperius'

“Tínhamos vindo a Lisboa passar uma semana. Andávamos a ver montras quando uma senhora da Unique Style nos abordou. Deu-nos o contacto e incentivou-me a fazer umas fotos na agência. Hesitei muito. Mas lá acabei por aparecer e fazer a inscrição.”

Um mês depois, no Porto, a jovem recebe um telefonema para a marcação de um casting.

Após algumas hesitações, Mariana meteu-se ao caminho, chegou a Lisboa, fez as provas e foi escolhida para interpretar a Bia de ‘Morangos com Açúcar’. Hoje com 18 anos, Mariana Monteiro recorda bem esse dia: “Estava muito nervosa. Tive de fazer uma contracena com um rapaz. Ele ‘fazia-se a mim’ e eu tinha de rejeitá-lo. O nervosismo passou quando comecei o casting. No final tinha a sensação de que tinha corrido bem”, conta.

Os pais de Mariana é que não viram com bons olhos o novo desafio da filha, que implicava ir viver para Lisboa, deixar a família e interromper os estudos. “Avisaram-me de que ao primeiro deslize regressava ao Porto. Mas arriscaram e deixaram-me vir. Foi um teste à minha confiança”, conta a jovem actriz, que prepara agora o terceiro trabalho em televisão na telenovela ‘Imperius’, que irá substituir ‘Ilha dos Amores’, na TVI. De trança preta e tez morena, o visual para o novo papel, Mariana Monteiro está irreconhecível.

PROVAR AOS PAIS

Provando aos pais que é uma jovem responsável, Mariana Monteiro concluiu o 12.º ano enquanto gravava ‘Doce Fugitiva’, em que interpretava o papel da rebelde Mafalda Noronha. “Acabava as gravações às 18 horas e ia a correr para as aulas. Foi muito difícil conciliar tudo. Mas consegui concluir o curso”, diz a actriz, que fará 19 anos dentro de dias.

Rafael Vilhena, director da Unique Style, a agência que descobriu Mafalda, faz questão de explicar que “não basta ter bom visual”. “É preciso espontaneidade, atitude. E conta também a forma como falam, como interagem. Só reunidas estas condições é que apostamos nos jovens”, frisa Rafael Vilhena, cuja agência procura novos talentos nas escolas secundárias, nas universidades, nas discotecas, numa rua de uma cidade ou no metropolitano.

“A Rita Fernandes, a Telma da última série de ‘Morangos de Verão’, foi descoberta numa discoteca de Leiria. Tem 19 anos e está agora na República Checa no concurso internacional Miss Europe Junior, em competição com representantes de 26 países.

O evento destina-se a jovens entre os 16 e os 20 anos”, revela à Correio TV o responsável pela Unique Style. Esta mesma agência descobriu ainda Martim Penedo, que começou por fazer publicidade e que aos dez anos foi seleccionado num casting para protagonizar a peça infantil de Filipe La Féria ‘O Principezinho’.

SEM MEMÓRIA DO PRIMEIRO CASTING

Fernando Fernandes, cantor e intérprete que se popularizou com a interpretação da personagem Tomé na série juvenil ‘Morangos com Açúcar’, era também um dos agenciados da Unique Style.

Patrícia Tavares não tem memória do seu primeiro casting. Porque fez muitos e começou muito cedo. Aos oito anos, Patrícia já fazia figuração em filmes estrangeiros. “Nessa altura saía barato vir rodar a Portugal. Mas a figuração era um meio muito restrito. Fiz muito trabalho. Ganhava-se bem e éramos muito bem tratados”, lembra a actriz. Aos 16 anos, Patrícia Tavares faria um casting para a sua primeira telenovela, ‘Roseira Brava’, exibida na RTP 1 em 1995. “Havia imensa gente e, depois de horas de espera, desisti e fui-me embora. Achei que nunca chegaria a minha vez. Como o casting foi atribulado, eles abriram inscrições para mais dias e, graças a uma marosca da minha mãe, lá consegui fazer as provas”. Tozé Martinho, Nicolau Breyner e Ivan Coletti conduziram o casting para ‘Roseira Brava’.

Reconheceram que Patrícia Tavares tinha talento e escolheram-na para fazer o papel de Anabela, a jovem que se apaixona por Manolo (Virgílio Castelo). “Uma semana depois, noutro casting, seria seleccionado o António Pedro Cerdeira, que era o meu herói na novela porque me arrancava das ‘garras’ do Manolo’ e da prostituição”, recorda a actriz.

Casada, com uma filha de cinco anos e cansada das lides domésticas, Maria Vieira, então com 24 anos, decidiu mudar de vida. “Como a minha filha já não estava tão dependente de mim, decidi ir trabalhar para um escritório”, conta. Mas três meses bastaram para que a actriz percebesse que não tinha vocação para passar o dia fechada num gabinete.

A publicação de um anúncio para audições no semanário ‘7ete’ e o incentivo dos amigos levaram Maria Vieira a uma audição no Teatro Adoque. “Pediram-me para cantar. E eu não desafinei. Pediram-me para dançar, e eu fiz a prova sem esforço. Quando me pediram para improvisar uma cena, eu, que não tinha nada preparado, interpretei uma anedota alentejana. Pus a plateia toda a rir”, recorda a intérprete, que faz questão de sublinhar que teve de “trabalhar muito para ser actriz”. “Fiz muitos cursos de voz e interpretação. E ainda hoje tenho aulas”, conta.

AJUDOU A SELECCIONAR MARIA VIEIRA

Quem ajudou a seleccionar Maria Vieira foi o actor e guionista Francisco Nicholson, que integra também o elenco de ‘Imperius’.

Em conversa com a Correio TV, o conhecido intérprete recorda como Virgílio Castelo se tornou actor: “Ele era modelo e tinha tarefas burocráticas no Teatro Adoque. Mas depressa revelou talento e passou para os palcos”.

Alguns anos mais tarde seria a vez de Virgílio Castelo descobrir Pedro Granger e convidá-lo para aparecer num casting.

Em 1998, Ana Brito e Cunha, Pedro Granger e outros jovens actores integravam o grupo de amadores Amigos do Palco e preparavam um espectáculo no Coliseu dos Recreios em prol da Acreditar. “O Virgílio Castelo ia apresentar o espectáculo e, depois de saber através da Ana que eu queria muito ser actor, convidou-me a aparecer num casting para a novela da RTP ‘A Lenda da Garça’”. Para assegurar que o amigo Pedro Granger não faltava ao casting, Ana Brito e Cunha foi levá-lo ao local. “Correu tudo bem”, conta o actor, que na altura estudava Direito na Universidade Nova de Lisboa. “O Virgílio foi o meu padrinho de profissão e a Patrícia Tavares a minha madrinha, porque foi com ela que fiz a minha primeira cena. Lembro-me de que estávamos em Guimarães e eram 09h00 da manhã.” E a brincar acrescenta que Ana Brito e Cunha foi “a fada-madrinha”.

Pedro Granger viaja dentro de semanas para a cidade de Goa, na Índia, onde vai gravar algumas cenas para a telenovela ‘Imperius’, cujo elenco integra.

ÊXITO POR MERO ACASO

O êxito do actor norte-americano James Gandolfini, o Tony da série ‘Os Sopranos’, prova que às vezes o encontro com uma profissão pode acontecer por mero acaso.

Um dia, em Nova Iorque, Gandolfini, que trabalhou como porteiro e depois empregado de bar, acompanhou um amigo às aulas de representação. Foi assim que se introduziu no meio e acabou por se formar na arte de representar. Já America Ferrera, a jovem protagonista da série ‘Betty Feia’, cuja segunda edição começou a ser exibida na SIC, passou no casting graças a um pequeno incidente com um copo. A sua atrapalhação revelou ao produtor que diante si estava uma jovem divertida, humana e “muito real”. As peripécias em redor dos castings são tantas que Dalila do Carmo fez uma peça intitulada ‘Nós depois telefonamos’. “O objectivo era parodiar um pouco com a situação, porque muitas vezes os actores vão aos castings e recebem sempre a mesma resposta: ‘Gostámos muito. Nós depois telefonamos.’ E nunca dizem mais nada...”

PASSOS DA CARREIRA

CAMALEÓNICA

Mariana Monteiro prepara o seu próximo desafio na TVI, a novela ‘Imperius’, que vai substituir ‘Ilha dos Amores’. Habituada a mudar de visual, tornou-se morena, com uma longa trança preta, e recebe aulas de postura e dança para dar credibilidade ao papel de indiana.

A VISÃO DA MÃE

“A mãe de Inês Castel-Branco teve muita visão para perceber as potencialidades da filha. Nem todos os pais têm esta sensibilidade”, conta Ana Borges. Hoje, explica a ex-manequim, já não é tão habitual surgirem nas agências pais a inscrever os filhos. São estes a contactar a agência e a candidatar-se. Os pais só tomam conhecimento da situação quando se confirma que, realmente, os filhos têm hipóteses.

FECHADO NA CASA DE BANHO

Quando fez a audição para o papel de ‘Dr House’, Hugh Laurie estava na Namíbia a filmar ‘Flight of the Phoenix’. Cansado das filmagens e do calor africano, o actor bebeu uma garrafa de uísque, fechou-se na casa de banho do hotel e filmou a sua interpretação do médico viciado.

Ao ver o vídeo de Laurie, o autor, Bryan Singer – que tinha decidido recusar actores britânicos –, ficou fascinado com o sotaque genuinamente americano de Hugh Laurie e escolheu-o de imediato. O que Singer não sabia é que Hugh Laurie é natural do Reino Unido e concorrera ao casting a pensar que House era uma personagem secundária. Mais tarde, com as filmagens, os produtores descobriram que a imagem de Laurie era também sedutora.

MARIA VIEIRA: AUDIÇÃO POR ANÚNCIO

Foi “por paixão” que entrou na profissão, num tempo em que os castings eram designados por ‘audições’ e reservados a quem fizesse parte do meio artístico. Um anúncio no semanário ‘7ete’ levou-a a uma audição no Teatro Adoque.

Maria Vieira tornou-se actriz por “amor à representação” num tempo em que a profissão parecia “inatingível”. Hoje, lamenta, “os jovens querem ser actores quase exclusivamente para serem famosos”.

DALILA DO CARMO: A IMPORTÂNCIA DO CASTING

Para Dalila Carmo todos os castings são “marcantes” porque eles são “a base” do seu trabalho. Em cada um deles é preciso “prestar provas”, “mostrar talento”. Há castings e castings. E pensa que alguns não passam de “exercício de autoridade”, “voyeurismo” ou “fachada”, porque quem se procura já está escolhido. “Há 15 anos pediram-me que dançasse com uma esfregona”, conta. “Mas há dias fiz uma audição de uma hora. Foi quase um ensaio.”

INÊS CASTEL-BRANCO E MARIA JOÃO BASTOS: 'PÉROLAS DE ANA BORGES'

Directora da Elite Portugal, Ana Borges recorda-se bem do dia em que Luísa Castel-Branco e a filha Inês lhe entraram pelo gabinete adentro. “Recebi uma mãe muito despachada que me queria apresentar a filha, uma rapariga tímida que se encolhia e se escondia atrás do cabelo. Assim que a vi percebi que tinha à minha frente um diamante em bruto. Nunca trabalhou muito como modelo, não era muito alta e não tinha ‘aquelas medidas’. Mas a relação com a câmara começou a afirmar-se e hoje ela brilha no palco e no ecrã.”

Quem bateu também à porta de Ana Borges foi uma miúda de cabelo curto e uns “incríveis olhos azuis”, a Maria João Bastos. “Não era muito alta e já tinha 18 anos. Dois factores que jogavam contra ela”, recorda a responsável da Elite Portugal. Mas, explica, “pela primeira vez quebrei as regras de ouro da Elite Internacional e aceitei-a na agência”. Para Ana Borges, a “maturidade” da actriz foi “um trunfo” na sua carreira. Hoje ela é uma das actrizes “mais reconhecidas do mercado nacional”.

Correio da manhã

Quinta-feira, 25 de Outubro de 2007

TVI vai construir cidade cenográfica

A criação de uma "cidade cenográfica", que centralize as estruturas de produção da NBP, responsável pelas telenovelas da TVI, e a pretensão de lançar dois novos canais por cabo em Setembro de 2008 foram ontem anunciadas por Manuel Polanco, administrador-delegado da Media Capital, que detém as duas empresas. Polanco adiantou que o grupo possui já cinco estúdios e que pretende também fazer "uma extensão para produção em locais exteriores", sublinhando que "a produção de conteúdos é onde se concentra o grande potencial de crescimento do grupo"."Estamos dispostos a focalizar a estrutura de produção de toda a Prisa sob a marca NBP"referiu, sendo que " o mais difícil é encontrar um lugar".

Essa escolha será "influenciada pela decisão sobre a localização do aeroporto de Lisboa" pelo que já se intentaram conversações com várias autarquias da região.

Quanto aos canais , prevê-se que um será generalista de entretenimento e outro de informação. A Media Capital passou, há cerca de duas semanas, a controlar a totalidade do capital das sociedades pertencentes à NBP com a compra da participação minoritária de Álvaro Parente. JN
tags:

Liliana Campos como nunca a viu

A apresentadora de televisão Liliana Campos foi a escolhida para embelezar a capa da revista «Maxmen» de Novembro.

 

A apresentadora, de 36 anos, está na capa da «Maxmen» deste mês

 

 

No interior da revista são publicadas oito fotos de Liliana, como nunca antes ninguém a tinha fotografado.

 

A «Maxmen» já tinha feito o convite à apresentadora de televisão mais do que uma vez, mas só desta é que ela aceitou.

 

Liliana diz, em entrevista à revista, que gostou muito das fotografias e a equipa da Maxmen «ficou em êxtase».

 

A edição de Novembro da Maxmen já está nas bancas.

Alexandra e Perry a caminho de Goa

Alexandra Lencastre e João Perry partem sexta-feira para Goa, na Índia, para dar início às gravações de ‘Imperius’, nome provisório da novela da TVI que irá substituir a líder de audiências,‘Ilha dos Amores’.
Os dois actores são protagonistas da nova novela da TVI

Na novela da Casa da Criação, Alexandra Lencastre dá vida à vilã ‘Margarida Ventura’ , precisamente o oposto da sua mais recente personagem no pequeno ecrã: ‘Fátima’, de ‘Tempo de Viver’ (TVI).

A história de ‘Imperius’ centra-se em duas épocas: o presente, que retrata o Portugal dos nossos dias, e o passado, situado nos anos 60 em Goa, aquando da invasão do antigo território português pelas tropas indianas.

Agora a actriz assume o papel de uma mulher que não vai olhar a meios para atingir os fins. E, neste caso, o seu objectivo é a fortuna de ‘Óscar Ventura’, personagem interpretada por João Perry, com quem está casada.

Após a morte de ‘Óscar’, ‘Margarida’ descobre que não tem direito à herança e com a ajuda do amante, ‘Raul Carvalho’ (Rogério Samora), tenta apoderar-se dos negócios, agora dos enteados. ‘Margarida’ e ‘Raul’ engendram um plano para ficarem ricos. A viúva vai contar com a ajuda de ‘Vicente’ (Nuno Janeiro), um jovem que se vai apaixonar por ela.

O restante elenco, composto por Paula Neves, José Fidalgo, entre outros, já está a gravar nos estúdios da NBP.

Jorge Palma faz trio com miúdos

Jorge Palma proporcionou ontem uma experiência emocionante e classificada até como “surreal” pelos alunos da ‘Operação Triunfo’ (RTP 1).
O cantor ensaia com Salvador e Nuno a balada 'Encosta-te a Mim' na escola da 'OT', em Lisboa

O autor e intérprete de baladas conquista ao primeiro sorriso e os dois concorrentes que formam com ele o trio da gala de sábado, Salvador e Nuno, os mais novos do grupo, nem queriam acreditar que, no seu primeiro encontro com o cantor, conseguiam sentir-se “tão à-vontade a cantar com ele”, como confessaram ao CM.

Jorge Palma, por sua vez, revelou ao nosso jornal ter recebido anteontem a notícia de que o seu último álbum, ‘Voo Nocturno’, lançado no início do Verão, e onde se integra o tema que interpretará com Salvador e Nuno no sábado, ‘Encosta-te a Mim’, se tornou disco de platina, ou seja, ultrapassou mais de 20 mil exemplares vendidos. O cantor receberá esse galardão precisamente na gala da ‘OT’.

“Foi como entrar num mundo de fantasia. O Jorge conseguiu transportar-nos para o mundo dele”, confessou Nuno, depois do ensaio. Por sua vez, Salvador frisou: “Foi surreal! Nunca imaginei cantar com alguém assim, tão dentro da música e tão conceituado como o Jorge Palma. Ele interagiu connosco e pôs- -nos logo à-vontade.”

A gala de sábado vai ser especial, com a RTP 1 a prestar tributo à música portuguesa (só as duas nomeadas, Cláudia e Denisa, interpretam temas estrangeiros). Os restantes concorrentes cantam com os próprios autores, Jorge Palma, André Sardet, Susana Félix, Paulo Gonzo, Rita Guerra e Hands on Approach. A última e o vocalista da banda, Rui David, também estiveram ontem na escola para ensaiar com Vânia, Luís, Emanuel e Alexandre.

ISABEL FIGUEIRA JURADA NA GALA

Isabel Figueira é a jurada convidada na gala da ‘Operação Triunfo’ de sábado à noite, na RTP 1. A apresentadora visitou anteontem, com Jorge Gabriel, a escola da ‘OT’, no âmbito do programa ‘Música nos Hospitais’, onde os alunos irão participar.

CM

Merche Romero conduziu a gala do Biography Channel

Alexandra Lencastre e Herman José foram os portugueses distinguidos pelo Biography Channel como as celebridades do ano. Em concurso com figuras públicas como a estilista Fátima Lopes, Mariza e Fernanda Serrano, foi Alexandra Lencastre quem levou a melhor e recebeu o galardão, numa gala conduzida por Merche Romero, na discoteca BBC, em Lisboa.
Merche Romero anunciou os vencedores

Bem-disposta, a actriz mostrou-se surpreendida com a distinção e garantiu que o prémio só lhe dá mais alento para encarar novos desafios profissionais. “Fico um bocado sem jeito, mas este prémio deixa-me motivada até para esta nova novela que estou a fazer. Mas o mais importante é pensar que, graças ao trabalho que este canal fez comigo, deu para perceber o que é que ainda me falta fazer na carreira”, contou a actriz.

Herman José não pôde estar presente, mas esteve representado pela equipa do seu programa.
  CM

Na casa do futuro

Marta Leite Castro, Ricardo Pereira, Paulo Pires, João Pedro Cajuda, Helena Costa, José Carlos Pereira e Rita Mendes partilharam casa anteontem, no centro de Lisboa.
Ricardo Pereira  e Francisca

Ricardo Pereira e Francisca

O grupo de famosos foi convidado pela marca Phone House para apadrinhar a casa do futuro, pelo que cada uma das figuras públicas teve direito a uma assoalhada do apartamento por um dia.

Divertidas, as caras conhecidas presentes passaram umas horas a visitar a inovadora casa, onde não resistiram a experimentar as mais novas tecnologias propostas pelas várias marcas, que tomaram a iniciativa de se associar ao evento.

Entre telemóveis topo de gama, máquinas fotográficas da última geração e muitas outras tecnologias, o grupo de figuras públicas fez questão de ficar a par das novidades, mas foram os telemóveis recém-lançados para o mercado que mais despertaram a atenção dos famosos convidados para o evento promovido pela marca Phone House.

Ao final da tarde a opinião dos convidados era unânime: nenhuma das figuras públicas se importava de viver numa casa tão futurista, como a improvisada para a ocasião.

CM

Quarta-feira, 24 de Outubro de 2007

Margarida Vila-Novadistancia-se da equipa de "Corrupção"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Há uma nova cisão entre a equipa de "Corrupção", o filme baseado no livro "Eu, Carolina" de Carolina Salgado depois do abandono do realizador João Botelho, agora também a protagonista, Margarida Vila-Nova, se distancia da obra. A película que chegará a 55 salas do país no dia 1 de Novembro está envolta em polémica.

No início de Outubro, João Botelho e Leonor Pinhão, respectivamente realizador e argumentista de "Corrupção", recusaram-se a assinar a ficha técnica do filme produzido pela Utopia Filmes. Tudo porque Alexandre Valente, o produtor, terá discordado da versão montada pelo cineasta e, numa nova montagem que realizou sem a presença de Botelho, alterou a banda sonora, cortou 17 minutos de cenas e recolocou algumas passagens na fita protagonizada por Margarida Vila-Nova e Nicolau Breyner.

Ontem, horas antes do início de uma apresentação, a actriz Margarida Vila-Nova enviou, por fax, um comunicado à imprensa manifestando o seu desagrado por ter sido anunciada como presente na conferência quando nem sequer tinha sido convidada. "Na verdade, a produtora do filme - Utopia Filmes - não convocou a signatária para comparecer, facto totalmente incompreensível já que se trata da protagonista do filme", lê-se no comunicado.

Questionado sobre esse facto, o produtor Alexandre Valente afirmou "Exercemos todos os esforços na tentativa de comunicar com ela mas não se conseguia chegar à fala com a Margarida. Só falamos com ela hoje (ontem) de manhã e ela disse que não podia cá estar". "Foi por motivos profissionais", murmurou Carolina Salgado, sentada ao lado do produtor, que aproveitou a deixa para acrescentar: "Eu sei que ela está a ensaiar uma peça".

Mas o comunicado de Margarida Vila-Nova não se fica por esse desagrado. Nele, a jovem actriz, que no filme veste a pele de Sofia, inspirada na figura da ex-companheira de Pinto da Costa, aproveitou para deixar bem clara a sua posição, expressando "solidariedade com João Botelho", um realizador que "foi determinante na aceitação do papel de Sofia". Margarida foi ainda mais longe, manifestando "descrença no resultado final desta montagem" e "repúdio pela atitude da produtora". Confrontado com esta posição, o produtor Alexandre Valente limitou-se a comentar "É uma opinião dela que temos que respeitar".

Apesar de questionado sobre os motivos da discórdia com a versão de Botelho, o produtor ia fugindo às perguntas com respostas lacónicas "Eu não concordava com as ideias do João e quem tem que assumir os riscos sou eu" disse, evocando, também, o "segredo do contrato". A seu lado, Nicolau Breyner - actor que veste a pele de presidente de um clube de futebol - desvalorizou a polémica, saindo em defesa de Alexandre Valente: "O contrato dava ao produtor o direito de cortar, se quisesse - e esse direito foi exercido".

Na véspera da estreia de "Corrupção", será realizado uma festa de lançamento no Freeport de Alcochete com um concerto de Pedro Abrunhosa. JN

Cláudia Vieira nega enlace este sábado com Pedro Teixeira

Ela foi a grande estrela da colecção Outono/Inverno do Freeport, em Alcochete. Cláudia Vieira encantou na passerelle, enquanto o namorado e também actor Pedro Teixeira aplaudia na plateia. No final os dois garantiram ao CM que não vão casar no próximo sábado.

Sensualidade na passerelle no Freeport de Alcochete

O que posso dizer é que não vamos casar nesse dia”, afirmou a modelo e actriz, que disse não perceber o “porquê de terem inventado quatro ou cinco datas” para um possível enlace. Contudo, Cláudia confessou que tem vontade de casar mas que “não há planos nem datas” para que isso aconteça. “Agora estamos apenas concentrados no trabalho”.

Pedro Teixeira alinhou pelo mesmo discurso da namorada. “Não há uma data concreta. Queremos casar mas isso só acontecerá na altura certa”, garantiu o ‘David’ da novela da TVI ‘Ilha dos Amores’.

Sobre a possibilidade de o casamento se realizar numa praia do outro lado do oceano, mais concretamente no Brasil, Cláudia Vieira desmentiu categoricamente: “Casar lá fora é impossível. Seria impensável fazê-lo longe das pessoas das quais eu e o Pedro mais gostamos, seja a família ou amigos”.

No que ao desfile diz respeito, a actriz foi a sensação da noite. Cláudia esbanjou sensualidade, nomeadamente quando desfilou em lingerie. Na assistência, além do namorado a ‘Vera’ da ‘Ilha dos Amores’ contou com a presença do irmão Sérgio Vieira e da sobrinha Renata.

Correio da Manhã

Angélico sedutor em Dance Dance

Estreia recentemente na Tv Bandeirantes, de São Paulo, a telenovela ‘Dance Dance Dance’ que apresenta aos telespectadores brasileiros o rosto e o trabalho de mais um actor português, Angélico Vieira. O actor que se destacou em ‘Morangos com Açúcar’ e na banda D’Zrt surge agora num papel que promete arrancar muitos suspiros femininos dentro e fora do pequeno ecrã.
Actor de ‘Morangos com Açúcar’ interpreta no Brasil novela que copia a série ‘Fame’

Na trama da comédia romântica que a Banda classifica como a primeira novela musical brasileira, e também a primeira da emissora a ser gravada em alta definição e com ênfase em imagens cinematográficas, Angélico é agora ‘Bruno Medeiros’, um rapaz de corpo escultural que faz suspirar as mulheres e que as seduz com uma conversa fácil e agradável e uma simpatia contagiante.

Bruno é um dos mais aplicados alunos da Fundação Verónica Marques, escola de dança, canto e artes cénicas de São Paulo, onde tenta realizar o seu maior sonho: tornar-se um cantor de fama internacional.

Disciplinado e determinado, é um dos alunos mais aplicados e mais queridos da escola, mas tem uma vida dupla que poucos conhecem. Todos sabem que ‘Bruno’, sem fortuna pessoal, ganha a vida a trabalhar como Personal Trainer. Mas o que poucos sabem é que o simpático sedutor consegue o dinheiro para pagar as roupas caras, motos e carros que exibe praticando outra actividade, o encontro íntimo e muito bem remunerado com mulheres mais velhas e ricas, que pagam o que for preciso para desfrutarem por alguns momentos do prazer nos seus braços.

Na escola, as personagens de Angélico Vieira e da protagonista da novela, Juliana Baroni, cruzam-se.

Na trama escrita pela colombiana Juana Uribe e adaptada pela brasileira Yoya Wursch, Juliana é ‘Sofia Ivanitch’, neta de uma russa com o mesmo nome que fugiu da Rússia comunista e se estabeleceu no interior do estado de São Paulo, onde ambas vivem. Sofia sonha ser uma grande dançarina na Broadway (Nova Iorque), e, além de querer fazer fama e fortuna nos EUA, pretende reencontrar a mãe, Tatiana, que há muitos anos partiu para aquele país e nunca mais deu notícias.

Perseguindo o seu sonho, incentivado pela avó, que foi bailarina e lhe ensinou ballet no quintal de casa desde criança, ‘Sofia’ vai trabalhar numa quinta da região para tentar juntar dinheiro para se inscrever na famosa Fundação Verónica Marques, referência em toda a América Latina.

Na quinta, conhece o rico empresário ‘Rafael Pimentel’ (Ricardo Martins), com quem vive o seu primeiro grande amor.

INSPIRADA NA SÉRIE AMERICANA 'FAME'

NA ESCOLA DE ARTE

A série ‘Fame’, exibida pela RTP 1 nos anos 80, seguia um grupo de jovens que sonhava alcançar fama no mundo das artes. Entre os protagonistas destacava-se Leroy, um jovem de origem africana que tinha uma vida paralela para pagar os estudos. A história repete-se em ‘Dance, Dance, Dance’.

Correio da Manhã

Actriz apaixonada por hoquista do FC Porto

Surge agora mais um atleta na vida amorosa de Diana Chaves. Ricardo Oliveira, da equipa de hóquei do FC Porto, poderá ser o novo namorado da actriz. As idas de ‘Mónica’ da telenovela ‘Ilha dos Amores’ (TVI) ao Norte, por motivos de trabalho, terão motivado a aproximação ao hoquista.

Contactado pelo Correio da Manhã, Ricardo Oliveira, conhecido no meio desportivo como ‘Caio’, confirmou conhecer a actriz do momento.

“Realmente nós conhecemo-nos, mas não namoramos”, admitiu o jogador azul-e-branco, frisando que entre ele e Diana Chaves não existe nada.

“Nem sequer há amizade, somos apenas conhecidos”, referiu Ricardo Oliveira. O primeiro encontro aconteceu por intermédio de uns amigos, mas quem os apresentou foi um primo da actriz. “Há pouco tempo, o Diogo jogou hóquei comigo”, contou Ricardo Oliveira. Segundo o jogador de hóquei, os dois nem sequer mantêm um contacto regular. “Se fôssemos amigos, seria natural que isso acontecesse. Mas volto a referir que eu e a Diana Chaves só nos conhecemos.”

Ricardo Oliveira tem 25 anos e regressou esta temporada à equipa de hóquei azul-e-branca depois de, no ano passado, ter jogado pelo Óquei de Barcelos.

Entre 2003 e 2005 foi do FC Porto. O hoquista estudou Jornalismo, mas actualmente a sua área é o marketing.

Fonte: Correio da manhã

Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

Daniel Cardoso operado a hérnia

Daniel Cardoso, que faz de ‘JP’ na telenovela ‘Ilha dos Amores’, em exibição na TVI, foi ontem de manhã operado a uma hérnia lombar. O actor, de 26 anos, foi obrigado a interromper as gravações da novela da TVI, mas está a recuperar bem da cirurgia.
Daniel Cardoso

Daniel Cardoso, que se revelou em ‘Morangos com Açúcar’, no papel de ‘Guga’, ficou hospitalizado depois de uma consulta destinada a avaliar a situação da hérnia.

Mariana Monteiro, a namorada de Daniel Cardoso, acompanha a sua recuperação, num hospital de Lisboa. A actriz, a Mafalda de ‘Doce Fugitiva’, destacou-se também na telenovela ‘Morangos com Açúcar’, onde interpretou o papel de ‘Bia’. CM

Bárbara encanta na Gala

A apresentadora Bárbara Guimarães foi, juntamente com Ana Vasconcelos e Pedro Teles, uma das estrelas da primeira Gala ‘a sério’ de ‘Família Superstar’, que a SIC transmitiu anteontem.

Com um vestido de José António Tenente, como fez questão de referir na emissão, Bárbara dominou o espectáculo marcado pela emoção do reencontro entre os membros seniores e juniores das famílias concorrentes, uma semana depois da separação.

O espectáculo musical, por seu lado, mostrou aquilo que os directores musicais do concurso, Pedro e Henrique Feist, já tinham admitido: o inglês foi a língua dominante. Em doze actuações, dez foram no idioma de Shakespeare e Frank Sinatra o intérprete mais repetido. No entanto, numa Gala que tinha Las Vegas como tema, seria difícil escapar aos clássicos norte-americanos. Mesmo assim, ‘Vocês sabem Lá’, cantada pela primeira vez em 1950 por Maria de Fátima Bravo, e ‘Deixa-me Rir’, de Jorge Palma, mostraram que a música portuguesa também cabe num espectáculo ao estilo ‘music-hall’.

Notória foi a unanimidade do júri nos elogios aos concorrentes. Independentemente da qualidade da actuação, Tozé Brito, Clara de Sousa, Nélson e Sérgio Rosado (Os Anjos) repetiram as expressões “esteve muito bem” e “gostei muito” vezes sem conta.

A Gala conseguiu, mesmo assim, melhor resultado que na semana passada, garantindo o décimo lugar na tabela dos mais vistos. A começar à mesma hora, os ‘Gato Fedorento’ conquistavam o primeiro lugar, enquanto a aposta da TVI, ‘Casamento de Sonho’ não foi além do 12.º lugar. Contudo, a estação de Queluz de Baixo foi a mais vista ao longo do dia, batendo RTP 1 e SIC por pouco.

AS ESTRELAS DA NOITE

Ana Vasconcelos foi a vencedora da Gala de domingo, ao interpretar ‘Why don’t you do Right’, a música que a boneca animada ‘Jessica Rabbit’ cantava no filme ‘Quem Tramou Roger Rabbit’.

A presença de Herman José – interpretou ‘I’ve got you under my Skin’, de Frank Sinatra – também não passou despercebida, mas teve menos impacto que a de Pedro Teles, um concorrente que não passou da fase de casting, mas proporcionou momentos hilariantes com a sua interpretação peculiar de ‘Garçom’.

'CASAMENTO DE SONHO' SEM RITMO NEM BRILHO

Nem o reencontro dos noivos salvou a quarta gala de ‘Casamento de Sonho’, na TVI.

O programa, que começou depois da hora prevista, perdeu ritmo por conta de os intermináveis comentários sobre se os noivos mereceriam ou não ser castigados, mereciam ou não rever os respectivos pares...

Mais tarde, o tão prometido encontro dos pares no plateau teve pouco brilho e romantismo. Entre abraços, beijos, amassos, e desempenhos mais medianos, a quarta gala de ‘Casamento de Sonho’ foi o programa mais frouxo deste reality show.

Júlia Pinheiro, a apresentadora, foi quem conseguiu o momento mais divertido da noite ao imitar o encontro dos namorados.

O casal expulso, Hugo e Denise primaram pela tranquilidade e o bom-senso com que encararam a expulsão do reality show.

Segunda-feira, 22 de Outubro de 2007

Justin Timberlake nega-se a falar de Britney Spears

O cantor Justin Timberlake fez uma participação recentemente no programa TRL da MTV americana e antes da entrevista ao vivo sua assessoria foi clara com os produtores do programa: nenhuma pergunta relacionada à Britney Spears.

Segundo a revista Twist os representantes de JT chegaram até a ameaçar os apresentadores caso alguma pergunta sobre a cantora fosse feita a Justin.

Recentemente a actrizJessica Biel, namorada do cantor, agrediu verbalmente um repórter que quis saber a sua opinião sobre Spears.

Isabel Figueira comemorou 27.º aniversário

Agora a viver em Lisboa, na casa que adquiriu em solteira, Isabel Figueira viajou até ao Norte, onde participou no desfile da FunFashion na discoteca Park Club, em Vizela.

No final, a manequim e apresentadora foi surpreendida com um bolo de aniversário. Isto porque completava 27 anos e o produtor do evento, José Manuel Duarte, resolveu marcar o momento de forma original.

"Foi uma grande surpresa, porque estava a desfilar e não contava que eles entrassem com o bolo dentro da passarela. Foi muito bom e é muito bom saber que temos amigos que gostam de nós", confessou a aniversariante visivelmente comovida.

Recentemente separada de César Peixoto, Isabel sentiu a falta dos pais, do filho e de alguns amigos, mas a surpresa "foi muito compensadora".

Quanto à nova fase, mostra-se tranquila, até porque sabe bem o que quer "e as coisas estavam decididas há muito tempo", concluiu determinada.

 

JN

"Dona Glorinha é uma homenagemà minha mãe"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Participou na primeira novela portuguesa "Vila Faia" (1982), onde interpretou a simpática secretária dos Marques Vila, "Inês Brisar", e prepara-se para encarnar o papel de directora de uma revista na nova produção da TVI, "Imperium", que substituirá "Ilha dos amores". Os papéis têm-se sucedido e Helena Isabel não tem tido férias. Aos 55 anos, considera "Glorinha", a sua personagem em "Ilhas dos amores", uma das melhores que lhe ofereceram.



Jornal de Notícias|A 'Glorinha' já percebeu que não ficará com o Tobias?



Helena Isabel|Ela esteve com o "Tobias" (Marco Delgado) todo este tempo. Conhece-o e sabe que ele está apaixonado pela "Cecília" (Helena Laureano). E tem a consciência de que ele nunca esteve apaixonado por ela. Já está conformada.



Como descreveria a personagem "Dona Glorinha"?

Em qualquer lado esta pessoa seria chamada de boa alma. Não tem más intenções. Para compor a "Glorinha" inspirei-me em alguém muito próximo e familiar. Esta personagem é uma homenagem à minha mãe. Há muito da minha mãe na "Dona Glorinha".



É importante participar num projecto líder de audiências?

Claro que sim. É sempre bom fazer um trabalho que depois se torna um êxito. E este, em especial, dá-me uma grande alegria.



Ultrapassar os 40 anos é fatal para uma actriz?

Não deve ser assim tão complicado mas trata-se de uma opinião muito pessoal. No meu caso, é raro estar parada. Felizmente, continuo a ter papéis que gosto de fazer. Agora, não posso deixar de realçar que há já muito tempo que não tinha um papel tão bom numa novela. E tão bom, devo acrescentar, do ponto de vista da riqueza da personagem. Por isso, com a minha idade, acho que não me posso queixar muito.



Entre a "Dona Glorinha" e o papel de directora de uma revista, que vai interpretar na "Imperium", a nova novela da TVI, há grandes diferenças?

Muitas. Posso dizer que é uma personagem completamente diferente.



Foi convidada para participar no "remake" da "Vila Faia"?

Vila Faia? Não, de todo. Não fui.



E lamenta não repetir a participação que teve há 25 anos?

Não, nada. Gostei muito de a fazer mas actualmente estou metida em projectos tão ou mais interessantes que a "Vila Faia".



Quer regressar ao teatro?

Sim, com uma peça que poderá estrear em meados de 2008.



Com prémios ganhos como melhor actriz pela participação em filmes, não deve ser fácil estar longe do cinema?

Tenho pena porque há muito tempo que não faço cinema. Há cerca de 15 anos. E tenho saudades.



O que se passa com o meio?

Não faço a mínima ideia. E não tem a ver com o facto de se estar dedicada mais à televisão. Por exemplo, vemos o Nicolau Breyner que faz tudo ao mesmo tempo cinema, teatro e televisão. Não penso que seja por aí. Mas não tenho sido convidada e tenho pena. Fiz muito cinema há muitos anos e considero que as coisas hoje são completamente diferentes. Gostava de perceber o cinema que se faz hoje em dia.



Como concilia a carreira de empresária com a de actriz?

Não paro. É um correr constante porque quando não estou aqui (NBP) estou na minha loja. E não é fácil.



Como encara a entrada de tantos jovens nas novas produções televisivas?

Não tenho preconceitos nenhuns relativamente a esses jovens que surgem através de "castings". Só tenho preconceito em relação à falta de talento. Se esses jovens forem talentosos e levarem esta profissão com respeito e dedicação, não tenho nada contra. Aliás, só tenho a favor. Mas outros de certeza que ficam pelo caminho, porque isto é muito difícil. Neste momento, esses jovens têm uma enorme concorrência entre eles, porque existe uma grande oferta de miúdos que querem representar. E por isso só ficará quem mostrar que é bom e que consegue aguentar a pressão. Fiz ano e meio de "Morangos com açúcar" onde surgiram imensos jovens com talento. Outros ficaram pelo caminho porque não o tinham. E também não se consegue dizer logo quem vai ter persistência porque a própria máquina do espectáculo acaba por exclui-los.



Como foi contracenar com Marco Delgado?

Gosto muito de trabalhar com o Marco. Já tinha trabalhado com ele várias vezes. Já fez de meu filho, de meu amante e agora calhou fazer de namorado. E é sempre bom porque é um excelente profissional e um óptimo actor. Para os actores contracenar com bons profissionais é meio caminho andado porque há um entendimento. Há uma contracena essencial que nos ajuda no nosso trabalho.



Para alguém que teve tanto sucesso como cantora, a música está completamente colocada de lado?

Completamente. Mas, não excluo a possibilidade de aceitar um convite caso ele surja para participar num teatro musical. Agora, a minha carreira como cantora já está de lado há vários anos.



Vai conseguir descansar entre 'Ilhas dos amores' e 'Imperium'?

Tenho um tempinho. Posso dizer-lhe que há três anos que não tenho férias. Mas pronto, é o que se arranjou e tem de ser assim. Não podemos recusar trabalho e eu, sobretudo, não consigo estar parada. Tenho de estar sempre a trabalhar. Sou uma 'workaholic'.



Falta-lhe fazer o papel de uma carreira?

Não, já fiz quase tudo. Digo isto há muitos anos não me interessa muito os papéis porque acima de tudo, pondero sempre os projectos. Nem me importo de ter um papel pequeno ou pontual, se for um projecto importante ou algo em que acredite. Acho que os papéis são irrelevantes. O conteúdo e o projecto são o mais importante. Por exemplo, as últimas vezes que fiz teatro tinha papéis mínimos, mas mesmo mínimos. Só que me interessou trabalhar com aquele núcleo de pessoas. É evidente que se tiver um papel que exija muito de mim e que me obrigue a uma grande pesquisa, ainda melhor. Mas defendo que não há nada melhor que trabalhar com quem se gosta e com que se pode aprender.



Helena Isabel conta com mais de uma dezena de filmes no currículo e um prémio de melhor actriz portuguesa de cinema pela sua interpretação em "Os abismos da meia-noite". Mas há cerca de 15 anos que não recebe convites para regressar à grande tela, facto que lamenta. Hoje em dia pode ser vista na "Ilha dos amores".
JN,

Flávia contra site

A imagem da brasileira Flávia Alessandra foi exposta abusivamente num site inglês de prostituição e, por isso, a actriz vai processar a Park Lane Girls, empresa que promove encontros sexuais.
O advogado de Flávia Alessandra interpôs uma providência cautelar para que as fotos da actriz fossem retiradas  do site de ‘garotas de programa’. Os responsáveis serão processados 'por danos morais e materiais'

Flávia Alessandra, que deu vida a ‘Vanessa’ em ‘Pé na Jaca’ e brilhou como a megera ‘Cristina’ em ‘Alma Gémea’ – novelas exibidas na SIC – está agora a fazer o papel de uma stripper em ‘Duas Caras’, produção recém-estreada na Globo. Foi precisamente para promover a nova personagem que a actriz fez uma sessão fotográfica para o site brasileiro ‘Paparazzo’, só que as fotos, em poses eróticas e trajos reduzidos, acabaram por ser aproveitadas indevidamente.

A Park Lane Girls ainda se deu ao trabalho de alterar os dados da actriz que passou a ser ‘Débora’, uma ‘garota de programa’ italiana, fluente em inglês e disponível para fazer viagens internacionais. O site completa a informação sobre a ‘transalpina’ de 23 anos, 1,52 m, olhos castanhos e cabelos louros, adiantando que cobra cerca de 600 euros por uma hora de ‘trabalho’ e quase 3000 mil euros por noite.

Depois de saber do caso pelo jornal brasileiro ‘O Dia’, o agente da actriz contactou o advogado que interpôs uma providência cautelar e o site acabou por retirar as imagens de Flávia Alessandra. Os responsáveis serão processados não apenas pelo uso indevido da imagem mas também “por danos morais e materiais”, referiu o causídico Nilo Ningrone.

A intérprete de ‘Alzira’ em ‘Duas Caras’ poderá não estar sozinha na acção contra a Park Lane Girls, pois o site Paparazzo, da Globo, também tem direitos sobre as fotos.

CM

Rita Pereira está de volta após as férias

Depois de vinte dias a matar saudades do seu mais que tudo, a actriz Rita Pereira regressou ontem de manhã a Lisboa sem a companhia de Angélico Vieira, que continua a gravar a novela ‘Dance, Dance, Dance’, em São Paulo, Brasil.
Actriz esteve vinte dias no Brasil

As férias da actriz – que esteve ainda no Brasil a ter aulas de representação – estão praticamente no fim e o regresso ao trabalho está marcado já para a próxima semana. Rita Pereira vai viajar até à Índia, onde irá gravar uma curta participação na próxima novela da TVI, cujo título provisório é ‘Imperius’.

O regresso da actriz ao Brasil deverá acontecer assim que terminar as gravações da novela, isto se Angélico Vieira não vier a Portugal para matar saudades da família e da sua Rita. Certo é que, em Dezembro, ambos têm trabalho em Portugal. Correio da manhã

Isabel Figueira - Aniversário em Vizela

A modelo e apresentadora comemorou na madrugada de ontem o seu 27.º aniversário, em Vizela.

Depois de ter estado horas antes a desfilar no Montijo, Isabel – acompanhada de Cláudia Vieira, Andreia Diniz, Pedro Teixeira entre outros –, rumou ao Minho para juntos cantarem os parabéns

Pedido de casamento em plena Nova Iorque

A relação de Daniela Ruah e António Pedro Cerdeira tem beneficiado com a distância. O actor regressou na quinta-feira passada de Nova Iorque, onde esteve uma semana. Foi lá que o ‘Carlos Peixoto’ de ‘Deixa-me Amar’ surpreendeu a namorada com um pedido de casamento em plena 5.ª Avenida.

Na sua segunda visita aos EUA, António Pedro Cerdeira aproveitou para passear com Daniela Ruah. O casal passou momentos muito românticos em Central Park e fez algumas compras. Foi durante uma ida à 5.ª Avenida que o actor declarou o seu amor. Apaixonada, Daniela Ruah disse o ‘sim’. A amiga Benedita Pereira, que divide apartamento com a actriz em Nova Iorque, tem sido testemunha deste grande amor. Quem sabe não será ela a madrinha?

O relacionamento dos dois actores está cada vez mais forte e sólido e a prova disso são as viagens que Cerdeira tem feito para estar mais perto da namorada. Recorde-se que Ruah vai estar nos EUA quase um ano para tirar um curso de representação. A actriz irá regressar a Portugal já no próximo dia 1 de Novembro para assistir à estreia do filme ‘Corrupção’, um momento importante na carreira de António Pedro Cerdeira,

Enquanto isso vão matando as saudades como podem, sempre com o apoio incondicional de ambas as famílias. Segundo uma fonte próxima do casal, “todos se dão muito bem”. Correio da manha

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.pesquisar

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Últimas:

. Mariana Monteiro esteve n...

. Sílvia conduz gala a favo...

. David Carreira dá cartas ...

. Nuno Santos troca RTP pel...

. A Mariana Monteiro é lind...

. Britney Spears roubou isq...

. Striptease deixa marcas e...

. Russell Crowe e Nicole Ki...

. Eu e a Margarida temos um...

. Helena Isabel: Em forma

. Isabel Figueira convive c...

. Cantor desmente romance

. Rita Egídio está grávida

. Carol Castro ASSALTADA

. Modelos mal se falam

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.tags

. a bela e o mestre(6)

. alexandra lencastre(29)

. alinne moraes(8)

. ana guiomar(5)

. angelico vieira(16)

. angelina jolie(20)

. antonio pedro cerdeira(13)

. band(8)

. barbara guimaraes(6)

. barbara norton de matos(5)

. belissima(9)

. benedita pereira(6)

. brad pitt(13)

. britney spears(8)

. canta por mim(4)

. carolina dieckmann(5)

. catarina furtado(20)

. caua reymond(9)

. cesar peixoto(11)

. christina aguilera(6)

. cinha jardim(5)

. claudia semedo(5)

. claudia vieira(28)

. cleo pires(7)

. cristiano ronaldo(29)

. dalila carmo(9)

. dança comigo(11)

. dani(7)

. daniela mercury(5)

. daniela ruah(13)

. danielle suzuki(6)

. deborah secco(7)

. deixa-me amar(9)

. diana chaves(22)

. diogo amaral(10)

. doce fugitiva(5)

. dzrt(6)

. elsa raposo(7)

. fala-me de amor(4)

. fernanda serrano(15)

. floribella(13)

. francisco adam(5)

. francisco penim(5)

. gato fedorento(7)

. globo(25)

. gloria pires(4)

. guilherme berenguer(4)

. helena isabel(4)

. henri castelli(4)

. herman josé(4)

. ilha dos amores(16)

. imperius(7)

. ines castel-branco(6)

. ines simoes(4)

. isabel figueira(34)

. ivete sangalo(4)

. jennifer lopez(5)

. jessica athaide(4)

. joana duarte(11)

. joana solnado(13)

. joão reis(9)

. jose fidalgo(6)

. juliana paes(6)

. luciana abreu(15)

. mafalda pinto(6)

. margarida vila nova(18)

. maria joão bastos(15)

. mariana monteiro(7)

. marisa cruz(8)

. melanie c(5)

. merche romero(46)

. morangos com açucar(51)

. nbp(5)

. operaçao triunfo(5)

. paixões proibidas(7)

. paula lobo antunes(6)

. paula neves(6)

. paulo pires(7)

. pedro granger(6)

. pedro miguel ramos(8)

. pedro teixeira(10)

. ricardo pereira(16)

. rita andrade(5)

. rita pereira(20)

. rodrigo menezes(6)

. rtp(43)

. rtp1(30)

. rtp2(5)

. ruy de carvalho(5)

. são josé correia(11)

. shakira(8)

. sic(71)

. silvia alberto(11)

. sofia alves(9)

. sonia araujo(6)

. soraia chaves(24)

. tempo de viver(9)

. tu e eu(8)

. tvi(126)

. vila faia(5)

. todas as tags

.Links:

blogs SAPO

.subscrever feeds